Estrela de Belém teve origem na Babilônia. Ao menos, é o que dizem

Mesmo que você não seja cristão, sabe da história da Estrela de Belém. Segundo o mito católico, quando os 3 Reis Magos estavam andando pelo deserto viram uma estrela apontando o caminho exato para onde nosso amigo Jesus (ainda não transformado em zumbi) nascera. Isso levanta algumas questões. De princípio, eu falo “mito católico” a respeito da baboseira de reis magos, porque não há nenhuma linha na Bíblia sobre algum rei mago passeando em trio pelo meio do Oriente Médio. Consultem suas Bíblias que eu volto depois do break.

Conferiram? Tudo bem, bando de preguiçosos, vamos examinar o evangelho segundo Mateus:

Mateus 2:1 – E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém. (JFA)
Mathew 2:1 – Now when Jesus was born in Bethlehem of Judaea in the days of Herod the king behold there came wise men from the east to Jerusalem (KJV)
Ματθαίος 2:1 – του δε ιησου γεννηθεντος εν βηθλεεμ της ιουδαιας εν ημεραις ηρωδου του βασιλεως ιδου μαγοι απο ανατολων παρεγενοντο εις ιεροσολυμ(Textus Receptus)

Muito bem, não temos reis de nenhuma espécie. Temos magos, cuja melhor tradução seria “homens sábios”. Esse negócio de “Rei” foi invenção pura de São Beda, o Venerável, no século VII, em seu tratado “Excerpta et Colletanea”. Enquanto os toscos da Wikipédia dizem que isso deve-se à exagese do Salmo 71:11, eu digo que é eisegese (quando você dá um significado que não existe, ou pareidolia argumentativa, como eu chamo), posto que nenhum rei veio adorar Jesus nenhum (e não estou levando nem em conta sua improvável existência).

De acordo com Jens Herzer, teólogo da Universidade de Leipzig, os magos teriam visto que um novo rei havia nascido. O mais curioso é que não há relatos entre os chineses, babilônios, egípcios, romanos ou gregos sobre o aparecimento desta estrela. Assim, deixando um teólogo (que é tão útil neste tipo de análise quanto um açougueiro é útil na hora de examinar os dados coletados pela sonda Voyager), temos um probleminha, posto que NINGUÉM MAIS viu tal estrela. E mesmo que vissem o que significaria? Uma estrela, so what? Montezuma viu um cometa (provavelmente o Halley) e associou isso com o fim do mundo chegando. Se enfurnou nos seus aposentos e Cortez chegou logo na mão grande. Ok, Cortez não tinha nada a ver com o cometa e também não chegou sozinho, já que os Incas não prestavam e massacravam os povos da região, que pensaram que Cortez tinha vindo para libertá-los. Os espanhóis apreciaram muito sua ajuda, assim como os colonos ingleses apreciaram a boa acolhida dada pelos índios da América do Norte. O resultado foi o mesmo para ambos os povos.

E. P. Sanders descreve as histórias da natividade como “os mais claros casos de invenção nos Evangelhos” (Sanders, E. P. – The Historical Figure of Jesus , 1993, p.85). O próprio Hezer sustenta o que eu disse acima ao afirmar que fenômenos naturais e fenômenos celestes, no nascimento ou na morte de pessoas importantes, sempre fizeram parte do repertório de histórias sobre diversas personalidades. Logo, não é nada estranho que inventassem mais um evento milagroso no nascimento do bastardo, filho de uma adúltera e adotado por um velho tarado que gostava de pegar meninas de 13 anos. Ordem Angelical my ass.

De acordo com o Deutsche Welle, pesquisadores de história da astronomia acreditam que, há 2011 anos, Júpiter e Saturno encontraram na constelação de Peixes. Astrologicamente, isso significaria o nascimento de um novo rei dos judeus. Interessante, não? O problema é que isso mete mais uma pá de cal na historinha de Jesus. :mrgreen:

Senão, vejamos:

Êxodo 22:18 – A feiticeira não deixarás viver.
Levítico 20:27 – Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá; serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles.

