Para surpresa de ninguém, nada foi resolvido no desastre do rio Doce

Pesquisador brasileiro está fugindo daqui e ninguém sabe por quê. RUN FORREST! RUN!
Alunos que não dão ouvidos a causas sociais se ferram no ENEM

Em 5 de novembro de 2015, uma catástrofe aconteceu. O rompimento da barragem de Fundão, no subdistrito de Bento Rodrigues, a 35 km do município de Mariana causou o que é considerado o pior desastre industrial dos últimos anos, com que causou o maior impacto ambiental do Brasil, com toneladas de lama tóxica abalando geral. Cobraram do Sebastião Salgado e ele veio com aquele migué de mudinhas mágicas.

O que poderíamos esperar que tenha se resolvido até agora?

Bem, desastre ocorreu, desastroso continuou. As famílias que perderam parentes e bens ficaram com duas coisas: a perda e uma banana dada pela Samarco. Ninguém foi punido e tudo continua na mesma.

A restauração florestal prevista ainda não começou. No máximo, algumas ações emergenciais que estão lá só para dizer que estão fazendo algo e todo mundo implorando para que mais imundície não chegue até o Rio Doce, que morreu. Já era. Encomenda a alma que o bicho já tá fedendo!

A brutal incompetência brasileira, aliada à corrupção galopante e a total falta de noção garantem que este não deve ser a única catástrofe a ocorrer nas próximas décadas. Não é nem uma questão de “se”, mas de “quando”.

Quando eu falei, me criticaram, me xingaram, Sebastiãozão ia resolver tudo, porque a ONG dele tem muitos cientistas (dizem) e facilmente estariam trabalhando sério. O que temos resolvido? Nada. Vocês deveriam me pedir desculpas e usar as palavras célebres “André tem sempre razão”. Sim, eu sempre tenho, porque eu conheço o Brasil. Conheço o meu gado. E também conheço muito sobre Química de solo e como mata ciliar não serve para porra nenhuma no caso de quaquilhões de lama tóxica empesteando tudo.

No país da impunidade, no país que a única lei observada é a Lei de Gérson. No país que pessoal tem milhões escondido em casa porque tem certeza que não vai dar em nada (e cntinua não danbo), é fácil ter a certeza que o desastre vai ficar lá. A Natureza vai dar um jeito. O pesoal pobre se ferrou, e nada dos responsáveis serem efetivamente responsabilizados e punidos. Tem que ache que dessa vez será diferente. os ealistas já não pensam assim.

Mas beleza. Podem continuar acreditando. Está adiantando muito, não estão vendo?


Fonte: BBC Brasil

Pesquisador brasileiro está fugindo daqui e ninguém sabe por quê. RUN FORREST! RUN!
Alunos que não dão ouvidos a causas sociais se ferram no ENEM

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!