Marcha pela Ciência hoje. Não posso deixar de perder

Grandes Nomes da Ciência: David Reimer
Como se faz extração de eugenol?

Eu rio muito com certas atitudes. A tendência de se achar especial, único e inigualável leva a atitudes bizarras, tolas e totalmente idiotas. Pessoal se acostumou ao seu mundinho e acha que o mundo de verdade se regra pelo que eles se acham nos seus feudos. E a classe dos cientistas está nessa fase.

Claro, está um fuzuê com os cortes de verbas do governo Temer. Afinal, até agora havia rios caudalosos de dinheiro indo para pesquisa científica, certo? O fato só de em 2009 o corte ter sido de quase 20% e detalhe. Apenas o Temer é o vilão malvado. Todos s governantes até agora eram déspotas esclarecidos, verdadeiros mecenas que sustentavam com vultosas quantias de dinheiro e agora tudo cessou. HORA DE NOS MOBILIZARMOS, PESSOAL!!

Hoje é domingo, dia 08 de outubro, e às 15h terá a Terceira Marcha pela Ciência. As duas primeiras foram um sucesso, lembram? Não, péra! Se tivessem sido, não haveria mais uma machadada nas verbas. Sabem aqueloe adágio de querer resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa? Pois, é!

O principal problema na Ciência Brasileira são justamente os cientistas. Sim, isso mesmo! Não adianta tampar o Sol com a peneira. Já começa a magnífica ideia estúpida de achar que todo mundo deve ter a ciência como prioridade, quando não há nenhuma merda de vontade de divulga-la. Eu vivo pedindo material de pesquisa para divulgar no site. Nunca me enviam, pois aparecer no G1 é melhor e mais vistoso. São os mesmos que reclamam que o G1 escreve um monte de besteiras, mas ainda assim são atraídos para lá, como moscas para as luzinhas azuis

A LUZ! A LUZ! Bzzzzzzzzzzzz

Cientista brasileiro não gosta de divulgar ciência. FATO! Gosta de divulgar ciência para os amiguinhos cientistas em seus feudos. É tipo o podcast Fronteiras da Ciência que é a coisa mais chata, insuportável e pedante que existe. Me disseram que o objetivo deles não é a população, mas para outros cientistas. Porra. Para isso tem os papers, não? Ah, tá. Cientista é pobrinho e não pode assinar a Nature (embora possa acessar pela Universidade, mas enfim).

Em 2015, pessoal estava se masturbando furiosamente que nem macacos por causa de um manual de divulgação científica. Eu apontei o quanto era idiota um livro que ensinava como divulgar ciência, escrito por pessoas que não divulgavam ciência.Ah, sim. O livro ensinava muito, como por exemplo ser possível subir vídeos pro YouTube e que havia um sistema para compartilhamento de fotos chamado Instagram. Valeu, pessoal.

Claro, me xingaram. As estrelinhas não gostam do meu jeito de não ficar puxando o saco dessas mesmas estrelinhas. Falaram que meu site é ruim, achando que eu tenho 12 anos para me ofender assim.

Iniciativas como esta de fazer passeata em pleno domingo na av. Paulista é, para ser simplista, algo tolo e digno de risos. No máximo, é apenas mais uma marcha sofativista retardada para fingir que se importa, mas ninguém chega lá no Congresso para falar com o político que ajudou a eleger. E mesmo que não tenha votado nos que estão lá, ora, deputados são representantes do povo, pois não? Sim, eu sei que a realidade não é bem assim, mas você tem o direito de ir lá.

Em 2011, o Senado lançou um app e convidou uma comissão de blogueiros. Assim, se você é cientista e prefere ficar passeando na Paulista num domingão ao invés de pegar a merda de um avião e r pra Brasília, lamento, você é burro e tem mais. Muito mais. Vocês deviam ser mais presentes que o pessoal dos blogs, mas quando era preciso preencher questionário para participar do ScienceBlogs, esperando para ser avaliado e aceito por uma comissão que você sequer sabia quem era, com o poder de decidir se você tinha status sufiiernte para usar a plataforma deles, vemos que o amor pela burrocracia é algo entranhado nos brasileiros, e principalmente nos brasileiros que criticam a burrocracia.

Eu, particularmente, não vejo gente como o pessoal da Antropologia reclamar por falta de verba. Se alguém que vai chupar umas jirombas num banheiro ganha uma verba seis vezes maior que um neurocientista, acho que o problema não é o antropólogo chupador.

Mas beleza. Continuem protestando para uma rua vazia. Vocês tiveram muito resultado em 2015 e 2016. 2017 seguirá a mesma linha.


