Advogados evangélicos deram OK para a Portaria de Satanás

O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA, no uso de suas atribuições que lhe conferem inciso II do parágrafo único do art. 87 da Constituição, e o inciso V do art. 37 da Lei nº 13.844, de 18 de junho de 2019, e com base no § 2º do art. 7º da Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997, no inciso IX do art. 45 e § 6º do art. 50 da Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017; e no parágrafo único do art. 191 e art. 207 do Decreto nº 9.199, de 20 de novembro de 2017, resolve:

Bem, é assim que começa uma portaria expedida pelo Ministério da Justiça. Em resumo, esta portaria veda o ingresso no país de estrangeiros suspeitos de envolvimento em crimes específicos, como terrorismo. Seria como proibir que parasitas políticos brasileiros no exterior pudessem voltar ao Brasil, mas não é bem assim. Claro, teve gente reclamando, e ministro Sérgio Moro citou que a ANAJURE (associação de juristas evangélicos) apreciou muito a referida portaria. O número dela é 666.

Postando direto das profundezas do Fundo do Poço (não do Inferno, pois o Diabo fugiu daqui), esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Advogados evangélicos deram OK para a Portaria de Satanás”

Em casa de coach sentimental pega-se namorada de pau

Não, isso não é título de algum filme da Brasileirinhas, mas é sacanagem de qualquer forma, ainda mais com um trocadilho tão horroroso, mas tão horroroso que estou muito orgulhoso dele. A questão toda é aqueles ditados dizendo que é fácil ser um profissional quando não se aplica na sua própria vida, como é o caso do “coach” (um palestrante hipster) que mantém um canal no YouTube para idiotas e fica dando palpites na vida conjugal, mas que acabou indo em cana depois de meter a porrada na esposa.

Seria Sexta Insana, mas quem disse que esperarei três dias?

Continuar lendo “Em casa de coach sentimental pega-se namorada de pau”

Mitos da Medicina 3

Sim, a série que vocês tanto gostaram está de volta. Péra. Não é a que vocês tanto gostam? Bem, agora já era. ;)

Entre moedas caindo de um prédio, raios fulminando locais, crianças zuadas por causa de uma colherada de açúcar, ainda se acredita em muitas bobagens. Não importa o que a ciência diz, o que importa é o “conhecimento” que as pessoas espalham por aí, certo? Óbvio que você sabe que eu irei que não é bem assim, que ainda temos muitas bobagens sendo tidas como verdade. Vamos a elas?

Continuar lendo “Mitos da Medicina 3”

Deus precisa de defensores

Deus é um menininho coitadinho, indefeso e fraquinho. Este serzinho inútil, tosco e desprezível é tão ridículo que é incapaz de tomar uma decisão quando falam mal dele. Ele corre para a barra da saia de quem o inventou e, com isso, seus fiéis seguidores tomam à frente para defendê-lo. Sem essa galerinha da pesada, Deus jamais teria condições de se defender e falar por si mesmo. Aquele do Velho Testamento é muito melhor, mas a realidade nunca é como nos livros de ficção.

Continuar lendo “Deus precisa de defensores”

A Torre de Marfim da Ciência

O Brasil tem um fenômeno interessante: Até mesmo cientistas odeiam ciência. Eles detestam divulgar seus trabalhos para a população, fazem-no de má vontade, num pedestal, numa torre de marfim. Reclamam quando lhes cortam a verba, mas não conseguem angariar simpatia da população, já que ficam bem longe dela, muitas vezes so fazendo divulgação para outros pesquisadores na base do “Olha como sou o máximo!”.

Por outro lado, agora temos divulgadores de ciência modinhas, dourando tudinho e perdendo conteúdo, fora aqueles que deturpam descaradamente ou são incompetentes mesmo. Sem falar em outros sebosos que se acham mais divulgadores que os outros.

E isso é pura estupidez de todos esses lados.

Continuar lendo “A Torre de Marfim da Ciência”

Sobre o corte no CAPES e pesquisas idiotas

Você ainda se lembra do fuzuê que deu porque o CAPES teve ataque de pelanca e falou que não vai ter verba, que ninguém vai ter verba, que todas as pesquisas e doutoramentos estarão cancelados sem as verbas. BUÁÁÁÁÁ, cadê meu dinheirinho? Também devem ter lido meu artigo sobre isso, mostrando as maravilhosas pesquisas importantíssimas, certo?

