Implante cerebral da sensação de tato a tetraplégico

O que dá poder de infecção e resistência às pseudomonas
Os fantasmagóricos sons de Júpiter

Deficientes não querem ser tratados como deficientes. Pessoas acidentadas não querem ser tratadas como pessoas acidentadas. Elas estão pouco se lixando sobre a eugenia do japa filosófico. Elas querem voltar a ser pessoas como todas as outras. Elas querem ao menos passar a ser uma pessoa como todas as outras… normais? Sim, normais. Lamento, mas se você acha lindo uma pessoa ser cadeirante, seu lugar é no Asilo Arkham.

Senhores, nós teríamos a tecnologia para colocar uma pessoa de pé e, não só isso, dar-lhes resposta tátil? Sim, senhores, nós temos a tecnologia.

O dr. Robert Gaunt está pouco se lixando pro japa filosófico, já que ele é de Exatas, sendo um engenheiro biomédico que trabalha como professor no Departamento de Reabilitação e Medicina Física da Universidade de Pittsburgh.

Gaunt olhou pra um paralítico e ia dizendo “levanta-te e anda”, que nem Jesus. Em vez disso, preferiu dar tato a ele (ao paralítico e não a Jesus que está sempre na preguiça, alegando que está pregado). Dessa forma, Nathan Copeland, um homem de 30 anos, tetraplégico depois de um acidente de carro aos 18 anos, conseguiu algo que parecia ser desesperançoso: sentir novamente. Nathan conseguiu sentir tato depois ter ter um implante instalado no cérebro e lhe permite ter sensações de pressão, mesmo com o dr. Gaunt tocando num braço robótico.

Agora vejamos os inúmeros milagres feito em igrejas, terreiros, clínicas de homeopatia etc. que tenham sido publicados em periódico científico. Temos?

Nhé! E você também tem apenas um vídeo. Cadê a publicação, hein? Cadê? Cadê?

Que bom que pediu! Taqui: saiu na Nature.

Pesquisas como a do dr. Gaunt pode não fazer propriamente o paciente levantar, mas com o auxílio de um exoesqueleto, pode-se interagir com o mundo. Segurar uma maçã, sentir a textura da areia numa praia, tocar a pessoa amada

Ainda que eu ande pelos vales da sombra, estarei pouco me lixando, pois estou de pé graças à Ciência.

O que dá poder de infecção e resistência às pseudomonas
Os fantasmagóricos sons de Júpiter

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!