Delegados, Ursinhos e Gulags

Existem muitos conceitos por aí. No mais das vezes, não passam de conceitos, sem aplicação real de uma forma ou de outra. Um exemplo disso é a "liberdade de expressão", onde você, em tese, teria salvaguardado seu direito de se exprimir, nas conformidades da Lei, claro. Claro que isso não implica em ofender a honra de alguém ou uma categoria, como dizer que a diferença entre polícia e bandido é a farda. Eu jamais ofenderia a classe policial, mesmo tendo tido voz de prisão certa vez por ter socorrido uma pessoa que foi surrada. Na mente do seu puliça, se eu estava socorrendo é porque EU tinha sido o perpetrador da surra.

No outro extremos temos políticos, que não gozam de boa popularidade entre a população populesca, mas ontem foi diferente. Graças ao deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) a população tuiteira teve grandes momentos de diversão, ainda que de forma não intencional.

Tudo começou com papai Protógenes levou seu filhinho Juan ao cinema. Cinema é a maior diversão, mas também é cultura! Sendo assim, pai cioso, Protógenes não viu nada demais em levá-lo a um filme com um ursinho de computação gráfica. No caso, o filme era TED, com Mark Wahlberg (que eu preferia quando dava uns tiros em Shooter). daí, ele me sai com o seguinte tuíte:

Tudo bem, eu concordo com o Protie. É muito, muito grave você ir com seu filho pequeno e acabar vendo filmes impróprios. Deve ser por isso que, por lei, cartazes de filme devem trazer a faixa etária indicativa (aka censura). Vamos dar uma olhadinha na sinopse do referido filme, no site do Cinemark:


Será que só eu sei ler?

Então, Protie, o problema está em dois lados. Primeiro, você levou um menor FORA da classificação do filme. Segundo, o cinema onde você foi PERMITIU que você entrasse com a criança? E para depois você dar ataque de pelanca dizendo que vai chamar o MJ? Bem, se for pra MJ esclarecer isso, Protie, então o Roberto Takata lhe ajuda, no melhor "quer que eu desenhe?".

Então, nosso querido Protógenes, eleito graças ao povo de São Paulo – apesar de não terem sido os mesmos que elegeram o Tiririca por motivos óbvios – exige que o filme seja proibido aqui no Brasil. Eu me lembro que fizeram a mesma coisa com Stallone Cobra, que deu uma celeuma desgraçada na época. Resultado? TODO MUNDO queria ir correndo no cinema ver o filme.  E naquela época você não podia baixar nos torrents da vida. Se as pessoas querem determinado conteúdo, Protie, elas vão conseguir. Por exemplo, sabe a cracolândia, localizada na sua querida São Paulo? Que tal fazermos uma intervenção para fechar o acesso ao estado INTEIRO? Boa essa, não é, Protie?

Sabe, Protie, você é do Partidão Comunistão do Brasilzão. Sabe o que aconteceu durante a revolução Cultural de Mao Tsé Tung, Protie? Senta aí e chama o Juan para tio André explicar: a Revolução Cultural, de cultural não tinha nada. Eles prenderam todos os intelectuais e mandados para campos de concentração, Protie. Isso ANTES de Auschwitz, Riga e L’viv. O regime era tão retardado, Protie, que bastava você usar óculos para ser tido como "intelectual" e serr mandado pra "reeducação". Essa "reeducação" era tão legal que muitos ficavam por lá mesmo. É isso que você quer, Protie? Esse tipo de despotismo? Bem, você disse:

Liberdade de expressão é aquela que você acha que deve ter, PROTIE? É ISSO? Vamos colocar uma cortina de ferro? Que tal criarmos uma, sei lá, administração geral de campos de trabalho correcional e colônias? Ideia fantástica, hein, hein?

