Parent Fail ou “Olha a merda que você tá fazendo aí, pai!”

Está todo mundo comentando sobre como o menino que deu de comer ao tigre (literalmente), no zoológico de Cascavel, na região oeste do Paraná. Isso mostra como a criação dos filhos anda irresponsavelmente na mãos de idiotas, cuja única ação lúcida que devem ter é limpar a bunda depois de ir no banheiro (se tanto!). Mas seria um caso isolado, não? Lamento dizer, mas não.

Afinal, que merda anda acontecendo com a ação parental, hein?

O caso do moleque que deu uma de Jesus e falou "comei que esta é a minha carne" (ou algo assim) é bizarramente estranho. Primeiro, o zoológico errou? Bem, tinha um gradil, que separava a jaula do tigre. Uma placa NÃO ULTRAPASSE estava lá, mas isso é coisa de bichinhas. Macho que é macho ignora essas paradas! Então, o moleque pulou o gradil (com a supervisão do tosco do pai) e foi dar um osso de galinha pro leão. Por quê? Porque ele estava acostumado a dar osso de galinha pro cachorro em casa.

Considerações:

  • Cães são canídeos. Leões são felinos. Não há uma diferença entre as espécies, não?
  • Cães não comem osso de galinha. Imagino como o bicho desta família retardada não deve ser tratado! (eu conheci gente que deu ração de cachorro pro gato. Quase matou o bicho!)
  • Leões não comem galinha, seu energúmeno. Eles comem VOCÊ! (e nem precisa ser leão russo).

Aí, o encapetado do garoto foi pentelhar o tigre. Deu no que deu, e eu ainda acho que o moleque deu sorte do tigre não ter jantado-o. E isso por quê? O pessoal bem que advertiu ao pai, mas ele disse que não tinha nada demais. Isso, ei lá, deve ser problemas de ensino. Professor sempre é o culpado, de qualquer forma. Afinal, as pessoas ainda não entenderam fatos básicos do mundo animal:

O corno do pai não entendeu nosso lugar no mundo: Não temos presas, não temos garras, não temos musculatura, não temos nada que possa fazer frente a algo do nosso tamanho. Nossa única sorte foi termos desenvolvido inteligência (e em casos como o do zoológico, esta assertativa é questionável) e criado tecnologia. Somos ridículos macacos pelados, Somos presas. Somos almoço! O tigre é um tigre. É um predador, com uma única função: ser uma máquina de matar.

Então, o que se faz a respeito? Admite-se a culpa? Chama o Conselho Tutelar e diz o quanto é um incompetente? Não, claro não! Vai é processar o município por danos morais e materiais. Eu, se advogado fosse, defenderia o tigre pois estavam oferecendo comida de baixa qualidade! Cadê o PETA que não vê isso?


Saindo do zoológico, mas ainda no Twilight Zone, aparece mais uma mostra do amor parental. Em Faxinal do Soturno, RS, um pai vinha alegre e faceiro pela estrada. Aí, ele perdeu a direção e caindo num barranco na ERS-149. O barraco era tão sinistro que veículo precisou ser retirado do local com a ajuda de um trator.

O único problema é que ele não tinha carteira de habilitação. Sendo assim, ele ralou peito dali o mais rápido possível. Só tem um detalhe: seu filho de 12 anos ainda estava preso nas ferragens.

Se é mentira, é do G1. Não tenho nada com a loucura alheia. Com um pai como esse, eu acho que prefiro fazer amizade com um tigre.


Enquanto isso, no brioso município de Patrocínio, no Triângulo Mineiro, adolescentes nem sempre comem em silêncio, principalmente quando estão comendo alguém de porrada!

No referido caso, um grupo de vagabundos, menores de idade mataram homem por dívida de R$ 20. O local é ponto de venda de drogas, mas isso é detalhe. A pirralhada foi apreendida, e não presa, pois são incapazes perante a lei. Um casal que estava perto e presenciou o ocorrido foi preso, porque não ajudaram a vítima.

A essas alturas, estão todos soltos, portanto, se você mora em Patrocínio, procure patrocinar sua saída daí o mais rápido possível!


Para finalizar a insânia de hoje. Eu tive que fazer parte de uma espécie de Comissão Disciplinar, no colégio onde trabalho. A questão é que começou a circular um vídeo de uma das alunas transando com o namorado (vídeo esse gravado por ela mesma e disponibilizado por ela mesma, pois ela é prafrentex e desafia a tudo e a todos.

A mãe não acha nada demais e já deu problema antes no colégio, quando essa aluna e uma outra começaram um estival de baixaria no Facebook, com, no mínimo, uma chamando a outra de "piranha", no melhor estilo "briga de lavadeiras".

