Arqueólogos descobrem “irmão” de Stonehenge feito de madeira

stonehenge_madeira1.jpgStonehenge é um dos mais famaosos megalitos do mundo. Sua disposição, colocada na Era Neolítica, é fantástica. Publicamos em 2007 sobre uma pesquisa que revelara assentamentos perto do local, e até mesmo aqui no Brasil temos o que foi chamado de “Stonehenge Brasileiro”, no Amapá. Agora, de acordo com novas descobertas, o magnífico megalito inglês parece ter tido um irmão gêmeo há muito perdido, não muito longe. A descoberta (feita completamente sem cavar!) sugere que Stonehenge agora solitário pode ter sido cercado por uma espécie de “Stonehenges satélites”, de acordo com os arqueólogos.

De acordo com o líder da pesquisa, dr. Vincent Gaffney, professor da faculdade de Arqueologia da Universidade de Birmingham, a descoberta é notável e propõe umaséria mudança na maneira de pesar sobre a paisagem ao redor de Stonehenge. Sua equipe usou a mais moderna tecnologia de imageamento de geofísica, possibilitando o mapeamento do local e identificando os restos de uma antiga construção, semelhante a uma paliçada, totalmente construída em madeira. A área está dimensionada com cerca de 25 metros de largura, e a imagem gerada (imagem abaixo) mostra um segmento pontilhado, cuja melhor explicação é que seriam postes de madeira. Uma reconstrução por computador fornece a imagem de abertura deste artigo.

stonehenge_madeira2.jpg

A datação deste círculo de postes está estimada de 2.500 a 2.200 A.E.C. (Antes da Era Comum) e sugere que ainda estava de pé quando Stonehenge foi construído, demonstrando que havia larga atividade humana não só no local, mas nos arredores também. Mesmo sendo Stonehenge um dos megalitos mais importantes da História da Humanidade, a descoberta do seu “irmãozinho” demonstra que há muito mais por ser encontrado no local e mais ainda a se aprender sobre a população que vivia naquela região.

A equipe do dr. Gaffney sugere que o suposto henge de madeira (tal qual seu irmãozão feito em pedra) desempenhava um importante papel cerimonial para os antigos bretões, que se reuniram nos solstícios de verão e inverno para marcar o ano de passagem com rituais sagrados; e assim como o irmãozão, o henge feito de madeira está perfeitamente orientado para o amanhecer durante os solstício.

Ainda não se sabe se outros marcos serão encontrados, mas de acordo com o dr. Gaffney, é muito provável que sim, embora demora um pouco para serem encontrados, mas cedo ou tarde eles poderão ser descobertos, o que nos dará mais algumas respostas e criará centenas de outras perguntas. Agora, é só esperar alguns malucos correrem para lá e ficarem entoando cânticos a divindades vindas do espaço ou alguma loucura parecida com isso.


Fonte: National Geographic

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s