Grandes Nomes da Ciência: Camille Schrier, a Miss Química

Saltos ecoam pausadamente no chão. O alvo traje bem ajeitado sobre o corpo delineia bem, mas não tanto para se divisar o que se tem dentro. Não é importante. Os cabelos lindos, macios e sedosos rebrilham nas luzes e a bancada está à sua frente. Luvas postas nas mãos. Óculos de segurança como manda a norma. Um leve batom, mas vaidade não é impedida no meio científico.

A cientista coloca os reagentes, executa a experiência. Ela logra o prêmio maior, o prêmio que buscava. Esta cientista ganhou o título Miss Virgínia.

Camille Schrier é química, claro (com ela a oração e a paz). Apenas este tipo de pessoa pode brilhar e fazer tudo brilhar em sua volta. A não ser se for operário de Chernobyl. Camille cursou dois bacharelados, um em Bioquímica e outro em Sistemas Biológicos na Universidade Estadual da Virgínia, também Instituto Politécnico. Ela agora é doutoranda em Farmácia na Universidade Commonwealth da Virgínia. Tem até Instagram.

Camille se candidatou e venceu o concurso de Miss Virginia. Na sua apresentação de talentos, Camille fez o que era a melhor a fazer ali: Ciência. A VCU apresentou toda orgulhosa.

https://platform.twitter.com/widgets.js

É uma forma de encantar e trazer as pessoas para a Ciência, para fazer meninas terem certeza que elas não precisam abdicar das suas vaidade e beleza para seguir careira acadêmica e mostrar a todos que não são apenas a sua aparência. Eu acho isso o máximo, e parece ser recorrente nos concursos de Miss nos EUA.

Aliás, uma Miss América tem vídeo com uma menininha fazendo o experimento da pasta de dentes de elefantes. Todas elas fazem isso, pois é o experimento mais chamativo. Grandes volumes de oxigênio surgindo “do nada”. O aumento absurdo do volume da espuma, e isso só porque uns punhadinhos de reagentes foram misturados.

Enquanto divulgadores de ciência se preocupam em divulgar ciência para outros divulgadores como nesses Pintos da Ciência e similares, um concurso de Miss, que é visto como misógino e desrespeitoso para com as mulheres, pois enfoca mais em padrões de beleza, mostra que tem mais a dizer a todos como ciência é divertida, mágica e incrível.

Muitas meninas viram e se identificaram. Algumas com o estrelato e suspiram por um dia serem as mulheres mais bonitas de seus países. Outras viram um lindo jaleco branco e uma moça linda fazendo algo incrível. E há o melhor grupo: as que serão as duas coisas.


Via twinto da @elise_garcia

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s