Fonte: Folha

Grandes Nomes da Ciência: David Reimer
Como se faz extração de eugenol?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Como disse para ti no Twitter, os sofativistas têm uma fixação com a Avenida Paulista. Para qualquer merda, vão juntar um milhão de pessoas para ir até a Avenida Paulista (ainda sem data marcada).

    E já fizeram 3 marchas? Já podem pedir música no Fantástico.

    Pryderi respondeu:

    Parece o pessoal do Viva Rio que quando não tem o que fazer vai passear no calçadão de Copacabana ou” abraçar” a Lagoa Rodrigo de Freitas

  • JuNioR

    Ótimo texto, abriu minha mente!
    E eu pedindo divulgação no Twitter… realmente não é o caminho.

  • EiligKatze

    Para falar a verdade, o André, o Pirula, o Átila, o Iberê e até mesmo o Carlos Ruas e o Gilmar Mendes acabam trabalhando muito mais pela ciência no Brasil que muitos professores universitários juntos. Na verdade alguém que posta um tutorial de como formatar o celular, já está ajudando mais que esses cientistas de panelinha. Afinal o conhecimento só tem valor se for útil para alguém, e só pode ter utilidade se for divulgado para o maior número possível de pessoas

    Pryderi respondeu:

    Gilmar Mendes?

    HAHAHUSSHAUHSHAUHAHAHAHAHAHAHAUSHUASHUAS
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHA
    HAHAHAUUSASHUSAHAHAHAHAHAHAUHSUASHAHAHA

    EiligKatze respondeu:

    Meu deus!!! que furada!!! Troquei o nome do cara! Me desculpe.
    Era para ser Gilmar lopes, do E-farsas.
    É o que dá confiar somente na memória……

    Fábio respondeu:

    Acho que ele quis dizer Gilmar Lopes do e-farsas,não?

    Pryderi respondeu:

    Outro Xeroque Rolmes

    NestorBendo respondeu:

    Acho que ele quis falar no Gilmar do E-Farsas (não sei o sobrenome).

    Pryderi respondeu:

    Temos um Xeroque Rolmes aqui

    NestorBendo respondeu:

    PAIAÇO!

    Luis Fernando respondeu:

    Ministro do STF lol

  • “Vai pra Brasília protestar”.. . é sério isso ?

    Bem… as comissões de orçamento são lá, não numa avenida vazia.

    O pessoal conseguiu reunir umas 1000 pessoas pra protestar contra o descaso contra a ciência e teu argumento é “vai pra Brasília”, realmente, vamos muito longe com esse tipo de atitude.

    O que vai longe é juntar 1000 cabeças passeando numa avenida vazia. Cnseguiram muita coisa em 2015 e 2016.

    Só por desencargo, houveram diversas reuniões com os políticos como vc questionou

    No meio da Paulista?

    inclusive tem uma acontecendo hoje, dá uma pesquisada e vc vai descobrir q as sociedades científicas já cansaram de ir por esse caminho, mas não vêm dado resultado algum.

    Passear por avenida vazia tá adiantando muito. Deve ser por isso que o passeio do ano passado levou a um aumento de 200% nas verbas deste ano

    OPS!

    Tem que ir pra rua e protestar contra os cortes sim, não importa a ideologia política

    ,b>Num domingo, numa avenida vazia. Nem está saindo no jornal. Protesto de taxista é mais eficiente, o que é provado pelas leis limitando o Uber e transportes por aplicativos. Taxistas não fazem passeio em avenidas vazias.

    se vc tem o mínimo de apreço pelo conhecimento científico é impossível ficar alheio numa situação em que a previsão é de corte de 56% pro orçamento da ciência no ano que vem.

    Eu não fico. Não implica que eu vá passear numa avenida vazia.

    Lembra dos protestos e manifestações pelos 20 centavos, que não era apenas pelos 20 centavos mas só resultou em 20 centavos? Pense agora em passear numa avenida vazia o que vai resultar.

    Parabéns pelo seu trabalho como divulgador científico cara

    é muito necessário que pessoas divulguem a ciência na internet, quanto mais melhor…

    Me bajular não vai mudar a minha opinião. Passear por avenida vazia não resolve nada.

    mas não é a tua coluna nesse blog q vai reverter os cortes…

    Nem tenho esta arrogãncia. Quem tem é quem passeia por avenida vazia num domingo, para segunda -feira não ser notícia

    a situação é desesperadora e se não tiver mobilização agora, pode crer que eles vão continuar tirando da ciência já que “ninguém reclama”.

    Reclamar em avenida vazia não é reclamar.

    a 1ª marcha foi um evento mundial em protesto aos “fatos alternativos”, a 2ª e a 3ª que tomaram como pauta os cortes.

