Você é o que você cheira

Sinais químicos são uma espécie de sinal emitido por reações químicas. Depois do imenso DUHHHH que você fez pra mim, é interessante muitas espécies de animais transmitem informações e interagem com outro indivíduo. Feromônios são um exemplo de sinais químicos.

Até agora, a ação de sinais químicos nos seres humanos não era bem clara e aquele negócio de usar feromônios para arrumar namorado é conversa mole. Entretanto, pesquisadores estudam se somos capazes de comunicar nossos estados emocionais entre si através de sinais químicos.

O dr. Gün Semin  é professor da Universidade de Ultrecht, na Holanda.  Ele e seus colaboradores estudam qual é a nossa resposta mediante substâncias químicas que nós mesmos produzimos e como isso afeta outras pessoas.

Em nível humano, normalmente, os sinais atendem a mais de uma função; por exemplo, sinais de medo não só ajudam a alertar os outros sobre o perigo ambiental como também estão associados a comportamentos que conferem uma vantagem de sobrevivência através da aquisição sensorial. Obviamente, não podemos deixar de levar em conta que não é apenas um sinal químico, mas também podemos associar ao Efeito Clever Hans.

Semin e seus colegas queriam construir sobre esta pesquisa para examinar o papel dos sinais químicos em comunicação social. A hipótese levantada de que os produtos químicos nas secreções corporais, como suor, ativaria processos semelhantes em ambos emissor e o receptor, estabeleceria uma sincronia emocional. Assim, as pessoas que inalaram sinais químicos associados ao medo mostraram que eles tinham resposta condizente, enquanto que as pessoas que inalaram sinais químicos associados com nojo teriam uma expressão de nojo e mostrar sinais de rejeição sensorial.

Para testar a hipóteses, os pesquisadores coletaram suor de homens, enquanto eles assistiam um vídeo que induzia ou o medo ou nojo. Dois dias antes da coleta, eles não foram autorizados a fumar, praticar exercícios em excesso, ou consumir alimentos com cheiro forte e muito menos bebida alcoólica. Repolho com ovo cozido, nem pensar!. As cobaias, digo, voluntários também foram instruídos a usar perfume sem produtos de cuidado pessoal e detergentes fornecidos pelo experimentador. Basicamente, usaram detergente neutro e só.

As mulheres foram então expostas às amostras de suor durante a execução de uma tarefa de pesquisa visual. Suas expressões faciais foram registradas e os movimentos de seus olhos foram rastreados para mapear todos os seus movimentos.

Como os pesquisadores previram, as mulheres que foram expostas a siais químicos do "suor-medo", produziram terríveis expressões faciais, enquanto as mulheres que foram expostas a sinais químicos de "suor-nojo", demonstraram feições aborrecidas e de reprovação. A pesquisa foi publicada no periódico Psychological Science.

A pesquisa de Semin vai de encontro que achava-se que apenas a linguagem corporal era passada de pessoa para pessoa. também é, mas se associa ao sinal químico emanado, apesar de não ser tão perfeito quanto o é para outros animais, já que nossos receptores olfativos perdem para muitos deles. Mas o efeito também está lá e ajudaram-nos a evoluir enquanto sociedade.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s