Inácio de Antióquia: A questionável história de um mártir

Um dos perfeitos exemplos de devoção, amor a uma causa e estabelecimento da profissão de fé são os mártires. Eles se entregaram ao flagelo, ao sofrimento e à morte para mostrar o quanto seu amor a Jesus Cristo era maior e mais importante que tudo na vida, inclusive a própria vida. Um  dos mais conhecidos e venerados mártires cristãos é Inácio de Antióquia, que mesmo preso e sendo levado ao seu destino em Roma, onde seria jogado aos leões, manteve-se sereno e resignado, professando sua fé e exortando as pessoas a seguirem o Salvador, Jesus Cristo, o verbo feito carne.  Mas quem é esse Inácio de Antióquia que desperta tanta veneração? O que a História sabe sobre ele? Vamos buscar a verdade, pois ela nos libertará.

Continue lendo aqui

Mentiroso da um jeito de passar por bonzinho

O que mais vemos hoje é um fenômeno em que a pessoa se posta como mais moral e ética que outras. Ok, isso não é novidade. Pelo contrário, isso vem de longos séculos. Outra coisa que não é novidade é o conceito de “fanfic”, quando a pessoa inventa uma situação em que isso reforce suas qualidades positivas e/ou qualidades negativas do seu desafeto. Pense num caso que eu irei inventar, e qualquer semelhança é mera coincidência. Pense que você vai num banco para sacar uma soma de dinheiro. Por questões de segurança, o banco pede para averiguar. Aí, na hora de falar com as pessoas, você meio que inventa que o banco fechou tudo, chamou a polícia e você foi arrastado de lá. Aí vem a coisinha chata chamada “questionamento”; então, você muda a fala dizendo que você foi na delegacia. Também fala que rasgou seu documento de identificação, mas isso porque o agente policial mandou, já que você não estava com o mesmo penteado. E assim você vai mudando a história, de forma a ressaltar que os outros estão errados e você está certo.

(Lembrando que isso é uma história fictícia. Ninguém seria tão imbecil de inventar uma história sem pé nem cabeça dessas em redes sociais, de forma que concordem que esta pessoa é um mártir)

Pesquisadores resolveram estudar e descobriram uma coisa que todo mundo já sabia mas não com rigor científico): pessoal mente para tirar onda e saírem-se como as mais honestas do mercado.

Continuar lendo “Mentiroso da um jeito de passar por bonzinho”

Comida vegan é tão insuportável e desnecessária que nem vegan come

Em 2013, eu postei meu artigo Veganismo Desmascarado, onde eu me propus (com muita facilidade, diga-se de passagem), refutar as bobagens que vegans propalam. Normalmente, se pegam na primeira parte do artigo, e seus “Links” acabam sendo um festival de vergonha alheia quando eu os destrincho, já que nem eles mesmos leram (se lessem, não seriam vegans, claro). A segunda e terceira parte eles nem viram (a carência nutricional lhes causou debilidade mental e incapacidade de percepção e leitura).

Veganismo, entretanto, virou modinha entre os hipsters e gente que quer se sentir especial (sem ser amados. Ninguém suporta vegans), e daí começou um festival de espertalhões se valendo disso, montando canais no YouTube com dietas vegans. E isso vai muito bem, até que flagraram uma dona que é alta defensora de dieta vegan comendo o maior peixão. Deve ser que peixe não é animal e sim planta, já que é fruto do mar. Vai saber!

Tendo um lauto banquete sem ter a necessidade de suplementação alimentar, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Comida vegan é tão insuportável e desnecessária que nem vegan come”

Pesquisadora cria detector de mentira online. Vê lá o que você anda falando por aí!

Depois do Lie to Me, várias pessoas resolveram se tornar experts em gente mentirosa, tentando ver microexpressões. A série acabou, mas tem o canal Metaforando, que se propõe a analizar a linguagem corporal de pessoas em detrminadas situações e determinar o estado psicológico da pessoa analisada. Já o FBI tem o Behavioral Science Unit (Unidade de Ciência Comportamental), que não é baseada (apenas) em microexpressões, mas em modus operandi de criminosos, tabulando dados e cruzando informações estatísticas, procurando prever o que vai/está acontecendo. Disso veio a série Criminal Minds (só era boa com o Gideon), mas não se liguem em tudo na série. Aquilo é entretenimento, e nem sempre retrata a realidade (quase nunca, seria o termo mais adequado).

Desde sempre, saber quem está mentindo é primordial na hora de julgamentos, decisões de Estado e saber por onde o traste andou, pois chegou em casa com um festival de batom na camisa (se for na cueca, não é preciso detector de mentiras. Erasístrato de Chio (310 A.E.C. – 250 A.E.C.) anatomista e médico grego, designado pai da Fisiologia, já buscava formas de descobrir se alguém estava mentindo. Outro que procurou um modo de descobrir quem estava mentindo foi o psicólogo William Moulton Marston, responsável por duas grandes criações: O polígrafo e a Mulher Maravilha (sim, a ideia do Laço da Verdade veio daí).

Continuar lendo “Pesquisadora cria detector de mentira online. Vê lá o que você anda falando por aí!”

Google NÃO anuncia programa de estágio para negros, mas pessoal morre se não militar

Existe uma expressão em voga chamada “preconceito do bem”. É aquela discriminação marota que não é discriminação se for favorável a determinada etnia, gênero ou orientação sexual. É como dizer que todo homem é um estuprador em potencial, mas se você diz que mulheres são interesseiras é crime capital. É o pessoal que anuncia direto vaga de emprego para determinada etnia e quando você aponta que é preconceito, lhe xingam.