    Caguei. Resolveu alguma coisa? Receberam mais verbas? Não. POlítico fez foi rir de um bando de imbecis andando domingo numa rua vazia. Não houve pressão, não houve transtorno. Quem vai querer perder tempo com algo que não incomodou ninguém?

  • O que você sugere então? Por que parece que vc sabe a fórmula secreta para as pessoas (incluso políticos) passem a notar a ciência e entender sua importância no cenário nacional.

    Eu disse. Não tenho culpa se seu analfabetismo funcional o impediu de entender.

    Você critica os cientistas que foram à rua, sem nem saber como o movimento ocorreu efetivamente.

    Hoje é terça-feira. Cadê o resultado? Não vi nenhum. E o passeio do ano passado? Resultou em que, mesmo? E o do ano retrasado?

    É triste ver um “divulgador científico” que se demonstra totalmente contrário à discussão e proliferação da “palavra da ciência” e perde a chance de ir num local onde estão reunidas centenas de pessoas cujo desejo é ver a ciência ser valorizada e pior ainda, prefere ficar xingando-os de “imbecis”.

    Eu sou favorável à discussão. Discutiram o que numa rua vazia em pleno domingo? Algumpolítico lá? Alguma liderança os chamou para conversar? Não. mas deixa um bando de taxistas fechar a Preside nte Vargas em plena segunda-feira para ver se num instantinho não chamam para conversar. Conclusão? Taxistas semianalfabetos sabem fazer protestos melhores que mestres, doutores e pós-doutores.

    Sim, são imbecis. E mais idiota é quem defende passeio em rua vazia em pleno domingo achando que alguma liderança política vai se importar.

    Enquanto isso, blogueiros diversãos são chamados no senado. Explique este fenômeno, por gentileza.

    Que pena que vc foi ignorado por cientistas que não quiseram colaborar com seu conteúdo

    Hein? Meu filho, eu tenho doutorado em Química. Meu conteúdo aqui é apenas uma divulgação para leigos, não para mestres e doutores. Estou cagando pra eles.

    mas tá com tanta raivinha no coração de ressentimento que não tá enxergando que esse movimento é muito importante pra cativar as pessoas e principalmente, cativar os próprios cientistas (tinha muito futuro cientista na marcha, graduandos e pós-graduandos a rodo).

    Estou em lágrimas.

    Já saiu verba extra? Não? Ops, mal ae. Seu passeio achando que ia protestar contra algo não serviu de nada. Mas foi um passeio legal. Espero que aquelas CRIANÇAS se divertiram.

    Legal q vc cagou pra marcha, é teu direito achá-la ineficiente

    Obrigado. Você chilicar aqui não é um direito, lembre-se.

    mas então, sugere aí jeitos mais eficientes…

    Releia o texto.

    cria aí jeitos melhores de cativar as pessoas pela causa…

    cativar… pessoas? Não, amiguinho. pessoas não aprovam verbas. Quem aprova são políticos. O que fizeram para chamar a atenção da classe política? Eu não vi nada. Vi gente passeando numa rua vazia. Enquanto isso, Uber e transportes por aplicativos se ferram nas cidades, graças ao lobby de taxista. Mas vc é BURRO DEMAIS para entender a diferença do tipo de manifestação.

    Vc fala como se fosse bem simples resolver um problema dessa dimensão…

    Pelo contrário. Quem acha simples é o bando de IMBECIS, IDITAS E RETARDADOS que acham que passear numa rua vazia nem pleno domingo resolve algo. Resolveu algo em 2015 e 2016?

    SIM OU NÃO? Responde aí.

    Fechando meu raciocínio: ir pra paulista fazer marcha resolve ? Não, mas ajuda,

    Não ajudou desde 2015.

    o mínimo que for cara…

    O mínimo que ajudou foram cortes mais severos ainda. Vpocê não pode ser tão burro assim para não querer ver a realidade.

    se um cidadão passou pela paulista, viu o protesto, se sensibiliou e foi pesquisar sobre, já valeu, já foi mais do que seria sem a marcha.

    Cidadãos não votam orçamento. E a rua estava vazia. Olhe as janelas por onde passaram. ninguém viu. Ninguém se importou, não saiu nada em jornais. Vocês continuam nos seus clubinhos, nas suas torres de marfim. Está funcionando muito.

    Pra mudar esse cenário precisamos unir forças cara…

    ,b>papo de pedagoga. Todo mundo vestindo branco para combater a violência e cantando KUMBAYA, MY LORD, KUMBAYAH. Você consegue ser mais patético a cada linha escrita.

    nós estamos em extrema minoria. Fazer texto XINGANDO diversas pessoas que adotaram a causa não ajuda em nada, ou vc acha q ajuda ?

    Ajudar, ajuda, mas só quando gente burra se tocar que passear por rua vazia é imbecil.