Lord Vader agora faz impressão 3D com metal líquido

Impressão 3D é algo maneiro. Eu queria uma impressora 3D só para imprimir badulaques, como o crânio de um T-rex. Desde bibelôs até próteses de mãos, a impressão 3D é uma tecnologia ainda no início, mas que promete muito para os próximos anos. Mas como fica com relação a peças de metal?

Lord Vader e seu filho usaram sua força para desenvolver uma técnica que utiliza metal líquido para “imprimir” peças metálicas personalizadas. Muito legal, não?

Zachary Vader é um jovem empreendedor. Ele não criou hamburgueria nem dá palestra enganando otários. Aos 19 anos, Zack criou o protótipo de uma máquina capaz de imprimir peças em 3D usando metal líquido, fundando a Vader Systems. Seu pai, Scott Vader é o CEO da empresa, cuja fábrica fica no CrossPoint Business Park em Getzville.

Pai e filho participaram do programa START-UP NY, que diferente do Brasil cria empresas de verdade, e não bobagens para vender lápis feito com corpo produzido com papel reciclável (não estou inventando, e deu tão certo que você viu vários sendo vendidos por aí, certo?).

Papai Scott Vader é engenheiro mecânico, o que facilitou muito o trabalho. Ele ajudou a criar algo novo.

Impressoras 3D de metais existem aos montes, como este aqui.

Técnicas assim se baseiam em usar metal em pó que é montado sobre a superfície que se quer “imprimir”, fundido com um laser e deixado esfriar. Mas a técnica dos Vaders é diferente. Aplica-se metal líquido como se fosse uma “tinta” ou, melhor ainda, é feito como as de plástico mesmo. Nas de plástico o ABS entra sob a forma de fio, é aquecido, fica molenga e a cabeça de impressão vai esculpindo. À medida que o plástico é depositado, ele endurece e pronto.

No caso da máquina dos Vaders, ela pega um filamento de alumínio, por exemplo, aquece até seu ponto de fusão (cerca de 660 ºC), o metal fundido passa para um tubo cerâmico que forma uma câmara de ejecção e tem um orifício submilímetro. Uma bobina magnética envolve o tubo e recebe um pulso elétrico de curta duração para criar uma pressão dentro do tubo que ejeta uma gota do metal liquefeito através do orifício e essa gota é projetada para baixo, sobre uma plataforma aquecida. O processo de fusão, injeção e impressão é muito semelhante à versão que usa plástico. Maneiro, né? Show de bola, né? Quer ver vídeo, né? Então, toma!

Vamos poder imprimir em aço cirúrgico ou titânio para produzir próteses para serem usadas internamente? Possível, mas não é pra já. O sistema funciona? Sim e bem, mas ainda estamos limitados à atual tecnologia, que assim coo a vida, sempre dá um jeito de seguir adiante.

Um comentário em “Lord Vader agora faz impressão 3D com metal líquido

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s