Seres Supremos pesquisam analgésicos melhores e que não viciam. De nada!

Sentir dor não é uma coisa legal. Ninguém gosta de sentir dor (nem mesmo sado-maso, pois eles escolhem o tipo de dor que querem sentir). Sendo assim, tomar analgésicos é uma excelente pedida; mesmo porque, sentir dor não é normal. O problema começa quando você toma o analgésico mas não investiga a causa da dor. Dor não é doença, é sintoma, e sinal que algo está errado. O segundo problema é que as pessoas escalonam o uso de analgésicos até aqueles pancadões que causam dependência, mesmo quando a pessoa já não tem mais a doença, mas mantém o hábito de tomar os remédios.

Quem poderia nos ajudar? Quem dos seres mágicos e superiores teriam condições de usar seus poderes supremos para nos livrar desse pérfido mal?

O dr. Ken Hsu é químico (com ele a oração e a paz). Ele é professor de Química da Universidade da Virgínia, e trabalha com seu aluno de pós-graduação, Myungsun Shin (que também é químico e merece louvores) em prol da Humanidade, pois tem coisas que só químicos podem fazer, como proteger vocês de si mesmos, seus idiotas!

Hsu e Shin, que parece nome de série tokusatsu, identificaram uma enzima que destrói gorduras de forma a produzir sinais químicos que controlam a inflamação. A enzima é a diacilglicerol lipase. Esta criaturinha linda é uma enzima-chave na biossíntese do 2-araquidonoilglicerol endocanabinóide, catalisando a hidrólise do diacilglicerol, libertando um ácido graxo livre e monoacilglicerol. Existem dois tipos desta enzima. A Alfa e a Beta. Só nos interessa a “beta” ou DAGLβ

Eu não entendi nada, e você sabe disso, seu tratante!

Esta enzima ajuda a melhorar a eficiência do processo inflamatório e catalisa as reações químicas que produzem e transmitem a sensação que você chama de dor. Sim, esta desgracenta é uma das responsáveis por sentir dor. Sabe por que ela está lá? Porque somos um projeto inteligente, é claro. Por isso ficamos doentes e sentimos dores. Sendo assim, se tivermos substâncias que batam de frente com esta enzima, diminuiremos a sensação de dor (o que não implica que a CAUSA da dor seja eliminada. Prestem atenção nisso!)

Na pesquisa anterior do dr. Hsu, moléculas seletivas que inibem o DAGL? e reduzem a inflamação, similarmente à aspirina e a outros anti-inflamatórios não esteroides, foram estudadas, de forma a termos analgésicos mais eficientes, sem que necessariamente nos dê barato e causem dependência. Um analgésico forte pode ser tomado em pequena quantidade, sem começar a fazer ligações chave-fechadura no cérebro, o que seria uma das causas do vício.

Não apenas isso, os inibidores de DAGLβ podem proporcionar alívio da dor sem ferrar com o sistema gastrointestinal. A pesquisa mostra a ação da DAGLβ em células do sistema imune, as quais não só controlam a inflamação, como ativam a capacidade do nosso organismo de combater infecções. Em outras palavras, pesquisar um medicamento que detém a ação da enzima DAGLβ contribui para a mitigação da dor e aumenta a eficiência do sistema imunológico, o que vai combater a infecção, e a causa da dor, também. E isso é o tipo de coisa que só químicos podem fazer por você.

A pesquisa foi publicada no periódico Cell Chemical Biology.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s