Pesquisa indica uso de impressoras 3D na produção de ossos sintéticos

A onda agora é usar impressoras 3D em tudo o que for possível. Eu QUERO ter uma impressora 3D. Você quer uma impressora 3D. Até mesmo Jesus iria querer uma impressora 3D e ele poderia fazer seu próprio pão ao invés de dividir com os bebuns da Santa Ceia.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts agora pretendem usar impressoras 3D para "imprimir" nada mais, nada menos, que ossos.

O dr. Markus Buehler, do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental do MIT. Ele estuda a Natureza e como pode interagir com ela, deixando-a melhor, mais forte, sem ter que apelar para peças biônicas. mesmo porque, se depois de 3 e meio bilhões de anos você chega numa determinada conformação, depois de trilhões de tentativas e erros, o melhor é tentar seguir aquele caminho do que reinventar a roda. Ou no caso, o osso. A diferença é como o trabalho será feito.

A questão é, então, como produzir algo semelhante aos nossos ossos com todas as suas características. Obviam,ente,usar tecido vivo tem seus problemas. Como ele morrer, por exemplo. Então a saída é usar metamateriais, que nada mais são do que materiais artificiais geneticamente modificados (ou sintéticos) para ter propriedades que não podem ser encontrados na natureza. Maiores informações na sua Wikipédia (a de verdade). Dessa forma, Buehler – que não tem o costume de matar aula para passear com uma namorada, seu amigo e uma ferrari – desenvolveu, junto com seus colaboradores, um método para projetar materiais sintéticos e produzi-los com o auxílio de uma impressora 3D.

Um dos principais focos da pesquisa é o uso para a substituição de ossos. O problema do osso é que… bem, é osso ter que reproduzi-lo, pois ele não é apenas "osso". É um tecido vivo, composto por colágeno (uma proteína) e hidroxiapatita, um fosfato mineral que é o "cálcio" dos ossos. Elas estão depositadas de forma a construírem padrões hierárquicos, isto é, em camadas distintas onde uma camada "mole" (o colágeno) é logo seguida de uma camada "dura" (a hidroxiapatita). Isso até parece simples e ordenado, mas não é, pois temos 3 dimensões envolvidas.

O dr. Buehler e sua equipe analisaram todos os padrões e construíram modelos computacionais deles. Daí, vem o mais "simples": programar uma impressora 3D para esculpir uma peça de osso, utilizando polímeros macios e duros, a fim de substituir o colágeno e a hidroxiapatita. A vantagem desta técnica é que a impressora 3D irá imprimir usando os dois materiais ao mesmo tempo A pesquisa foi publicada no periódico Advanced Functional Materials.

Buehler não é bobo nem nada. Por mais que os padrões que ele analisou sejam plenamente recorrentes na Natureza, como bom engenheiro ele sabe que nada é tão bom que não possa ser melhorado. E se não pode ser melhorado, está quebrado de vez. Assim, ele não só aproveitou o design natural como deu umas mexidinhas nele, já que a Seleção Natural não foi projetada para ser perfeita. Mas a inspiração que ela trouxe (um material molenga e elástico associado com um material duro e resistente) traz um grande avanço nas pesquisas e daí é só melhoria, para a nossa alegria.

A maravilha disso tudo é que o processo pode ser dimensionado para proporcionar um meio de fabricação de baixo custo, com pouco mais de 2 materiais, o que permite que esteja acessível a qualquer centro produzir um osso artificial sob medida. O que será de grande valia a idosos principalmente, nas não só, pois ninguém sabe quando um cassetete perdido virá em sua direção.


Fonte: Mãe da Criança

2 comentários em “Pesquisa indica uso de impressoras 3D na produção de ossos sintéticos

  1. Interessante notar é o quanto os crentelhos rezam e o quanto de gente que nasce aleijado, sem perna… ou perdem membros em acidentes….

    Enquanto eles rezam para “aceitar” a situação (e curioso que eles deveriam rezar para crescer novos membros…), nossos cientistas trabalham para REALMENTE criar novos membros.

    Fail nas “rezas”…

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s