Por que explosões formam um cogumelo?

Eu postei o que eu sabia (às três da manhã desta quarta-feira) sobre a explosão no porto de Beirute. Também falei que alguns pensaram em artefato nuclear por causa do cogumelão do mal, mas não é bem assim. Não precisa ser uma bomba atômica para gerar aquele cogumelão. Expliquei muito brevemente, mas aqui vai uma explicação mais completa

Por que explosões formam cogumelos?

O Cogumelão do Mal é chamado de Nuvem de Condensação Transitória ou Nuvem de Wilson. Ela acontece não por causa de radioatividade, mas pura e simplesmente por causa do ar úmido.

O ar é uma mistura de gases e vapores. A diferença de vapor para gás, é que se você submeter vapor a aumento de pressão, as moléculas da substância ficarão cada vez mais próximas. Quanto mais próximas as moléculas, a substância sofre condensação, isto é, passam do estado de vapor para líquido. Sua panela de pressão funciona assim. Como a água ali está sob pressão, ela passa com muita dificuldade do estado líquido pro estado de vapor, precisando mais energia e suas moléculas se agitando mais. Como temperatura é o grau de agitação de moléculas, a água alcança temperaturas maiores que 100ºC., e isso ajuda na cozinhar os alimentos mais rapidamente.

Alguns alegam que isso causa rarefação no ar e isso diminui a temperatura, o que é um absurdo quando você tem grande quantidade de calor sendo emanado e expandindo o ar. Se a temperatura reduzisse, o volume de ar diminuiria, não o contrário. Tomemos outros exemplo: caças quebrando a barreira do som.

Outro exemplo? Vulcões explodindo:

Os vulcões ainda servem como canhões, então a explosão é praticamente toda direcionada pra cima, a não ser que o cume todo exploda e voe rochas, solo, árvores, cinzas e lava pra tudo que é lado. No caso de explosões, elas sempre começam como uma bola e vão crescendo, em que há, também, movimento de convecção.

Como o ar é matéria e matéria tem massa, a tendência que ele fique mais próximo ao solo, por causa da força gravitacional. Assim, se tem menos ar em cima do que embaixo. Logo, a tendência natural das explosões é se direcionar mais pra cima, comprimindo o ar que depois vai saindo da frente, o que se pode ver pelas nuvens formadas que vão dissipando. De novo, nada a ver com radioatividade, mas a sua bombinha de São João não terá este efeito, pois há muito ar em volta e a massa da bombinha e os gases não são tão pronunciados.

No caso das explosões atômicas, uma das coisas que ela mais produz é calor. É isso que faz aparecer o cogumelão do mal.

Mas nada que não se veja em outras explosões também:


Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s