Os frutos dourados (e mais eficientes) do Sol

Células solares são excelentes, mas ao mesmo tempo ruins. São excelentes por não usarem nada mais que o poder de Helios como fonte de energia e ruim pela eficiência ser tão baixa. Ressalte-se que estamos falando de gerar energia elétrica, e não simplesmente esquentar água pro seu banho. Uma das saídas seria usar a energia solar para produzir hidrogênio para queima ou hidrocarbonetos à partir de gás carbônico.

O dr. Martin Moskovits é agraciado com a sabedoria de Salomão, a força de Hércules, a coragem de Aquiles, o poder de Zeus, a resistência de Atlas e a velocidade de Mercúrio. Ah, sim, ele também é graduado em Química e trabalha na Universidade de Santa Bárbara, onde toda a sua bibliografia e vida acadêmica está disponível, provavelmente editada pelo pessoal da Wikipédia. Ele chefia uma pesquisa, onde procura-se usar a abundante energia do Sol para produzir combustíveis. O hidrogênio é moleza, pois o subproduto é água, agora, pode-se produzir hidrocarbonetos também, cuja queima completa produz CO2 e água.

Antes que vocês digam, sim, eu sei que que gás carbônico intensifica efeito estufa. Entretanto, a ideia é partir do próprio gás, usando como matéria-prima, dissociando-o e hidrogenando o mesmo. Ao ser queimado, todo o carbono que foi usado para "fazer" o hidrocarboneto será reconvertido para CO2, oque não fará diferença na concentração do gás. Obviamente, a 2ª Lei da Termodinâmica impede que todo o processo seja 100% eficiente, o que também não fará diferença, ja que o gás carbônico ainda estará lá. Não será produzido, de outras fontes, gás carbônico, além do gás carbônico, como se fosse num ciclo.

A questão disso é que não adianta criar um processo com cerca de, digamos, 5% de eficiência, já que durante a queima, não se aproveita toda a energia produzida. A pesquisa, então, visa produzir com maior eficiência., dependendo, é claro, de um bom catalisador, uma substância que acelere e otimize o processo.

O problema começa com nossa atmosfera. Sim, aquela coisa linda de cor azul e maravilhosa que impede (ou quase) que eu tenha um câncer de pele e filhos com tentáculos, filtrando boa parte das emissões eletromagnéticas nocivas e partículas de alta energia que poderiam atingir minha mui estimada bolsa escrotal e produzir alguma mutação doida. Como ninguém é louco de pedir a São Rafael arcanjo, padroeiro dos químicos, que acabe com toda a atmosfera, os seres iluminados têm a incumbência de criar foto-eletrodos que tenham o máximo de eficiência possível.

Como a busca faz os vitoriosos, nada seria mais justo de presenteá-los com o melhor da Natureza. O ouro aos vitoriosos! E é o ouro a chave de tudo. Uma matriz de pequenas hastes de ouro de cerca de 90nm de diâmetro (1 nm = 10–9m) e cerca de 200 nm de comprimento é isolada na parte inferior e superior por uma fina camada de material isolante; a saber óxido de titânio – TiO2. Um catalisador à base de cobalto foi ligado aos nanobastões de ouro em torno de seu meio, e todo esse treco foi colocado num eletrodo transparente, devidamente ligado a um eletrodo de platina.

Os cientistas usaram este conjunto para fazer eletrólise da água, usando o Sol como fonte primária de energia, produzindo gás hidrogênio, que será armazenado para depois ser empregado como combustível limpíssimo.

Os pesquisadores chefiados por Moskovits conseguiram um bom rendimento com isso. Cerca de 80% dos elétrons gerados fazem a eletrólise, o que não é um rendimento nada ruim, mas sem o catalizador de TiO2 a produção de energia elétrica é ridiculamente inferior.

Mas há um probleminha: o ouro. Não sei se vocês sabem, mas ele é meio carinho, e se quisermos fazer um sistema desses em nível industrial, várias toneladas de ouro seriam necessárias. A continuidade do estudo, portanto, é achar um substituto para o ouro. Qual? Ninguém sabe ainda; talvez alumínio ou cobre. Mas a questão-chave é que sim, é possível termos maior eficiência com o poder do Sol, e estamos caminhando para lá. A pesquisa foi publicada no periódico Nano Letters.

