Afinal, o vidro é líquido ou sólido?

Você deve ter ouvido esta história: a prova que vidros são líquidos altamente viscosos é que os vitrais das catedrais são mais grossos embaixo do que em cima; e a única explicação para isso é que o vidro vai escorrendo muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito lentamente ao longo dos anos, décadas e séculos.

É uma explicação simplista para mentes simplistas.

Continuar lendo “Afinal, o vidro é líquido ou sólido?”

Michelângelo: A Mente do Mestre

Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni. Não apenas um artista, mas pintor, escultor, arquiteto, desenhista e gênio. Um dfos grandes nomes da Renascença.

Um dos mais fantásticos artistas entre os mais criativos, magníficos e influentes da história da arte ocidental. Usou desenhos para criar, explorar e se preparar para algumas de suas obras de arte mais famosas. Com os desenhos, aperfeiçoou a forma em termos de beleza e movimento.

Este vídeo é uma pequena mostra do seu gênio, ainda que curtinho, mas mesmo assim um tributo à sua genialidade;

Continuar lendo “Michelângelo: A Mente do Mestre”

O brilhantismo prateado de uma taça romana

Os antigos artesãos eram hábeis e faziam maravilhas, mesmo sendo vistos hoje com cara de “Ué?”. As ferramentas eram limitadas, então, contavam com a sua genialidade. Muitos dos processos ainda são usados hoje, mas com ferramentas modernas.

Este vídeo mostra como uma taça romana de 2 mil anos foi feita, mesmo conservando ainda hoje sua beleza.

Continuar lendo “O brilhantismo prateado de uma taça romana”

A investigação forense de uma estatueta doente

Seria possível saber mais sobre a saúde de pessoas que viveram muito antigamente usando apenas… arte? Sim, é possível. Arte é uma expressão um pouco de nós mesmos sobre nós mesmos. Às vezes exagerada, às vezes fiel. A Antropologia de verdade (não gente que vai em banheiro público saciar seus desejos sexuais) procura entender grupos humanos e como eles viviam. Dá até para saber se eles sofriam de alguma doença congênita.

Sim, arte pode nos dizer muito sobre doenças. Não é nenhuma novidade. Usa-se expressões artísticas para conhecer as condições de doenças mentais dos artistas e até mesmo para saber de problemas reumatológicos de pessoas que foram retratadas em esculturas. Mas uma em particular nos mostra um caso médico mais pronunciado. Uma estátua que retrata um anão.

Continuar lendo “A investigação forense de uma estatueta doente”

Lord Vader agora faz impressão 3D com metal líquido

Impressão 3D é algo maneiro. Eu queria uma impressora 3D só para imprimir badulaques, como o crânio de um T-rex. Desde bibelôs até próteses de mãos, a impressão 3D é uma tecnologia ainda no início, mas que promete muito para os próximos anos. Mas como fica com relação a peças de metal?

Lord Vader e seu filho usaram sua força para desenvolver uma técnica que utiliza metal líquido para “imprimir” peças metálicas personalizadas. Muito legal, não?

Continuar lendo “Lord Vader agora faz impressão 3D com metal líquido”

Composição metálica garante a identidade de esculturas modernas

O mundo da arte fatura milhões e milhões de dólares todos os anos. Isso, como devem imaginar, faz a mão de muita gente coçar, bolando meios de falsificar obras de arte, afim de venderem como se fossem autênticas. Como saber que uma escultura de Rodin, por exemplo é original? Quando os especialistas em arte não conseguem determinar com precisão a resposta, fica a pergunta: Quem poderá nos ajudar? O Chapolim? Não, a Química!

Dr. Marcus Young da Northwestern University, juntamente com os colaboradores do Art Institute of Chicago, determinaram a composição de perfil único de grandes esculturas de bronze da primeira metade do século XX; perfis estes que podem ser utilizados como um outro método para a identificação, datação e até mesmo autenticação desses esculturas. Continuar lendo “Composição metálica garante a identidade de esculturas modernas”