Bem, aqui vai um videozinho que eu fiz sobre isso. Se você não leu, taqui a sua chance. Se leu mas quer ver a minha carinha lindinha comentando sobre isso, taqui a sua chance. Se você não quer ver o vídeo, só dá joinha, curta, compartilhe, deposite 5 mil reais na minha conta e me mande pudim de chocolate.

Continuar lendo “Sobre o corte no CAPES e pesquisas idiotas”

Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS

Eu sempre digo que religião é um câncer sociológico. Ele se alastra fundo, causa metástase e acaba sendo mais do que maléfico. E mortal! Eu aceito que a pessoa resolva se conectar com uma esfera que ele não compreende, passe a acreditar que haja seres supranaturais ou, pelo menos, sobrenaturais, mas tenho verdadeiro asco por institucionalização da fé, em que um líder diz o que você tem que fazer, pensar e agir ou um Deus bom, justo e misericordioso vai destruir a sua vida de forma selvagem.

Muitos pesquisadores têm uma religião, mas sabem diferenciar as coisas. Aí, as pessoas ignorantes (por não saberem) depositam sua esperança em alguém que fala bem e isso é sua ruína (na verdade, isso vale para religiões, política, vendedores de “bilhetes premiados” e o cara que usa, abusa e lambuza e não liga no dia seguinte).

Nisso acaba o triste caso de uma pessoa que estava com vírus da AIDS, estava se tratando, o tratamento estava fazendo efeito e acabou numa religião, na qual foi levada a testemunhar como Jesus a curou. Parou o tratamento e o resto você já sabe. A igreja você pode adivinhar qual é.

Continuar lendo “Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS”

Faculdade de Medicina tem cadeira de Espiritualidade. Vai um passe aí?

Eu já falei que o Brasil vive na Era Pré-Científica, mas as pessoas não aceitam. Eu digo que no Brasil a população odeia Ciência, me xingam. O mundo real concorda, mas as pessoas tampam os ouvidos e fazem LÁ-LÁ-LÁ-LÁ-LÁ. Eu ja nem falo mais de Homeopatia, já que esta bosta é reconhecida desde a década de 1960. Estamos caminhando para a catequização dos meios científicos. A religiosização dos cursos universitários. Agora, na UFF, temos cadeira de religiosidade na faculdade de Medicina.

De branco, os médicos já andam. Ao invés de tratamentos teremos despachos?

Pegando gente que acredita em fantasminhas de porrada, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Faculdade de Medicina tem cadeira de Espiritualidade. Vai um passe aí?”

Comunidade autossustentável precisa que alguém a sustente

Eu acho comunistas uma classe de pessoas fascinantes. São dignos de serem observados por um zoólogo. O mais interessante de comunistas é que eles adoram as maravilhas do Capitalismo. Não só adoram, como praticam; mas parece que não sabem disso. outra coisa que eles não sabem é o mínimo de Biologia e isso acarreta em certas peculiaridades, como uma certa ONG que resolveu plantar arroz orgânico, sem estes venenos que o agronegócio malvado usa, tendo enormes gastos, porque se tem uma coisa que o Capitalismo Opressor gosta é de gastar dinheiro em demasia. O problema foi que eles perderam toda safra de arroz e agora estão pedindo ajuda aos universitários ao pessoal para doar dinheiro pra eles, porque é assim que o mundinho deles funciona: não deu certo, pede dinheiro pro papai, pros amiguinhos, para a Internet inteira.

Continuar lendo “Comunidade autossustentável precisa que alguém a sustente”

Caixa Econômica conta com poderes astrológicos para impedir fraudes

Tem muita coisa insana neste mundo de Hades. Ainda mais quando envolve alguma coisa com relação à burocracia estatal. Qualquer um que já teve que ir num cartório ou qualquer repartição pública sabe o inferno que é quando começam a pedir o CPF do seu avô irlandês que nunca pousou os pés no Brasil e tenho dúvidas se vovô Seamus sabia em que continente o Brasil ficava (sim, isso aconteceu comigo num cartório. Foi duro fazer um zé ruela entender que meu avô não só nunca veio aqui, como falecera em 1953, tendo o CPF sido criado em 1965, ainda com o nome de Cartão de Identificação do Contribuinte).

Quando se tem que lidar com a Caixa Econômica, então, é o ápice da insanidade. É tão insano as exigências que querem até saber o seu signo. Até isso eu tenho que decorar?

Continuar lendo “Caixa Econômica conta com poderes astrológicos para impedir fraudes”