Homem recebe prótese de mão com capacidade de sentir tato

Há 9 anos, o destino foi cruel para com um homem. Este homem, por causa de um rojão ,perdeu uma de suas mãos. Dennis Aabo Sorensen viu sua vida esfacelar, pois perder partes do corpo não deixa ninguém feliz, ainda mais se não estava corroído por algum câncer. Denis. Só havia o pranto e o desespero. A tecnologia tinha provido Denis de uma prótese, mas não é a mesma coisa. Não poder acariciar alguém, sentir o toque liso e frio de um simples copo, é privarmos de um dos principais sentidos: o tato.

Em meio a luzes frias, um suave ruído dos reatores de lâmpadas fluorescentes, pessoas trabalham para contornar isso. Elas não olham pra cima pedindo soluções. Elas olham pra baixo buscando respostas;. e estas respostas deram a Denis a primeira mão capaz de registrar a sensação de toque. Sim, ele tinha tato novamente!

A Ciência é emocionante. Enquanto pastores ficam estrebuchando em igrejas curando espinhela caída e mau-olhado, a Ciência resolve problemas, procura respostas e melhora a vida de amputados. Os mesmos amputados que Deus odeia.

No ano passado, uma equipe de engenheiros criou para ele uma mão protética que se conecta diretamente aos nervos restantes na parte superior do braço. A mão capta informações de pressão e textura e manda a informação para estes nervos, que nervosamente mandam pro cérebro. O cérebro interpreta a informação e Denis sente o que está tocando. Isso é tato!

Denis não precisava ficar atento ao que estava fazendo, ele simplesmente faz o que todos nós "normais" fazemos: estendemos o braço, pegamos o objeto com a mão e nem precisamos olhar para avaliar se está muito pesado ou o tamanho do treco.

O dr. Silvestro Micera é, antes de tudo, um engenheiro (eletricista). E como todo bom engenheiro ele acha que se algo não precisa ser consertado, é porque está estragado de vez. As próteses existentes são muito mainstream, e Sinestro, digo, Silvestro resolveu que mão é mão, e tem que sentir tudo à sua volta. Sendo assim, ele se baseou em trabalhos envolvendo transmissão de sinais diretamente aos nervos e, de lá, pro cérebro.

Trabalhando na École Polytechnique Fédérale de Lausanne, na Suíça, o dr. Micera reuniu outros engenheiros para um quebra-cabeças, e engenheiros AMAM quebra-cabeças. Juntos, eles melhoraram um implante que já existia, e com ele ajudaram Denis a reaver a sensação de toque. Os eletrodos ultrafinos com o diâmetro de um fio de cabelo foram implantados cirurgicamente na ulna do braço de Denis, para depois se ligarem aos sensores artificiais da mão biônica; talvez não fazendo-a mais rápida, mais forte, mas com certeza mais sensível.

Os sensores medem a tensão nos tendões artificiais em cada dedo para avaliar a força usada para agarrar objetos diferentes, enquanto algoritmos transformam essas informações em um sinal elétrico que os nervos podem interpretar. O resultado é a sensação em tempo real, incluindo uma gradação na sentimentos que permitiram a Denis poder detectar tanto a forma e consistência. Mil "ALELUIAS" OU DEZ MIL "OH GLÓRIA!" não traduzem este momento:

O trabalho do dr. Micera e sua equipe foi publicado no periódico Science Translational Medicine. E, de resto, fica a mensagem:

5 comentários em “Homem recebe prótese de mão com capacidade de sentir tato

  1. Quando vi a reportagem na tv lembrei-me do Skywalker mas aquilo seria num futuro distante,pelo visto a ciência está mais adiantada que a ficção aqui…

  2. Parece até propaganda do novo Robocop.
    Muito interessante essa mão. Nunca tinha sequer me passado pela cabeça como deve ser terrível não ter o sentido do tato.
    Será que a prótese tem sensação térmica?

  3. É nessas horas que eu olho para meus irmãos (esses mesmos que têm certa aversão para com as exatas) e mansamente digo:
    -“SCIENCE, MOTHERFUCKERS! SCIENCE !!!”

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s