Mulher burra toma na cabeça literalmente em busca de ter um filho

Eu acho que devemos dar valor aos saberes de diferentes culturas. Afinal, elas têm muito o que nos ensinar em termos de ciência, medicina, engenharia etc. Podemos ser melhores e aplicar esses conhecimentos antigos no bem-estar das pessoas. Um exemplo disso é como o Paquistão tem os exames pré-natal e tratamentos para garantir uma vida saudável ao bebê.

Como meter um prego no crânio de uma grávida para garantir que nasça um menino.

Martelando toda a maluquice que há no mundo, esta é a sua SEXTA INSANA!

Tudo começou quando uma mulher (não identificada ainda) chegou no Hospital Lady Reading, em Penshawar. Ela tinha um prego de bom tamanho (uns 5 cm) enfiado na cabeça. Por sorte dela, o prego entrou no crânio, mas não atingiu o cérebro, e eu nem sei por que se importar, já que ela fez isso deliberadamente e por um motivo nada obtuso: ela queria ter um filho homem.

A paciente é mãe de três filhas disse e estava grávida de outra menina. O marido brigou com ela, surtou e queria porque queria que fosse um menino. Assim, ela fez o que qualquer pessoa evoluída e estudada faria: consultou um curandeiro de beira de estrada.

Curandeiros são arroz de festa no Paquistão, e são buscados por um bando de idiotas supersticiosos pessoas que buscam soluções espirituais para resolver os seus problemas. A maioria desses curandeiros são clérigos islâmicos e outras pessoas de outras religiões, e aquilo é algo mais confuso que as loucuras que aqui no Brasil, terra do evangelico que vai em terreiro de macumba e acende vela para Nossa Senhora, além da figurinha fácil do católico não-praticante.

A mulher disse inicialmente à equipe do hospital que ela mesma havia martelado o prego em sua cabeça a conselho do curandeiro, antes de dizer mais tarde que ele havia realizado o ato, mas efetivamente não foi esclarecido se foi o tal curandeiro, a própria dona ou algum parente que martelou o prego. Capaz de alguma tia que saca tudo dessas coisas mandou esta ideia de jerico.

Assim que o pessoal do hospital deu sopa, a dona picou a mula e agora os meganhas estão atrás dela, mas conhecendo a eficiência lá, que faz o Brasil parecer a Alemanha, acho que vai ficar por isso mesmo.

Lembrem-se: é a cultura deles. Não podemos criticar.


Fonte: India Express

7 comentários em “Mulher burra toma na cabeça literalmente em busca de ter um filho

  1. O mais irônico é que, se alguém disser pra ela que a culpa de ser outra menina é do marido e não dela, capaz de ela não acreditar.

    1. Não sei onde eu ouvi isso, mas, lembro de um papo machista pacas aqui no Brasil, que diz que “quando o homem faz a mulher realmente chegar ao prazer, a chance de ser menino é maior”…
      Bem tosco, eu sei. Porém, achei uma ótima oportunidade para cutucar esse pessoal que vive no “quero um filho homem, já tenho x meninas e quero um filho varão”.
      É só soltar um: “Olha, as mulheres quando chegam ao ápice do prazer há chance de ter um filho homem é maior, logo, o problema é que você não sabe fazer direito”.
      Só fiz/soltei isso duas vezes na vida. Nas duas vezes o meu objetivo foi alcançado com sucesso. Atingir o orgulho/ego do cara. Hahahahaha

  2. Imaginem o quão bosta um país precisa ser, para fazer o Brasil parecer a Alemanha.
    Prazer, Paquistão!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s