Não ser idiota agora é opressão. Oprimo mesmo!

YouTube, monopólios e a Terra dos Algoritmos Honestos pero no mucho
Grandes Nomes da Ciência: Maria Mitchell

SJW é sigla para Social Justice Warrior. Um grupo de imbecis que se acham melhores que o restante da Humanidade e querem que todos tenham os seu melindres. A geração leite-com-pêra acha que qualquer coisa que destaque um grupo (independente de terem sido capazes ou não) é uma afronta. Agora, veio mais uma amostra desta imbecilidade quando um jornal estudantil da Universidade de Iowa estabeleceu com letras garrafais que pessoas inteligentes possuem um privilégio especial: o “privilégio cognitivo” e que isto é uma forma de opressão.

Sim, eu sou um opressor perto das mulinhas. E continuarei oprimindo. Oprimo mesmo. Oprimo gostoso! Senta e chora… ou ria. Sei lá.

O inútil chamado Dan Williams escreveu um monte de bobagens no The Daily Iowan, cuja página está apenas com “pageok”, mas que esquece que temos o Google cache e, melhor ainda, o screenshot.

Eu gosto de suas bobagens. Vamos começar.

A noção relevante de privilégio que eu defino como a recepção de certos benefícios inteiramente por acidente de nascimento. É inegável que o próprio privilégio é uma realidade. Qualquer um de nós poderia ter nascido a pessoa mais fraca do planeta, que, por definição, escolhe precisamente uma pessoa. Mas todos nós temos o privilégio de não ser essa pessoa. Todos somos privilegiados pela comparação.

Sim, o mundo lhe deve algo. E se você é o mais fraco do planeta, tadinho de você!

Existem muitos tipos de privilégios além do privilégio branco: privilégio cognitivo, por exemplo. Agora sabemos que a inteligência não é algo que temos controle significativo, mas é algo com o qual nascemos.

Não foi o seu caso.

Vivemos em uma sociedade em que o sucesso está cada vez mais ligado à inteligência de alguém. Isso não quer dizer que a inteligência seja o único fator que é importante. Tudo o que está implícito é que, abaixo de um certo limiar de inteligência, há cada vez menos oportunidades.

Sim, porque eu colocarei um épsilon semi-aleijão para ajudar neurocirurgiões. Não, péra! Não temos que ter vestibulares ou quaisquer outras medidas para saber se vc está em condições de cursar engenharia. Coloca lá na faculdade. E se vc não passar, não pode ser reprovado, pois está sendo oprimido pelos inteligentes, aqueles pirocos opressores brancos cis-hetero normativos.

Sim, Danny-boy, oportunidades melhores são para pessoas mais capazes num determinado ramo de atividade. Eu até que sou bom com Informática, mas a Bell Labs não vai me contratar e nem a Microsoft me dará o emprego de Gerente de Projetos. Eu sei Física, mas acho meio difíil me colocarem como diretor do CERN. São coisas da vida, amiguinho. Vc terá que superer isso. Ninguém tem culpa se dona Jacira é melhor caixa de supermercado que você, Danny-boy.

Williams, não canta como a Vanessa, argumenta asininamente que as pessoas não têm controle sobre o quão inteligentes são. Chuif! A vida é uma enorme loteria cósmica cheia de vencedores e perdedores… Buáááááá

PROBLEMA TEU!

O Universo não lhe deve nada, Danny-boy. Já começa que você é um piroco branco, cis-hetero opressor. Ainda quer ditar o que é ser privilegiado? Faz-me rir, né, Danny? Você exerce um cargo de autor e editor. Você tirou a vaga deum mais lentinho. Que tal pedir demissão para corrigir este erro, hein, Danny-boy?

O sujeito ainda arremata aquelas bobagens que os robôs tirarão emprego da massa laboral por fazerem serviços pesados, mas pergunta pra ele se ele quer ficar horas numa fila de banco só pra saber o saldo da conta ou checa no app do celular.

