Cientistas produzem rins com células-tronco

Eu não canso de pedir "Sociologia, sua vez!", "Filosofia, sua vez!" cada vez que eu posto algum advento tecnológico que venha minimizar problemas de saúde. Claro, se eu for fazer isso para cada nova descoberta, pesquisa ou estudos inciais da CIência, seria cansativo A realidade é que filosofi e sociologia só existe para termos gentinha chata que vai dar aula de sociologia e filosofia, alegando que estas duas porcarias servem para algo.

Deixando isso de lado (e já sabendo que eles não trarão nada que preste mesmo), vamos ao que interessa: pesquisadores fizeram crescer o primeiro rim do mundo a partir de células-tronco. Cadê aquela vagabundada que diz que o cientificismo não serve para nada? Talvez, na fila de transplante.

A drª  Melissa Little é pesquisadora da Universidade de Queensland, Austrália.  Como nem todo australiano é mal-humorado, peçonhento ou interpreta o Wolverine ou o Agente Smith, m’lady Little, peqena no nome mas uma grandiosidade na Ciência, percebeu que poucas coisas divertidas estavam disponíveis a ela (não tenho informações se ela surfa). Assim, ela resolveu meter as caras e pesquisar problemas renais. Sei lá, acho pensam que ela sabe uma coisinha ou outra, já que tem seu próprio laboratório na Universidade.

Seu foco é investigar a base molecular do desenvolvimento de doenças renais e como dar um jeito na bagaça, livrando as pessoas de problemas de doenças renais crônicas. Eles sabem bem que quando a doença está progredindo, já nos estágios finais, o lance é se submeter à hemodiálise, rezando para deus, upanishads, Krishna, Nossa Senhora do Bom Parto, o Carpinteiro Mágico, Ilúvatar ou à primeira criatura que aparecer de branco no corredor do hospital, seja médico, enfermeiro, pai-de-santo ou pipoqueiro.

Seria tão legal se houvesse um modo de ter órgãos disponíveis para transplante! Mas temos uma defasagem de caras babacas que caem na lábia de qualquer garota encontrada em boate, para depois aparecer numa banheira de gelo sem um dos rins!

Se ao menos Deus a Ciência pudesse fabricar o órgão…!

Como doação de rins depende de TERMOS um rim disponível e, além disso, temos problemas logístico de como e para quem levar o rim, fora o problema de rejeições etc. Não seria mais legal se o rim tivesse a mesma carga genética da pessoa que precisa dele? A drª Little (que espero não ter sido sacana o suficiente~´para ter um filho com nome Stewart) espera entender a base molecular do desenvolvimento normal do rim e da doença renal, de forma que possa usar células-tronco para produzir um rim novinho, zero-bala!

A bem da verdade, o rim obtido não é bem um rim, rim completão, mas um tecido renal, oque, convenhamos, é MUITA COISA! Mesmo um "micro-rim", ele funciona como um rim deveria funcionar, o que mostra que a pesquisadora está no caminho certo. A pesquisa foi publicada no periódico Nature Cell Biology.

A pesquisa me lembra muito quando produziram pequenos fígados em placas-de-petri, anteriormente publicada aqui, é lógico.

CLARO, a drª Little e seus colaboradores estão estudando para aumentar o tamanho dos rins em dias futuros, já que não teria nenhuma graça produzir rins para amebas, apesar de algumas pessoas derem o QI delas. A meta é que dentro de três ou cinco anos, os órgãos artificiais possam ser utilizados para permitir que os médicos para reparar os rins danificados dentro do corpo, mandando os problemas renais e riscos de rejeição para um simples rodapé sardônico em um livro de Ciências de Ensino Fundamental.

Mais obviamente ainda é que isso está longe de acontecer, mas como no século passado ainda se morria de tuberculose, acho que estamos melhorando de maneira absurdamente rápida.

Enquanto isso, em alguma faculdade de Sociologia, em meio a uma nuvem de pensamentos, incertezas ou algo um pouco mais suspeito, várias pessoas torcem o nariz sobre como o cientificismo está acabando com a humanidade. Coitados.

24 comentários em “Cientistas produzem rins com células-tronco

  1. Com certeza filósofos filosofarão sobre até que ponto a ciência pode ir, quais orgõs podem ser trocados até que um pessoa seja considerada outra, etc, etc, etc…. enquanto poucos salvam vidas de verdade!

  2. a importância da filosofia é muito grande, inclusive para a ciência. Bertrand Russel, Einstein e tantos outros não eram filósofos? Claro que deve ser acompanhada de perto pelo método científico senão fica algo parecido com religião. No curso de matemática aprendemos a filosofar e é filosofando que conseguimos provar teoremas, entender conjecturas,etc.

    1. Me dê UMA utilidade prática da Filosofia.

      Só UMA!

      No curso de matemática aprendemos a filosofar e é filosofando que conseguimos provar teoremas, entender conjecturas,etc.

      Fala isso num curso de Matemática. Leva uma armadura.

          1. Ele era matemático E filósofo. Que para mim a única diferença entre um matemático e um filósofo é que o primeiro consegue descrever o que está pensando em linguagem matemática.

