Pesquisa otimista diz que brasileiro é o povo que mais gosta de Ciência

Existe gente otimista, ingênua, estúpida, burra e absolutamente idiota. Não raro, é tudo isso numa tacada só. Chegou notícia de uma pesquisa encomendada pela 3M (que faz silvertape, entre outras coisas) que recebeu o nome de State of Science Index (Índice do Estado da Ciência). Nela, é dito que o Brasil é o maior lugar no mundo onde credibilidade dos cientistas está em alta.

Sim, eu espero você parar de rir.

O estudo levou em conta 17 mil pessoas de 17 países das Américas, Europa, Ásia e Oceania. Só no Brasil, 1.000 pessoas com mais de 18 anos participaram da pesquisa, que foi realizada online e presencialmente entre os meses de setembro e dezembro de 2021. Não disseram exatamente onde. O resultado pontou que 92% dos entrevistados brasileiros confiam na ciência e 90% nos cientistas, enquanto a média nos demais países é de 86%.

Os brasileiros são aqueles que confiam na Ciência, Viva o SUS, mas lê horóscopo, consulta com rezadeira, pai de santo e pastor antes de ir em médico, pratica automedicação, ama uma bobagem new age, como florais e homeopatia, além de xingar que Bolsonaro é genocida e devia ouvir a ciência enquanto vai para uma orgi festa com os amigos no meio de uma pandemia foda sob a desculpa de saúde mental.

Passou a pandemiaCarece Fontes, tudo voltou ao que era antes. Ninguém mais lava a mão antes de comer, nada de higienizar alimentos, ou sequer cobrir a boca quando tosse e espirra. Pessoas continuam fazendo mapa astral e jornais com suas colunas astrológicas.

Porque, no final:


Fonte: Grôbo

13 comentários em “Pesquisa otimista diz que brasileiro é o povo que mais gosta de Ciência

  1. O ranking de que o Brasil é o pior país do mundo para mulheres tem algum respaldo em certas cidades, mas neste ranking não tem como.

    1. Brasil pior lugar para ser mulher…

      HAHSAUSAHUSAUSAUSUHSHSAHUSAHUSAHUSAUYHSAUHSAHAHAHAHAHAHAHASUSHAUSHUHSUAHSAHAHAHAHAHA

      Tenho certeza que essas cidades são que nem nos rincões da África que mantém a “tradição” de mutilação sexual feminina

          1. De qualquer maneira, eu apenas disse que um absurdo é um pouco maior que o outro.

  2. A ignorância da ciência vai desde o brasileiro médio a pessoas com Ensino Superior.
    Eu acho muito engraçado quando converso com os engenheiros aqui do norte do Mato Grosso quando eu faço diárias de garçom e comento com eles sobre os riscos de terremotos por aqui. Eles ignoram e dão risada.
    Estão querendo construir prédios altos numa região que ocorreu o maior terremoto da história do Brasil (a menos de 200km de onde querem fazer os prédios). Volta e meia da umas tremidas nas casas quando eu visito Porto dos Gaúchos. Não é raro.

    Fontes:
    https://earthquake.usgs.gov/earthquakes/eventpage/iscgem889170/executive
    https://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/01/ocorrido-em-mt-maior-terremoto-da-historia-do-brasil-completa-60-anos.html

      1. Não pow. Algodão tá em alta também.
        Eu até entendo a ignorância das pessoas. Afinal, em quem vão acreditar quando é falado que tem terremoto acima de 6.0 no Brasil?!
        No garçom que não terminou o Curso de Enfermagem numa faculdade do meio do mato onde as pessoas criam onça e dinossauro no quintal ou no Engenheiro fodão formado em USP, ITA ou qualquer outro apelo à autoridade que gostam de usar?
        O fato de eu conhecer os periódicos, revisão de pares, e ter nível avançado de inglês (ao contrário dos engenheiros) é só um pequeno detalhe.
        Eu adoro discutir com quem usa apelo à autoridade, principalmente quando vêm dizendo que tem Nobel de Medicina vendendo Herbalife (sério). É divertido.

  3. Pois é… Brasil é aquele país onde Engenheiro Civil não faz análise de solo e, ao mesmo tempo, ignora possibilidade de terremotos de alta magnitude só porque tá no interior do Mato Grosso e sai construindo prédio em qualquer lugar, afinal, não tem placa tectônica dentro do Brasil, e seus professores de Geografia e Física disseram que não tem terremotos no país, e sei lá o que mais.

    Onde médico com anos de experiência desconhece o termo “off-label”* e acha que haldol é exclusivamente pra louco esquizofrênico, quando pode ser usado pra soluço ou tiques.
    *excluindo, claro, a (hidróxi) cloroquina e cia LTDA: https://www.cochranelibrary.com/cdsr/doi/10.1002/14651858.CD013587.pub2/full

    Este país está baseado em três pilares: Viés de confirmação, raciocínio motivado e apelo à autoridade.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s