O problema é que é Ok no seu perfil (tá, não é ok. É um comportamento de cuzão), mas um veículo de informação não pode se dar a esse luxo, ainda mais quando sua manchete é errada, absolutamente errada, como aconteceu com o Tecnoblog anunciando que o Google oferece estágio e curso de inglês para jovens negros no Brasil, naquela maravilhosa ideia “se eu falar merda, eu serei divulgado”.

Bem, não posso dizer que não funciona.

Continuar lendo “Google NÃO anuncia programa de estágio para negros, mas pessoal morre se não militar”

Diferença entre Ciência e Pseudociência

Ouvimos toda hora que Astrologia é pseudociência, assim como esses “tratamentos” médicos como reiki, toque terapêutico, acupuntura etc. Têm este nome porque não possuem nenhum respaldo científico, isto é, não segue o mínimo dos preceitos que classificam o que é ciência, restando a serem tidos apenas como uma mera enganação. A questão é que, para se fazer isso, é preciso separar o que é Ciência e o que não, sendo esse “o que não é” chamado de Pseudociência.

Para entender melhor, vamos na base do “não entendeu? Quer um vídeo?”. Sim, eu sei que você quer.

Continuar lendo “Diferença entre Ciência e Pseudociência”

Apple disse que o novo iWatch vem com um ECG. Mas o que ela não nos disse?


Nesta casa só aceitamos Ciência!

A Apple, famosa por suas inovações, lançou seus novos preços. Ah, sim, ela anunciou seus produtos, mas o importante é o preço, mesmo, já que os produtos são mais do mesmo, apenas com uma maquiagenzinha, o que é normal em várias empresas (e na Apple principalmente). Daí, me chamou a atenção… ok, não chamou. O que me chamou a atenção foi todo mundo deslumbrado pois os novos iRelógios estão com a incrível capacidade de fazer um ECG direto no seu pulso. Ele vai avisar quando você estiver com arritmia, vai soar alarmes e os Thunderbirds irão lhe resgatar. Uma grande inovação, certo?

Bem, é a tendência Apple inovando como nunca, copiando como sempre, e seguindo marketing exagerado de suas coisas. Mas quando uma empresa comete uma cagada no projeto de seu telefone, deixando-o que nem uma pedra so de segurá-lo, e o seu CEO diz que a culpa é das pessoas por estar segurando errado, o que se pode dizer?

Sentindo palpitações por ver enganação correndo solta, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Apple disse que o novo iWatch vem com um ECG. Mas o que ela não nos disse?”

Mitos da História

Sempre propagam mitos e mais mitos. Ao longo da História muitas histórias ficaram tidas como verdadeiras, mas são mentiras ou desvios da verdade. As coisas não são bem como voc~es aprenderam e uma mentira repetida acaba virando verdade. Em tempos de internet, mais mitos acabam sendo criados. Edison inventou a lâmpada elétrica? Heidy Lamarr inventou o wi-fi? Napoleão era baixinho, né? E o telefone?

Estes são os Mitos da História!

Continuar lendo “Mitos da História”

Pastor forja o próprio sequestro e pede resgate em bitcoins

Sequestro é uma coisa feia. Eles raptam seu ente querido ou seu cunhado, pedindo resgate. O ente querido, beleza, mas o pior é quando te enchem o saco para pagar para ter o cunhado de volta. Um pastor é diferente. Uma pessoa séria, condutora de almas para nosso senhor Jesus Cristo, Cordeiro de Deus, servo do Senhor Altíssimo, amém, graças a Deus, precisa ser protegida. Assim, quando anunciaram que um pastor foi sequestrado; mas, por sorte, ele conseguiu escapar e foi prestar queixa na polícia, dizendo que tinham sequestrado ele, e exigiram o resgate em bitcoins.

O detalhe é que isso era invenção dele, não teve sequestro nenhum, e não pingou bitcoin. Malditos parentes!

Sequestrando a loucura do mundo para bitcoinar a sua vida, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Pastor forja o próprio sequestro e pede resgate em bitcoins”

Não ligue pro conservante conservador atrás da cortina

FUD é acrônimo para Fear, Uncertainty and Doubt (Medo, Incerteza e Dúvida). É algo que é usado desde séculos atrás, como veículo de propaganda, que não foi inventada no século XX. Ramsés II já usava propaganda para dizer o quanto ele foi um general fodástico na Batalha de Kadesh. Tudo bem que os Hititas fizeram a mesma coisa, e como naquela época não tinha Google, ficava difícil dizer o que acontecia fora do vilarejo.

Claro, uma propaganda não existe para falar a verdade, e sim para CRIAR uma verdade, mesmo que ela não seja verdadeira; mas, HEY, ela não é para você e sim para quem tem tendências a acreditar num princípio pré-estabelecido como sendo verdade.

A Panera Bread é uma cadeia de restaurantes e padarias atuando nos EUA e no Canadá. Estando sua sede em Sunset Hills, Missouri, um lugar que, não sei porque, nunca é destino final de gente que quer emigrar. Estes só querem Nova York, Miami ou Califórnia. Para vender seus produtinhos, nada como usar de propaganda, e qual propaganda é tão boa e efetiva quanto o velho FUD?

Continuar lendo “Não ligue pro conservante conservador atrás da cortina”