Terremoto no Japão: Um tsunami de desinformações

Voz dos Alienados 33
Supressão de gene propiciou pênis sem espinhos

Nada pode ser mais poderoso que desastres naturais. Entre eles, movendo imensa quantidade de energia, causando uma destruição sem limites, temos: a avalanche de desinformação, um dilúvio de péssimas matérias, um cataclísmico soterramento internético de sandices extremas. Nada, eu disse NADA, pode ser mais violentamente perigoso que um bando de jornalistas querendo vender seu peixe e empurrar para você uma cobertura de acontecimentos onde a acurácia é comprometida e o terror é a ordem do dia. Nada pode ser mais danoso ao cérebro do que acompanhar a imprensa brasileira na cobertura de qualquer evento, desde briga de galo até missões espaciais, e o terremoto que aconteceu esta madrugada perto do Japão é mais um exemplo, onde a Terra mudou seu eixo, cientistas temem a chegada de ondas gigantes no Brasil e sismógrafos explodem numa pirotecnia informativa que faria P. T. Barnum roer os cotovelos de inveja.

Vamos começar com informação de verdade. Se você não está pendurado na Internet desde a madrugada e está sem saco ou não sabe procurar, vamos pelo início. Que merda está acontecendo?

O que aconteceu foi um terremoto na costa leste da ilha de Honshu. Caso não saibam, o Japão é um arquipélago e não uma única ilha. Honshu é a maior ilha e é onde está localizada a cidade de Tóquio, onde o dr. Gori tinha mania de catar lixo pra fazer monstros. Maiores informações na wikipédia mais próxima. Por causa da topologia onde o Japão se encontra, a incidência de terremotos é frequente. isso se deve ao fato que o arquipélago japonês está no chamado Círculo de Fogo do Pacífico. Acredite, é o tipo de lugar onde você NÃO GOSTARIA de estar.

O Círculo de Fogo, na verdade, não possui o formato de um círculo, e sim uma forma que lembra uma ferradura. É um lugar de intensa atividade sísmica e o Japão foi "sortudo" de estar nos limites de 4 placas tectônicas: a placa da Eurásia, a placa das Filipinas, aplaca Norte-Americana e a placa do Pacífico. As placas estão sempre em movimento e mesmo que seja na base de centímetros ao ano devemos ter em mente a imensa massa deslocada. A energia desprendida é imensa e isso acaba se propagando em termos de onda de choques (clique na imagem para ampliar).

Para quem tem Google Earth instalado, sugiro o site Impacttectonics.org, onde vocês poderão baixar arquivo KMZ para visualizar as placas tectônicas.

O tremor que ocorreu teve como epicentro a costa nordeste do Japão. O tremor chegou a 8.9, na Escala de Magnitude, também conhecida como Escala Richter. O probleminha com esta escala é que ela é logarítmica, o que faz com que de uma unidade para outra haja uma grande diferença. No mapa à esquerda (clique para ampliar e ter um mapa em tamanho decente). O poder foi devastador, e como sempre acontece com um terremoto em uma região submarina, um tsunami veio arrebentando geral. Abaixo, vemos uma simulação do tsunami feito pelo NOAA:

Dá pra ter noção do estrago que foi. Para mais vídeos do NOAA, vocês podem acessar o canal deles no YouTube. Vocês podem ver uma fotogaleria AQUI.

A contagem de mortos já passou de 1000, o que ganhou do número de mortos nas estradas brasileiras durante o carnaval. Como jornalistas não vivem sem tragédias e as maravilhosas perguntas do tipo "O que você sentiu quando o temporal matou sua família na sua frente e você não podia fazer nada?", começou o alarmismo. O festival de sandices já começa com entrevistas a "ixpessialistas", como o que foi entrevistado pelo jornal Zero Hora. Segundo ele, o Tsunami não tem nenhuma chance de chegar ao Brasil. Queiram consultar um mapa e vejam como é preciso pós-doutorado em Geografia para chegar a esta conclusão.

Eu nem descarto que a culpa não seja do especialista, ainda mais quando vejo a notícia: Terremoto no Japão estoura equipamento de geólogo em Campinas. Todos nós sabemos que japoneses e chineses sempre se estranharam ao longo da história. Será uma vingança? Creio que não. O equipamento é artesanal e a própria notícia desmente o título. Não foi o equipamento que estourou, senhor jornaleiro, e sim que o equipamento não conseguiu medir o abalo, pois o sismo foi tão forte que ficou fora da escala do aparelho.

Enquanto isso, o Terra prefere algo mais da linha Resident Evil, soltando meio que em tom de alarme: Terremoto do Japão pode ter deslocado eixo da Terra. Preparem-se para o Apocalipse Zumbi!