Ihhh. Mas, o que Jesus fala sobre seu reino sobre Israel?

João 18:36 – Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.

Se Jesus falou, tá falado. Ou não?

29 comentários em “Estrela de Belém teve origem na Babilônia. Ao menos, é o que dizem

  1. André a uns dois dias atrás assisti um programa que passava que ( detesto não saber direito as coisas) o que os tais magos viram , foram estes planetas alinhado por isso com o brilho assimilaram ser uma estrela, bom pelo que me lembro só houve um problema de ordem cronológica, porque constatou que este alinhamento se deu , acho que 7 ou 8 da era cristã, acho que foi isso , tem algo a dizer? Obrigado.

  2. Parece que o mais aceitável cíentificamente foi um alinhamento destes planetas, o que ocorre de acordo com um documentário que assisti a uns dois dias atrás , foi que o erro ocorre na cronologia do ” acontecido”, ( detesto não lembrar das coisas) pelo que me parece há uma diferença de oito anos da Era cristã, poderia me esclarecer isto André? Obrigado.

    1. A Bíblia fala do Censo de Quirino e o reinado de Herodes, o Grande. Há um sério problema cronológico aqui. E eu duvido muito sobre alinhamento de planetas dando a impressão de uma estrela passeando pelos céus.

      1. @André, Eu pensava que era verdade o que foi mostrado lá,eles falam de Dionísio e Hórus e outros mitos daquela região,o problema a é que estou com muita preguiça de ler atualmente.Prefiro ver os filmes,mas vou me informar melhor next time,grato… :smile:

    1. Acho que a única coisa que se aproveita do Zeitgeist é que ele mostra como o mito cristão surgiu de outros mitos de outras religiões, principalmente da história de Horus, que é idêntica à história de Jesus, inclusive com a ressurreição da múmia de El-Azar-us, ou seja, o autor do mito cristão não se preocupou nem em alterar o nome do defunto nem seu estado de mumificação.

      1. Acho que a única coisa que se aproveita do Zeitgeist é que ele mostra como o mito cristão surgiu de outros mitos de outras religiões, principalmente da história de Horus, que é idêntica à história de Jesus

        Desde quando? Hórus não nasceu de uma virgem, não teve discípulos, não nasceu em 25 de dezembro, não era o caminho, a verdade e a vida, não foi crucificado, não nasceu numa manjedoura, sua mãe não tinha inicial começando com M e ele não ressuscitou de nada, posto que não morreu. Em que as histórias são semelhantes?

        inclusive com a ressurreição da múmia de El-Azar-us

        HAHAHAHAHUASHUAHUSAHUSHUASHSAHSAHUSAHUSHAUHUSA
        HAHUAHSUAHSAHAHUSAHUSAUSAHUAHAHAHAHAAHAHAHAHAHA
        HAUSHAUHSA COF COF COF HAHAHAAAAAAAAHAHAHA

        Por favor, leia livro que preste. Aquele monte de besteiras de Archarya S só cabem em sites neoateístas de editores que só leram Deus é um Delírio.

  3. Comigo a dúvida sobre a veracidade disso é um pouco diferente.

    Primeiro, que velocidade um dromedário faz? (Supondo que eles foram de dromedário)
    Qual a distância que percorreram? (Mesmo acreditando a terra ser plana, o globo celeste já girava uma vez a cada 24 horas)
    Em que direção eles foram? (partiram de seus respectivos “reinos” e foram na direção da “estrela”, né?)

    Então supondo que a terra ainda não fosse esférica, a “estrela” supostamente encontrava-se estacionária acima de Belém, não mais que 5km de altitude…
    Qual a massa mínima que um objeto deve ter para ser considerado uma estrela? (talvez fosse uma estrela de nêutrons em colapso…)
    Se era um cometa, estando a ~5km de altitude pra ser visto para ser visto acima de um local por múltiplos ângulos, não teria caído em menos de 1 segundo? O que acontece quando um cometa cai?

