Por que explosões formam um cogumelo?

Eu postei o que eu sabia (às três da manhã desta quarta-feira) sobre a explosão no porto de Beirute. Também falei que alguns pensaram em artefato nuclear por causa do cogumelão do mal, mas não é bem assim. Não precisa ser uma bomba atômica para gerar aquele cogumelão. Expliquei muito brevemente, mas aqui vai uma explicação mais completa

Por que explosões formam cogumelos?

Continuar lendo “Por que explosões formam um cogumelo?”

O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute

Deu muito ruim em Beirute ontem. Não sanduíche, a capital do Líbano. As notícias que começaram a chegar foi que houve uma enorme explosão. Começaram com um monte de informações desencontradas, como é normal em acontecimentos deste tipo. Achava-se que era algum ataque, você sabe… Líbano, né? Israel disse que não teve nada a ver com aquilo. Hezbollah confirmou que Israel não teve nada a ver com aquilo (sim, pois é). Alguns acharam que era um depósito de mísseis do Hezbollah e um energúmeno que meteu um texto no Google Translator achou que era uma loja de mísseis. Afinal, o que aconteceu?

Aconteceu uma sucessão de erros, foi isso que aconteceu!

Continuar lendo “O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute”

Pesquisadores criam munição que não faz mal à saúde das pessoas

armas-flores

Guerra é legal para os negócios, mas não muito legal para quem está combatendo. Não apenas isso, tomar um tiro é muito ruim, mas muito ruim também é envenenamento por chumbo. Chumbo não é legal! Toda vez que uma arma dispara, partículas de chumbo são dispersas pelo ar, e isso é muito, muito ruim. Como a responsabilidade ambiental é algo com a qual devemos estar sempre preocupados, uma pesquisa procura desenvolver munição que não seja tóxica, evitando que afete a saúde das pessoas.

Sim, eu espero você terminar de rir.

Continuar lendo “Pesquisadores criam munição que não faz mal à saúde das pessoas”

Pesquisa estuda como plantas podem ser usadas para detectar explosivos

Venenos não são legais. Contaminantes não são legais. Tudo o que não for natural e não deveria estar num determinado lugar não é legal. O problema é semelhante a xixi na piscina: depois que está lá é difícil tirar, mas, como sempre, podemos dar um jeito. Exceto no caso do xixi.

Remover contaminantes do solo não é nenhum problema, ainda mais tendo tempo e dinheiro. A questão é que é um processo complicado, demorado e caro. Nem sempre se age com a rapidez necessária antes dos contaminantes se espalharem e caírem em lençóis freáticos, alastrando-se pelo subterrâneo. Será que há alguém que pode nos defender?

Sim, existem heróis anônimos capazes disso. São os químicos.

Continuar lendo “Pesquisa estuda como plantas podem ser usadas para detectar explosivos”

Bombas, panelas e responsabilidades

Enquanto a divisão antiterrorismo do FBI está tendo uma certa "conversinha" com um dos suspeitos do atentado em Boston (sobre o qual não tecerei comentários e nem os chiliques dos conspiracionistas de plantão), chamou-me a atenção de como é fácil fazer uma bomba, por mais tosca que seja. Mas bombas toscas também são eficientes como arma de terror. Afinal, como disse Lênin, a função do terrorismo é aterrorizar.

Continuar lendo “Bombas, panelas e responsabilidades”

Por que silos de cereais explodem?

No dia 25 de novembro do ano passado, um silo de armazenamento de grãos da empresa Marasca Comércio de Cereais explodiu de forma violenta, na cidade de Júlio de Castilhos, Rio Grande do Sul. A causa do acidente não foi terrorismo, não foi usado C-4, Semtex ou outro explosivo que você julga conhecer dos filmes. A causa foi a mais simples de todas e muito provavelmente você comeria o causador da explosão sem nem se dar conta: cereais. Pura e simplesmente cereais.

Como pode algo tão simples como poeira explodir? Como pode simples armazenamentos de cereais causar uma explosão tamanha, capaz de matar pessoas. Abra no capítulo 2, da Seção 1 do Livro dos Porquês. Ponto de Fulgor.

Continuar lendo “Por que silos de cereais explodem?”