Então, senhor deputado Protógenes Pinheiro Queiroz, o senhor deveria se envergonhar de ter um distintivo da Polícia Federal, que não existe para dar voz ao autoritarismo. Deveria se envergonhar de ter sido diplomado deputado federal, já que a Câmara existe para representar o povo e não o seu modo de pensar tacanho e autocrático. O mínimo que o senhor deveria fazer é pedir desculpas pelo tuíte intempestivo. Erros, todos cometemos e o senhor não é melhor que ninguém. Reconheça o erro e pare de escrever bobagens. Não está muito diferente do que faziam nos tempos da Ditadura Militar, onde censores ordenaram levar o autor de Sonhos de Uma Noite de Verão até o DOPS para prestar depoimentos. O fato desse autor estar morto há mais de 300 anos pareceu mero detalhe.

Se o senhor acha mesmo que um ridículo filme de computação gráfica vai aliciar alguém para fumar um baseado, então, saia do pedestal e visite uma favela, onde menores não só usam como vendem drogas, e isso independente de um filme, senhor deputado Protógenes Queiroz. O mundo viu o alvorecer de vários governos autocráticos e muito mais pessoas morreram para garantir aos seus concidadãos liberdade de pensamento e expressão. Desde Leônidas até William Wallace, desde Spartacus até todos os que morreram na Normandia. A memória de todos os homens e mulheres que se indignaram contra déspotas e ditadores foi achincalhada por sua pessoa por simplesmente não ter visto um cartaz ENORME contendo a classificação etária.

É com o direito que consegui às custas de muito sangue que eu posso dizer: Com este pensamento, o senhor não merece estar na Polícia e muito menos exercer um cargo no Legislativo. Ou o senhor mandará me prender por causa disso?

27 comentários em “Delegados, Ursinhos e Gulags

  1. Tempos difíceis virão. Nunca na história deste país (nos últimos dez anos, que é o máximo que nos lembramos) a liberdade de expressão foi tão ameaçada.

    Dentre outras coisas, o deputado é a favor da retirada do filme que ofende os muçulmanos do youtube e contra qualquer tipo de “infâmia contra a fé e o sagrado” [1]. Não que isso importa, mas dá pra perceber o conceito que ele tem de liberdade de expressão.

    [1] http://blogdoprotogenes.com.br/?p=3437

    1. @leandrosansilva, mas que merda. Assisti aquele “filme” e foi uma coisa cheia de defeitos especiais… Dá pra se levar a sério?

      Pior é pensar que os votos do Tiririca ajudaram a eleger esse infeliz.

  2. Só acho uma pena que pelo perfil presumido da criatura, o lil’ Protie deve ser um cristão fervoroso, e dificilmente leria este site algum dia, mas pode ser que ele pesquise e acabe encontrando por conta das circunstâncias. Penso que a bela aula da MJ vai acabar chegando até ele mais fácil, e ele devia agradecer por não ser o tio Michael a dar a aula, com toda a paciência do mundo com ele no colo (eu sei, nada a ver :roll: ).

    Agora, uma pergunta me perspassou a mente incrédula: parece-me que até mesmo as baixas formas de vida que habitam as internêts concordam unanimemente que o piti do excelentíssimo foi uma falta do que fazer. Por que será que este rudimento de consciência não ocorre mais vezes?

    1. o lil’ Protie deve ser um cristão fervoroso

      NÃO PODE! Ele é do Partido Comunista do Brasil. Tem que seguir o materialismo dialético de Marx.

      Agora, uma pergunta me perspassou a mente incrédula: parece-me que até mesmo as baixas formas de vida que habitam as internêts concordam unanimemente que o piti do excelentíssimo foi uma falta do que fazer. Por que será que este rudimento de consciência não ocorre mais vezes?

      Pq o pessoal curtiu o ursinho maconheiro.

      1. @André,

        Podendo ou não, parece que é teísta sim. Veja o tuíte:

        “Bom dia! Deus ajuda quem faz o bem! Saúde e Paz, o resto a gente corre atras. #CPIdaPrivatariaTucana já ! #Reestruturação da PF já !”

