A rota alternativa ao pecado, ou “Aí não! Alí, ó!”

Então, irmãos e irmãs, eu sei que é duro resistir ao mundo hedonista dos prazeres, ou, parafraseando Oscar Wilde, resiste-se a tudo menos às tentações. Mas é imperativo que nós VOCÊS mantenham a pureza de sua castidade. Não se entreguem à luxúria em demasia, peçam por continência e castidade (mas façam a ressalva de Santo Agostinho, ou receberão na mesma hora). Mas se a tentação for muita, lembrem-se do vídeo abaixo, pois Deus é sábio e sempre procura dar-lhe um subterfúgio.

Esta PÉROLA foi publicada no Não Salvo, com tradução e legendagem do pessoal do Sedentário. É um hino lindo sobre a beleza do mundo evangélico e como Jesus fica contente quando seus seguidores reviram os olhinhos se mantém castos e puros.

Acompanhem as cantoras Garfunkel & Oates (que têm site, óbvio), mas lembrem-se: se tocarem na Campainha de Satã, Deus vai ouvir!

5 comentários em “A rota alternativa ao pecado, ou “Aí não! Alí, ó!”

  1. Sensacional,

    Deveríamos por em um quadro:

    “I do what the bible tells me to,
    Except the parts I choose to ignore
    Because they are unrealistic and inconvenient”.

    Resumiu tudo

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s