Igreja Católica está irritada com leis do pais dos outros

A Igreja Chatólica Romana, sendo o que sempre foi, está implicando com leis do país dos outros; e se com todos os países ela fica pentelhando, imagine a Itália, que o pessoal da (nada) Santa Sé ainda acha que é o quintal de casa. Um bom exemplo disso é a celeuma que a SS (Santa Sé. Pensou que era outra coisa?) criou pelo projeto de lei na Itália contra homofobia.

Vaticano disse: “Assim não dá, assim não pode”. Itália responde: “Chupa que é de uva, cáspita!”

O pessoal das batinas ficou bolado com a situação porque isso iria (tchã-raaaaaaaaaaaan) ofender o direito de expressão dos católicos. Quero ver o que eles iriam achar se disséssemos, como nas palavras de Jean Meslier, que “o homem só será livre quando o último rei for enforcado nas tripas do último padre”, o que já seria interessante posto que o Papa é uma espécie de rei, também.

Enquanto isso, Mario Draghi, Primeiro Ministro italiano, mandou o tradicional cala-boca ao dizer que a Itália Estado Laico e que seu Parlamento é soberano. Quer dizer, laico pero no mucho, já que crianças não podem ser registradas na Itália com nomes que não sejam cristãos.

O texto do projeto de lei diz que serão puníveis atos de discriminação e de incitamento à violência contra gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência. Mas os carismáticos católicos, seguidores do Príncipe da Paz, do Maravilhoso Conselheiro, acham que está errado e é um direito inalienável de quaisquer cristãos ridicularizar e cobrir de porrada todas as pessoas. Que absurdo impedir isso!

A SS ainda ficou puta porque no texto não isenta nenhum colégio católico de participar da comemoração do Dia Contra a Homofobia, o que só me faz ter certeza que se Jesus tivesse existido e descesse hoje, teria coberto todo mundo de porrada dizendo “LEIAM A PARTE AMAI AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO, FILHO DA PUTA”.

Pelo visto, Nietzsche estava certo: o único cristão que existiu morreu na cruz.

Fonte: G1

5 comentários em “Igreja Católica está irritada com leis do pais dos outros

  1. Imaginando aqui quando eles morrerem e Lucifer leva eles até Jofiel e ela pergunta: Tu foste um bom Samaritano?
    Daí os bispo cristão respondem “Sim ajudei os pobre e tal como todo bom cristão”.
    Jô e Lú se olham e ela sussurra “cristão… mais um pra ti…” 🤭

    1. A caridade é uma falsa ajuda.
      Na realidade, a real ajuda dada a uma pessoa é você incentivá-la a trabalhar para poder realizar seus sonhos.
      Os católicos praticam a caridade apenas no Natal e se esquecem em outras datas.
      Vejo também muita hipocrisia na Igreja.

      1. Como diz aquele provérbio chinês: “Se tu dá a um homem um peixe, uma hora ele terá fome novamente; Se ensina-o a pescar, ele estará feito na vida.” —Anne Isabella Thackeray Ritchie, Mrs. Dymond, 1885.
        Talvez tu não saiba da peregrinação que moradores de rua fazem diariamente nas capitais, buscando em cada horário uma refeição doada por entidades filantrópicas diferentes. Da coleta e distribuição de agasalho, assistência social, médica e tutelar, amparo ao idoso. Desde veganos e adventistas, até aqueles parasitas da Universal. Todos os dias.

  2. Eu defendo os direitos das minorias.
    Tem muito padre católico que não ajuda as pessoas que mais precisam. Geralmente, os católicos só olham para as pessoas que mais precisam no Natal. E não em outras datas.
    Geralmente, os católicos tem muito preconceito e são excessivamente conservadores.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s