O Experimento de Massaru Emoto

Ancestrais de bactérias já eram hiperresistentes antes de aparecerem animais
Xamãs fazem feitiço do peru pros EUA e Coreia do Norte ficarem amiguinhos

O experimento do Massaru Emoto é aquele tio japa que teceu uma teoria muito legal. Palavras têm sua força, e se colocarmos etiquetinhas com frases tipo “Eu te amo”, “obrigado”, “amor” etc, mudará a rede cristalina da água e ela ficará… bonita. Fofo, não? Entretanto, se você colocar palavras feias, como “você é um idiota”, “imbecil” ou qualquer xingamento, isso poderia mudar toda a disposição dos átomos da água, deixando-a feia e disforme. Sim, isso mesmo! Só uma etiqueta era o suficiente, independente da intenção, caso contrário, a própria intenção do Emoto anularia seu experimento, de acordo com a proposição.

Eu até fiz um experimento para comprovar isso, que eu chamei de “Arroz Sensível”. Será que funciona? E como é isso sobre o Massaru Emoto? O que tem de verdade nisso? (nhé. Você já pode prever qual é a resposta).

Inscreva-se em nosso canal.


Ancestrais de bactérias já eram hiperresistentes antes de aparecerem animais
Xamãs fazem feitiço do peru pros EUA e Coreia do Norte ficarem amiguinhos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • A aguinha do japa não devia entender contexto, já que Imagine é um hino anarquista.

    Como será que a aguinha dele reagiria ao ouvir Enter Sandman, do Metallica?