        Com certeza o caro deputado está sofrendo de “complexo de falta do que fazer”, eu vou tratar de enviar um livro de D. Constitucional para ele, assim quem sabe, tem ocupação pro resto ano. :cool:

        1. @Victor B.M, creio que o André foi sarcástico quando disse “não pode”. Se vc pegar realmente se importa com ideologias, pegue a teologia da libertação e seja um comunista cristão :-)

          Em países com governo populista, não há combinação melhor do que ser socialista e religiosos. Afinal, sendo socialista vc está ao “lado do trabalhador”, o que rende votos (Lula e Dilma, cadê vcs?) e, sendo cristão vc garante ser moralmente íntegro. Isso pq ninguém quer ganhar votos estando “contra o trabalhador” ou sendo moralmente corrupto.

      2. @André, há muito essa parada de “Partido Comunista” é mera fachada.

        Hoje em dia partidos políticos mal passam de meras legendas onde se faz um consórcio eleitoral com dezenas e até centenas de candidatos para conseguir um bom coeficiente pra chapa.

        Não custa lembrar que pelo PCdoB de São Paulo, o candidato a senador era o Netinho de Paula, que como sabemos é um exemplo de amor pelas mulheres, né? ;-)

  3. Ei! Só um detalhe: o filme é para 16 anos, o moralista levou o filho de 11 anos pra assistir, certo? Como é que deixaram o cara entrar na sala? Será que ele deu carteirada? Isso sim é caso de polícia….

  4. Os comunistas de hoje são em sua grande maioria religiosos(católicos ou evangélicos).Muitos nunca leram o Manifesto Comunista muito menos sabem o que é materialismo ou dialética.Aliás “MATERIALISMO” eles até que sabem o que é.

  5. “I fucking love cocaine”

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk :lol:

    Protógenes Queiroz “Assisti c/ o pequeno Juan o filme “TED” uma cena de apologia as drogas: o ursinho Ted e seu dono consumindo drogas…”

    Claro, quando as “drogas” não rendem votos ele fica revoltado, mas quando a droga da novela tira atenção das pessoas, para encobrir as porcarias desse governo corrupto, tudo bem né “g.e.n.i.u”
    Nesse país de “drogas” eu ainda tenha a escolha de qual droga é melhor pra mim. :mrgreen:

    “MJ deve explicações”

    Faz favor e pede também, onde estão indo os impostos, porque a educação e a saúde estão uma merda.

  6. Essa questão da censura me lembra o episódio da estréia do filme Coraline nos cinemas.

    Em muitos países a classificação do filme era 12 anos, mas isso não impediu pais de levarem crianças pequenas, que ficaram traumatizadas com algumas cenas dos filmes. Acho que na Europa até aconteceu de um garoto de 12 anos, que foi ver o filme com os amigos da escola, saiu aos prantos ante à cena de costurar os botões nos olhos. Esse garoto vai ser zoado eternamente.

  7. Impressionante é a quantidade de tuítes do deputado tentando contornar o equívoco. Que dizer… Não seria mais fácil só assumir o erro e pedir desculpas pela mesma rede social em que publicou a pérola? Ou até mesmo ser transparente e afirmar publicamente que odeia maconheiros, homossexuais, árabes e feministas. Assim é certo que ganharia uma imensa quantidade de votos da massa cristã conservadora. Para quê ser liberal se pode ganhar eleições tendo um pensamento arcaico né?

  8. E depois de ter falado besteira e tomar um pito do ministro José Eduardo Cardozo, Protógenes agora quer reclassificar o filme para maiores de 18 anos, tal como a lei permite que qualquer cidadão faça, se achar que o filme recebeu uma classificação indicativa equivocada. http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6181589-EI306,00-Censura+e+algo+que+nao+se+admite+no+Pais+diz+Cardozo+sobre+Ted.html

  9. Convenhamos, esse deputado é muito, muito burro. E claro, tinha que ser comunista. Mas com esse tipo de atitude tenho certeza que até Marx sentiria vergonha alheia.

  10. Quando citou o caso do DOPS eu lembrei do FEBEAPÁ. Fico imaginando o estrago que Sérgio Porto faria hoje em dia. E é incrível como esse festival de besteiras nunca acaba, e eles sempre se superam.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s