21 comentários em “Os frutos dourados (e mais eficientes) do Sol

  1. Excelente notícia! Gerar combustíveis com auxílio da energia solar é uma alternativa muito interessante em relação ao modelo do armazenamento de energia solar em baterias. O problema é que falta eficiência em tudo… :sad:

    MAS, o grafeno vem aí. Sabe, a panacéia, a cura das cáries, o graal. Ou não. :???:

  2. Muito bonitinha sua animaçãozinha, fiquei até emocionado.

    Mas daí a dizer que o gás carbônico produzido pelo homem intensifica o efeito estufa é preciso uma boa dose de abstração e uma boa dose de crença cega na pseudo-ciência que mantém a indústria do aquecimento global cada vez mais rica. Ironicamente, tudo aquilo que você tanto critica nos religiosos.

    Aliás, tá aí um ótimo assunto pra esse site, a farsa do aquecimento global, buraco na camada de ozônio, derretimento das calotas polares, e outras mentiras deslavadas…

    A propósito, parabéns pelo site.

  3. Que retardado da USP?

    Eu acredito na ciência, jovem. Qualquer estudo de universidades sérias aponta contra o aquecimento global. O Climagate e outras fraudes nos dados do IPCC são públicos e notórios, apesar da grande mídia fingir que isso não é importante.

    Bem disse Ivar Giaever, esse assunto está virando religião.

    Pelo menos já descobrimos a religião do dono desse Blog e A Vingança de Gaia é sua bíblia. Crentinho retardado…

    1. Que retardado da USP?

      Além de burro, desinformado.

      Eu acredito na ciência, jovem.

      ,b>Eu não. Eu nãoacredito na Ciência. Eu me embaso nos periódicos indexados. Crença é pra imbecis. Ops, não é que é o seu caso?

      Qualquer estudo de universidades sérias aponta contra o aquecimento global.

      Não é o que eu tenho visto nos artigos científicos, filhote de MOlion.

      O Climagate e outras fraudes nos dados do IPCC são públicos e notórios, apesar da grande mídia fingir que isso não é importante.

      E a NASA, NOAA, O National Snow & Ice Data Center etc tb são fraudulentos. Verdadeiro mesmo é… quais links? Nenhum ou vai me citar aquelas tristeza de 1800 e antigamente.

      Bem disse Ivar Giaever, esse assunto está virando religião.

      Segundo as palavras de Giaever, “It is amazing how stable temperature has been over the last 150 years.”

      Engraçado que centros de pesquisa e universidades dizem o contrário. Afinal, o Ártico e a Antrártida estão totalmente estáveis, huh?

      Pelo menos já descobrimos a religião do dono desse Blog e A Vingança de Gaia é sua bíblia. Crentinho retardado…

      Watch out! We have a stupid ass here!

      Vai pela sombra, senhor funcionário do Banco do Brasil. O dinheiro público não está lá pro senhor ficr bancando o idiota na Internet. faça isso na sua vizinhança.

          1. @André, Estava querendo dizer o seguinte:
            Estrelas não conseguem produzir elementos mais pesados que o ferro. Para elementos mais pesados é necessário uma supernova, ou seja, deixaria de ser estrela.

          2. Não, filho. Uma Supernova É uma estrela. Uma estrela que explodiu. DURANTE o processo implosão/explosão, vários elementos são produzidos e espalhados. Vá assistir Cosmos, vai.

          1. @André, Eu não liguei uma coisa com a outra. Voltei ao artigo que eu havia lido para ver se tinha alguma referência sobre estrelas e citei o link. Faz tanto tempo que eu vi Cosmos que e nem lembro direito, mas vou revê-la.

          2. André, explica pra ele aí sobre a capacidade de jornalistas escreverem sobre ciência.

          3. @Maia, Não precisa explicar, porque eu já sei sobre isso. Eu apenas citei o link do artigo e fiz um comentário. Agora, se há algo errado no artigo ou na descrição do processo, não é problema meu.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s