O UOL vai logo para os filmes da década de 70, com a exceção que o Ultraman não está disponível. Sua matéria Usina nuclear pode ter vazamento de radiação, diz agência Kyodo mas o Breaking News diz que não houve vazamento algum. O Governo nega conhecimento? Na verdade, o texto do UOL é na base do "um falou uma coisa, outro falou outra coisa e eu não faço a menor ideia do que postar, então vai as duas versões". O R7 diz que a radiação no referido local subiu 1000 vezes e o O Globo confirma. Em breve veremos o Godzilla invadir tudo. Quem poderá impedir? A informação. DENTRO do reator a radiação está em cerca de 1000 vezes superior. FORA do reator a radiação está em cerca de 8 vezes acima dos parâmetros tidos como "normais". O Estadão confirma. Sendo assim, hora de ralar peito.

Enquanto isso, a National Geographic traz informações sobre a ação das ondas no Havaí.

Como nossos jornaleiros não podem ficar sem entrevistar ninguém, eles pegaram o depoimento de uma testemunha local. A Folha nos traz o caso de Rafael Ynamoto. Ele sentiu que Jesus tava chamando ao sentir o tremor. Ele estava sozinho e como qualquer pessoa normal entrou em pânico. Sua saída é ele, o Príncipe da Salvação! Começou a rezar pra Jesus livrar o rabo dele de lá, mas viu que seria mais inteligente se ele picasse a mula o mais rápido possível. Bom Senso 1 x 0 Fé. Nosso bom Papa Bento the 16th usou todo o seu poderio sócio-econômico em prol dos japoneses: ele ficou aflito.

Entre tanta destruição e notícias desencontradas, mais uma amostra como nosso mundo não é perfeitinho. Algum retardado deve dizer que isso é castigo divino e se mostrará pesaroso e prometerá rezar pelas almas perdidas, mas na verdade é só da boca pra fora. Alguém fará hashtags no Twitter e os abutres dos desastres entrarão em ação. Que o diga nosso amigo Juscelino da Luz.


Agradecimentos ao Abbadon por ter ajudado na elaboração das imagens e recolhimento de informações.

Voz dos Alienados 33
Supressão de gene propiciou pênis sem espinhos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Ela tem um belíssimo tom de cinza, mas o cabo é preto.

    Nihil respondeu:

    @André, Puxa! É de uma dessa que estou precisando :mrgreen: Aceita trocar por um Dreamcast? :mrgreen:

    PS: garanto que está limpinho 😉

    Administrador André respondeu:

    Só se for Sedex a cobrar.

  • Joseph K

    @Nihil,
    Darwin Awards detected. 🙄

  • @Joseph K,

    Darwin Awards detected.

    Nem para isso o babaca serve. Ele tem filho… Pior que o filho fazia aula de futebol e ele tirou de lá porque quer que o filho faça surf… 🙄

  • Joseph K

    @Nihil,
    Acho que não paguei tão “caro”, afinal aqui em terra brazilis 100 paus nem compra um Chivas, mesmo assim não gastaria milhares de dólares para ir comprar um cel na Sta. Ifigênia de Tóquio, hehe.
    Pior mesmo é o relógio que uso, um Seiko mecânico que só tem os três ponteiros básicos, mas daria para comprar um pacote desses celulecas que uso, apesar de qualquer paraguaio de 100 paus ser mais chamativo.

  • @Joseph K,

    Pior mesmo é o relógio que uso, um Seiko mecânico que só tem os três ponteiros básicos,

    Não sei porque eu nunca usei relógio aqui. 😕 Deve ser porque para todo lado que olho sempre vejo um relógio pendurado. E que aqui em todo canto soa dois sinais. Um ao meio dia e outro às cinco da tarde. Engraçado é ver as crianças brincando e quando toca o sinal das cinco elas se despedem e vão embora.

    Mesmo assim fico babando nos relógios Casio G-Shock com painel solar 🙁 Ainda eu compro um! Deve custar uns R$ 500,00. Uma pechincha comparando com os Rolex da vida. Esses dai nunca me chamaram atenção.

  • O Aeroporto de Sendai abriu dia 8, fiquei impressionado porque ele foi bem danificado.

    http://www.airport-int.com/news/sendai-airport-reopening-after-japanese-earthquake.html

    Mari. respondeu:

    @Nihil, Está impressionado com o aeroporto? E que tal a entrega das casas pré-fabricadas?

    http://g1.globo.com/tsunami-no-pacifico/noticia/2011/04/primeiras-casas-pre-fabricadas-sao-entregues-desabrigados-no-japao.html

    Enquanto isso, na região serrana do RJ…

    Nihil respondeu:

    @Mari., Eu estava procurando por uma ponte novinha que construíram por cima de uma caiu, mas não obtive sucesso 😐

  • Mari.