O caso agora foi mais grave, pois quase todos os alunos já têm esta maravilhosa obra de arte cinematográfica e quando quiseram me mostrar, eu tampei o celular e disse para não me mostrar nada, pois só o ato de você VER uma menor em vídeo de sacanagem já dá cadeia.

Ops, desculpe! Eu não disse a idade dela: 12. D-O-Z-E!!!!

Ontem chilicaram comigo, porque o cara que pega uma menina dessas é tarado. Eu disse que elas TAMBÉM têm uma parcela de culpa, sim. Mas o coitadismo reinou e eu mandei a interlocutora pro limbo tuíterístico.

Essas garotas já tem um corpitcho mais ou menos. Pegam as carteiras de identidade e falsificam e ralam peito pras boates, onde o segurança confere (mas não muito). Então, o cara está numa boate (que por lei, só pode deixar maior entrar). Ele vê uma mulher lá, numa roupa decotadérrima. O que ele vai pensar?

( ) Um, uma menor cheirosa. Vou me fazer hoje!
( ) Menor! Sou um tarado que pega até cabo de vassoura. É hoje <esfrega as mãos>
( ) Se está aqui, é maior de idade. Vamos nessa!

Lembrando que boate não é iluminada como estádio de futebol. O lance é semi-escuridão, para facilitar os enlaces, se me compreendem (e daí o motivo, junto com o álcool, de você só voltar com mocreia pra casa).

Não que eu acho que, DEPOIS QUE SABE, o cara não tem culpa se continuar. Tem. Mas a distinta donzela bem que está com a perseguida acesa. Pais parecem pouco se importar, desde que não encham o saco.

Quando estava no disse-me-disse, eu sugeri com simplicidade: "Fácil de resolver! Chamem o Conselho Tutelar e entreguem o caso. Isso é problemas na criação, não nosso. Não somos responsáveis pelas besteiras que os alunos fazem."

Obviamente, as filhotes de Paulo Freire disseram que isso é um absurdo, pois o colégio tem parcela de  responsabilidade.

Eu redargui dizendo que não éramos responsáveis por perseguida de ninguém (na verdade, eu falei "anatomia"); mas, obviamente, fui voto vencido. Já tinham chamado a mãe antes, e nessa ocasião, a garota chegou montada no demônio dizendo que ela era livre para fazer da vida dela o que quisesse e o colégio tinha que aturar.

Ninguém aprendeu a lição, e eu só tenho a dizer "eu bem que falei", mas ninguém escutará mais uma vez.

A falta de criação séria, de moral e bons costumes anda galopante. Não que eu ache que devemos colocar os filhos em internatos e as filhas em conventos, mas assumir o papel principal enquanto pais, que é educar a bosta dos filhos, mas a lei do menor esforço impede.

Assim, lembre-sem, pais. Ou seu filho perderá um braço, ficará em ferragens de carros, cometerão assassinatos ou trarão pra casa um neto, uma doença venérea ou ambos. E a culpa, sabe de quem é?

DE VOCÊS, SEUS RETARDADOS INCOMPENTES, QUE JAMAIS DEVERIAM TER TREPADO!

O que seu filho está fazendo neste instante? Você sabe?

6 comentários em “Parent Fail ou “Olha a merda que você tá fazendo aí, pai!”

  1. André comentei aqui em casa sobre a situação desse garoto. Só de ver um menino daquele tamanho na frente do leão já dava calafrios. Pensei nesse momento que o legão daria uma bocanhada e arrancaria a mão dele (o prejuízo seria menor nesse caso) mas não foi o caso.

    Pelo que vi numa reportagem aparentemente o pirralho já tinha se engraçado pra uma suçuarana também e depois com o leão, por último veio o tigre. Vale o ditado: um é pouco, dois é bom, três é demais.

  2. Pra contrabalançar o cara do acidente de carro teve a mulher na Grajaú-Jacarepaguá que pediu pra salvarem o filho e morreu pouco depois com a explosão do carro. :(

  3. Juridicamente a escola seria responsável (teoria da guarda do CC) se ela tivesse tido relações, ou sofrido algum dano, dentro da escola, pois ela esta sob a responsabilidade a instituição quando dentro se sua propriedade.

    Agora concordo com André, se ela grava, disponibiliza, a mãe não está nem ai, e muito menos ela, o máximo que se pode fazer é avisar o conselho tutelar, qualquer outra atitude é perda de tempo.

  4. Concordo com o advogado. A culpa é do zoológico por não disponibilizar uma placa alertando do risco em idiotes.

    “Naun pace das gradi, si naun o trige avanssa. “

  5. FEBEAPA? (para os mais velhos)
    Agora, cá pra nós: O garoto deu a mão e o tigre quis o braço todo; não dá pra confiar em ninguém.

Deixe uma resposta para GusC Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s