Os segredos genéticos do seu nariz

Tudo o que nós temos e somos são peculiaridades herdadas de nossos antepassados por meio de nossos queridos genes. Vários desses genes nos dão capacidades de controlar o tempo metabolizar lactose, emitir feixes de energia pelos olhos ter olhos azuis, ter a pele com capacidade de se tornar metal mais escura ou mais clara e claro termos narizes de diferentes tamanhos e formas. No último caso, quatro genes  são os responsáveis pela largura, comprimento e afilamento dos nossos diferentes narizes.

Obviamente você vai perguntar “E daí?” Que tal ler o restante do artigo? Vai que aparece uma surpresinha no final?

O dr. Kaustubh Adhikari é pesquisador do Departamento de Células e Biologia do Desenvolvimento, na Divisão  de Biociências que fica no Edifício Darwin da Universidade College de Londres. Você já ouviu falar deste nome? Não? Então, ou você tem péssima memória ou não lê Ceticismo.net com regularidade. Recomendo que o faça. O dr. Adhikari estudou o formato e coloração de diferentes tipos de pêlos (não foi dito se os pubianos, também, mas é óbvio que sim), identificando os genes engraçadinhos que estavam por trás disso. Agora, ele está pesquisando onde se esconde os segredos de nossos narizes.

A equipe do dr. Adhikari coletou e analisou amostras de DNA de 6.630 voluntários, tendo sido escolhidos 5.958 desses voluntários de diversas etnias, negros, europeus, nativos americanos (índios, se não quisermos ser tão politicamente corretos assim) etc., entre homens e mulheres. 14 características faciais foram analisadas e suas informações foram cruzadas com diferentes genes que atuam na aparência; o resto é simples processo de eliminação.

No total foram cinco genes identificados que desempenham papel no controle da forma e características faciais específicas. Os genes DCHS2, Runx2, Gli3 e PAX1 afetam a largura e afilamento do nariz. Já o gene EDAR afeta  a saliência do queixo.

Descobrir o papel que cada gene desempenha nos ajuda a juntar as peças do caminho evolutivo desde nossos mais remotos ancestrais proto-humanos até o ser humano moderno e comentaristas de portais de notícias. É ler nossa árvore genealógica, é conhecer cada um de nossos tatatataravós para, um dia, olharmos para um antigo ancestral nosso e pela curvatura do nariz dizer “esse era meu parente”.

A pesquisa foi publicada na Nature Communications.

3 comentários em “Os segredos genéticos do seu nariz

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s