    Bem, levando tudo isso em consideração, sou levado a crer que tratava-se é de um disco voador e Jesus realmente era um extraterrestre! :grin:

  4. Depois me perguntam porque acredito mais no calendário chinês: além de ser mais antigo (não tanto quanto o judaico), não possui como marco um evento tão improvável que nem a astrologia consegue situar direito. E olha que é a astrologia.

    :???:

  5. “…adotado por um velho tarado que gostava de pegar meninas de 13 anos. Ordem Angelical my ass.”

    Interessante que nas centenas de filmes sobre a vida de Jesus, José e Maria são retratados como que quase da mesma idade!

    Sobre a estrela.. Acompanho o pensamento de que é pura criação da bíblia.

    André, você já viu os três reis magos que tem na entrada de Natal/RN? E a estrela tosca? hehe Moro pertinho do local.

  6. André, como você falou num comentário acima sobre ler “livro que preste”, você poderia me ajudar (e talvez a outros) indicando alguns? Valeu!!

    1. @Danilo Sbrissia,

      Desses que o André indicou eu li o seguinte:

      Bart D. Ehrman. O Problema com Deus: As respostas que a bíblia não dá ao sofrimento. São Paulo: Agir, 2008

      Gostei bastante. Leitura bem tranquila. Da para terminar numa sentada no trono.

  7. Eu vi o documentário Evangelhos Perdidos. Acho que tem o livro do Ehrman com o mesmo nome.
    Foi complicado descobrir que qualquer um podia fazer os diabos que quisesse com a Bíblia.(Na época eu ainda me considerava evangélico)
    Vi o documentário na mesma semana que conheci o Ceticismo.net (:

    1. Tem sim. Mas foi um título mal traduzido, pois o título original é Lost Christianities (Cristandades Perdidas). Entretanto, ele tem um oputro livro, nãoi traduzido, chamado Lost Scriptures (Escrituras Perdidas). Elas estão no Google Books, mas eu recomendo a copra do Evangelhos Perdidos, pois aprende-se muito sobre as diversas formas de cultos cristãos primitivos e há explicações sobre como o cristianismo proto-ortodoxo venceu todos os demais. Recomendo FORTEMENTE a leitura dele.

  8. Olá! =)
    Gosto muito desse site! Descobri recentemente pela matéria sobre a ciência islâmica, e estou lendo todos os artigos!

    Zeitgeist não é uma fonte confiável realmente, mas na série O poder do Mito de Joseph Campbell no tópico “O amor e a Deusa”, Joseph explica a relação entre o mito cristão do nascimento virginal e o mito Egípcio.
    Posso por o link do vídeo?

  9. André, tu te esqueceste de um detalhe, muitas partes da mitologia bíblica é baseada na astrologia e que a religião dos magis teve sua influência no judaísmo, agora interpretar astrologicamente o texto é que é a parte complicada.

  10. Quero me manifestar a respeito do alinhamento dos planetas, como foi comentado acima. Vejam que dados fantasticos. Em 1.959 o escritor Julio Minhan da A.B.A. Associação Brasileira de Astronomia, comentou em seu Livro: Maravilhas da Ciência. pg. 281, que a Senhora Ellen G. White, outra esritora, em sua visão, havia notado que a constelação de Órion tinha um espaço aberto ou uma dilatação inexplicável, e pode perceber também uma luz oriunda deste local, que muitos já o chamaram de buraco negro. Minham estrarreceu-se com o fato pois esta declaração foi registrada em 1.848 no livro: Vida e Ensinos. Apesar da tecnologia atual, ninguém consegue explicar de ondevem esta luz. Só os leitores da Bíblia creem ser a 2ª vinda do Filho do Homem. Com poder e grande Glória está voltando. Hebreus 9:28 – Virá a segunda vêz, sem pecdados……..

  11. Oi, posso lhe passar o link do livro Vida e Ensinos, pg 111. Este assunto também é tratado pela mesma autora em Primeiros Escritos, pg 41.

    Não fazemos apologia às drogas. Sem scan, nada feito. BANIDO clonezinho.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s