    Estava a combinar com amigos de irmos à Liberdade no feriado próximo, e eis que alguém solta a pérola

    “Mas ó, não vamos nos restaurantes x y z porque eles importam alimentos do Japão e eu vi que os alimentos estão radioativos e…”

    PORRA AMIGO! Não me envergonhe, por favor (._.)

    Nihil Lemos respondeu:

    @Mari., parece até que todo Japão está contaminado…

    Mari. respondeu:

    @Nihil Lemos, No momento, a única toxidade que o Japão está emitindo se chama: Shintaro Ishihara. Naoto Kan também, mas ele tem um histórico que me faz reavaliar o pensamento… Ser primeiro ministro depois do que o Yukio fez ¬¬ não é qualquer um que consiga. Mas voltando ao assunto :/ eliminem Shintaro Ishihara, POR FAVOR!

  • Imagens inéditas liberadas só ontem.

    Nihil Lemos respondeu:

    Ah, sim. isso foi filmado em um bairro industrial de Sendai (a fábrica da Mitsubishi é bem visível). O motorista se salvou sabe lá como e costuma registrar o trajeto com a câmera. A câmera foi completamente destruída, mas o HDD se salvou. As cenas mostram como um tsunami pega todos de surpresa e como é difícil não só fugir como também perceber a sua chegada.

    Cobalamina respondeu:

    @Nihil Lemos, Cara, o tsunami aparecendo ao longe e invadindo a pista foi de arrepiar. O caminhão sendo arrastado, o homem se equilibrando durante o tremor uns minutos antes respondem à minha pergunta: a minha fobia de sismos, principalmente em regiões costeiras, não é tão irracional quanto parece.
    Todavia, sabe o que mais me surpreendeu? O fato do motorista ter parado antes da faixa para os pedestres atravessarem! Se fosse aqui no Brasil, mané atrás desse motorista (com uma merda de carroça tunada, que ele vendeu a família para pagar) já xingaria de “oriundo de uma rameira” (foi exatamente isso que você pensou), buzinaria, ligaria o farol alto, cantaria pneu.
    Continuo o discurso: ainda bem que você saiu de Registro (a Régis Bittencourt continua perigosa e vai saber quando eles vão terminar de duplicar os trinta quilômetros que faltam, mesmo concedida) e foi parar aí.

    Nihil Lemos respondeu:

    @Cobalamina, Pois é. Até em desastre o povo (ou pelo menos a maioria dele) é bem civilizado. Me impressionou ainda os motoristas ligando pisca-alerta para abandonarem os veículos.

    Traduzindo o que o sismólogo disse no final: o tsunami com 50 cm em terra já impossibilita o controle do carro e com um metro pode arrastar até caminhões. E não tem jeito. Depois de um forte terremoto tem que procurar algum lugar alto. É certeza que vem um tsunami.

  • Mari.

    Hoje encontrei uma campanha decente para o desastre natural que ocorreu. Fico feliz que mesmo após 04 meses ainda haja quem se preocupe com o Japão e não o tenha esquecido, como ocorre normalmente. Para quem se interessar: http://stillforjapan.com/

  • Mari.

    Voltando ao assunto radioatividade:

    http://aramatheydidnt.livejournal.com/2614377.html#cutid1
    (já não bastava os idiotas indo para a CDS fazer escândalo, temos mais essa bomba? Céus!)

    http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/japao-demite-tres-autoridades-devido-a-crise-nuclear-e-cobra-responsabilidades/

    http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2011/08/01/meses-apos-terremoto-tsunami-japoneses-medem-radiacao-por-conta-propria-925027290.asp

    Fico pensando que se essa radiação tão bruta está sendo dispersa pelo ar e pela água, há chances dela chegar aqui. A medição de longe não deveria ser equiparada com a do Japão, mas me assusta saber que ela só diminui um décimo ao ano!

  • Imagens do fundo mar nas áreas mais atingidas. É em japonês, mas uma boa imagem vale mais do que mil palavras. Ou não.

    http://photo.sankei.jp.msn.com/kodawari/data/2011umi-yomigaere/umi-yomigaere1/

    Ah, sim. O desastre provocou duas mortes fora do Japão. Uma na Califórnia, EUA, e outra na Rússia e sete desaparecidos nos ambos os países (dois no Havaí). 😯