            “Chamar aquilo de filosofia é coisa de quem não entende picas de matemática.”

            Essa foi a parte mais engraçada.

          2. se baseia nas suas, por isso está essa merda. Se minhas opiniões são sem sentido me mostre em que pontos estão para poder melhorá-los. Essa é a diferença entre mim e você, enquanto eu faço as coisas acontecer você apenas a observa e bate palmas, mais um passivo metido a arrogante.

          3. @Victor B.M,
            Se baseia nas suas, por isso está essa merda.
            .
            Uma opinião que defende a Ciência, que teve em uma de suas utilidades práticas a produção de rins com células-tronco. Não vejo merda nenhuma por aqui.
            Agora vamos a sua opinião sobre a filosofia. Vejamos quais foram suas utilidades práticas … … … Espera, deve ter uma sim… Ér… Deixa eu ter com o Oráculo Google… … …Hummm… É, não tem NENHUMA. Ah, sim! Aqui sim temos uma merda…
            Mal aí.

  3. Como estudioso do direito não posso dizer que filosofia não tenha lá sua utilidade, v.g, o surgimento do neoconstitucionalismo que se deu muito por conta do movimento pós-´positivista que dentre outras características aproximou o direito da filosofia, o que levou a teorização de direitos fundamentais baseados na dignidade da pessoa humana (conceito estritamente filosófico) usados por nossa constituição atual, dentre eles o direito à saúde.

    Apesar de defender meu peixe, reconheço, o direito e a filosofia apenas dizem o que deve ser feito, enquanto a ciência de verdade é aquela que faz a bagaça acontecer, ao invés de apenas ficar teorizando o mundo ideal.

    1. @Slade, No meu ver, filosofia e direito são duas áreas que se valem de termos dificeis e de pouca compreensão unicamente para mascarar o fato que qq um pode ser das ditas áreas, criando uma “elite intelectual”.
      Não há motivo técnico nenhum uma sentença judicial usar termos complexos a não ser para esconder a simplicidade do resultado!

      1. @JCFerranti, Nossa… Eu não poderia concordar mais com você, tirou as palavras da minha boca.
        O direito é um ‘enrolation’ politicamente correto, que se utiliza de uma linguagem exageradamente culta para mascarar suas ações enquanto à vista de 99% do público.

      2. @JCFerranti,

        Mas é aquilo: quando o “qualquer um” se vale do seu poder no direito, naquilo que as leis o permitem (habeas corpus, direito do trabalho, juizados especiais, etc., que não precisam de advogados), quase sempre se dá mal porque não tem o mínimo conhecimento das leis, como elas foram formadas, quais são seus princípios, quais são suas correlações, quais são os prazos dos processos, custas, jurisprudências e etc.

        Se você acha que os termos são difíceis, tenta ler um livro do José Afonso da Silva, Canotilho e Vital Moreira, Pacelli e etc., que não se valem de termos difíceis (juridiquês) mas tem lá suas grossuras enormes por causa dos anos de estudo sobre o assunto.

        Você deve conhecer o direito antes de criticá-lo!

      1. @Lucho,

        Antigamente no movimento chamado constitucionalismo que ignorava a filosofia, a constituição só servia para limitar o poder do Estado. Depois com o surgimento do neoconstitucionalismo e a aproximação com a filosofia, as constiuições começaram a levar em consideração os “direitos básicos dos humanos”, que eram trazidos pela filosofia.

        Direito é um saco, relevem, estou estudando feio louco para um concurso dificílimo, a lavagem cerebral é tão grande que as vezes nem percebo que estou sendo prolixo.

        Se tudo der certo ainda vou me graduar em biologia daqui uns anos, e vou fazer algo útil pra humanidade!

    2. @Slade,
      , v.g, o surgimento do neoconstitucionalismo que se deu muito por conta do movimento pós-´positivista que dentre outras características aproximou o direito da filosofia, o que levou a teorização de direitos fundamentais baseados na dignidade da pessoa humana
      http://www.elsewhere.org/pomo/

      @toppic
      Um pequeno passo para a ciência, um grande passo para a humanidade.

  4. O que esse pessoal da área de ‘humanas’ não entende, ou se recusa a aceitar, é que eles ‘trabalham’ na área , digamos assim, de ‘HUMANAS’ for Satan Sake. Simples assim.
    Filosofia, sociologia e por aí vai, só existem por obra e graça do homo-sapiens.
    A natureza ignora as abstrações propostas por macacos metidos a besta.
    Nem o leão nem a zebra sabem bulhufas de física, mas nem por isso
    a física deixa de agir em suas vidas.

    1. @Irres Ponsavel, Exatamente.Um leão nunca se sentou em uma sala de aula,mas sabe que deve se aproximar ao máximo de sua presa,sem ser visto,pois sabe que atinge uma velocidade muito maior do que esta,porém só tem fôlego para um pequeno intervalo de tempo.Isto é,se o leão “não resolver a parada” em alguns poucos segundos,a zebrinha tem grande chance de escapar.Resumo da opera:Um leão entende mais de física do que filósofos ou pedantes,digo,estudantes de Direito.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s