Eu acho que todos os que acharem certo esta posição sobre opressão por privilégio cognitivo, que peçam demissão e deem seus empregos para pessoas menos capazes. Eles? Eles que fiquem desempregados, pois não podem tirar emprego de ninguém. Mas cadê que fazem isso?

E depois de terem lido este texto, espero que tenham se sentido oprimidos, seus épsilons!


Fonte: Daily caller via twit do @diegoconfirma

YouTube, monopólios e a Terra dos Algoritmos Honestos pero no mucho
Grandes Nomes da Ciência: Maria Mitchell

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Gustavo Torres

    http://g1.globo.com/educacao/noticia/satanistas-criam-curso-infantil-para-contrapor-ensino-cristao-em-escolas-dos-eua.ghtml

    Pryderi respondeu:

    O que isso tem a ver com o assunto do artigo?

    Gustavo Torres respondeu:

    De fato, nada. Foi apenas uma sugestão de artigo. Peço desculpas!

    Pryderi respondeu:

    Eu tenho Twitter e e-mail pra isso.

    O mesmo Twitter que eu tinha compartilhado é comentado esta notícia. Área de comentários é para comentar O ARTIGO.

    Gustavo Torres respondeu:

    Novamente, peço desculpas, André.
    Irei me atentar a isso daqui para frente.

  • O choramingo é o conforto dos incompetentes!

  • EiligKatze

    Acho que é um caso de de inveja ao cubo que esse moleque sente dos mais capacitados. Na verdade todo esse vitimismo que aparece hoje em todos os lugares deve ser fruto da inveja: “Já que eu não consigo, ninguém mais deve conseguir, eu sou o único que deve ser beneficiado, e mais ninguém”
    Quando comento por aí que a civilização ocidental chegou ao seu fim, acham que eu estou exagerando.

    Lucas Monteiro respondeu:

    A civilização ocidental está em pura decadência, estamos parecendo os romanos, quando alcançaram um patamar alto entre um dos maiores Impérios da humanidade, começou a se decair por simples capricho e por descuido.
    As pessoas querem encontrar problemas aonde não há, pois como estamos numa época em que não há problemas reais, as pessoas então inventam.
    Agora além de eu ser acusado de privilégio de branco, terei outra coisa para ser acusado. Qual será a próxima opressão que esses retardados irão criar ?

    EiligKatze respondeu:

    Exatamente. Eu me apercebi disso uns anos atrás quando a onda do politicamente correto e da “inclusão social” começou a tomar força. Achei que era moda passageira, mas ganhou ainda mais força e parece que não passar tão cedo. Sem contar a idiotização da população como um todo (que chega até o ponto de ter aviso no pacote de amendoim de que lá dentro tem…..amendoim).
    Ainda bem que temos o Ceticismo.net na área de ciências, e o mises.org.br em economia e filosofia,para trazer um pouco de luz para estas trevas cada vez mais densas

  • Gustavo Torres

    Agora eu que pergunto: O que tem a ver postar um link nos comentários, com não ter discernimento?

  • Gustavo Torres

    Eu quero mais é que o mar pegue fogo, para que eu coma peixe assado. kkkkkkkkkk

    PiscinaMorta respondeu:

    ai sim

  • Que bom que é não ter conta para pagar.

  • Jackson Clarindo

    Olá, André Carvalho!

    Que tal um post sobre um livro no qual os cristãos estão se apoiando muito para afirmar a existência de um suposto Jesus Divino?

    Nome do livro: “EM DEFESA DE CRISTO”

    Pryderi respondeu:

    Meu filhinho, vc sabe QUANTOS livros assim existem?

    Jackson Clarindo respondeu:

    Imagino, André! Kkkk! É que, recentemente, tenho visto em Redes Sociais que os Teístas tem usado MUITO esse livro como um suporte “INABALÁVEL” para validar o Novo Testamento, e, consequentemente, “PROVAR” a existência do tal Jesus bíblico.

    Mas… Valeu pela observação! (Rsrs!??)

    Pryderi respondeu:

    Nhé. Eles não conhecem Wernher Keller: “A Bíblia está certa. Veja aqui: isso tá na Bíblia, então, prova que está certo”