Sauditas dizem que tatuagem de Jesus não é coisa de Maomé e prendem jogador de futebol

Por increça que parível, esta notícia não aconteceu com nenhum jogador brasileiro. Entretanto, o sangue latino tem um cromossomo a mais: o cromossomo de fazer besteira.  O jogador de futebol Juan Pablo Pino é colombiano e está atualmente na Arábia Saudita. Ele resolveu passear ao lado da mulher num shopping. Pelas leis islâmicas, isso já não é certo. O problema é que o distinto estava com uma tatuagem à mostra, tendo Jesus estilizado. Como isso é contra a lei, ele foi em cana.

Sinceramente, está tudo errado neste acontecimento. Primeiro, pelo fato de alguns muçulmanos se sentiram ofendidos (o que não os ofende, hein?) e chamaram a polícia, já que aquele país é uma teocracia e a lei é ditada pelo Alcorão. Tudo ofende os camelinhos de Allah. É que nem o caso que eu contei a piadinha de Deus fazendo o mundo, distribuindo calamidades por todo o mundo, e pro Brasil só dava coisas lindas e maravilhosas; ao ser interpelado pelo Arcanjo Gabriel, Deus soltou a máxima "Espere só para o povinho que eu vou colocar lá". Acreditem, teve crentinho se revoltando com a piada, dizendo que eu ia sofrer muito por causa desta blasfêmia. Dito e feito: na mesma noite, Coconut Avengers perdeu a Copa Tuvalense de Futebol. Raios!

Tudo é motivo para os camelinhos ficarem indignados. Eles insultaram o pobre idiota do Jogador e chamaram os meganhas. Capitão Mohamed Nascimento chegou falando que não ia sair ninguém e que Pablito ia Maomé nascer quadrado, só porque é proibido a representação artística de um ser vivo e, principalmente, a manifestação de outra religião. Tolerância não está no livro de regras e lá não tem esse negócio de clamar por liberdade de expressão. Você não tem direito, não tem liberdade e no máximo pode ser espremido, ao invés de exprimir algo.

Pablito também é bem mocorongo. Vai para o coração da religião muçulmana e acha que pode andar como quiser do jeito que quiser. É o mesmo que subir alguma favela com os dizeres: ABAIXO OS TRAFICANTES, VIVA A PM! uma coisa, claro, não justifica a outra, mas quando você está na boca do lobo vai ficar balindo? no caso das ovelhinhas do senhor, sim. Então, aguenta o tranco e que Allah o perdoe, seu porco infiel.

Se um muçulmano chegasse aqui no Brasil poderia casar-se com quantas mulheres quisessem? Isso até pode ser um pensamento tentador, mas bigamia é contra a Lei por aqui (fora que as mulheres daqui sabem usar facas com melhor precisão). Dessa forma, o bom crente do Profeta teria que sambar miudinho, tendo suas consortes bem perto, mas sem oficializar casamento nenhum, pois nossas leis impedem. Mesmo que as leis sejam estúpidas no mais das vezes, Duracell, Led est.

Pablito pensou que podia dar uma volta nos olheiros de Allah, comprando uma roupa muçulmana para sua mulher, que por sinal pediu para ele ralar peito daquele país, pedindo demissão do time, coisa que é mais fácil ele não fazer, preferindo trocar de mulher do que trocar de time (ainda mais porque ele tem carro, mas ela não pode dirigir lá).

Então, fica a dica: Quer viajar? Conhece as leis e os costumes do local ou você terá problemas sérios, mas devo confessar: tatuagem de Jesus é uma coisa bem feia e de mau gosto, mesmo.


Este artigo teve como fonte a VEJA, que faz parte da Imprensa Golpista. Não acredite em nada do que está escrito aqui.

4 comentários em “Sauditas dizem que tatuagem de Jesus não é coisa de Maomé e prendem jogador de futebol

  1. Fala a verdade. Ele pegou esse desenho do Jesus Manero. Só pode ser.
    Sei que o mundo não é assim desde ontem, mas já está um lixo há séculos (se bem que a maioria dos regimes teocráticos é recente, com poucas décadas de vida, como no Irã), mas estou cada vez mais deprimido em viver nesta bola de metais derretidos com uma fina camada de água na superfície que flutua sem rumo pelo espaço.

    Aqui no Brasil a coisa está ficando cada vez mais complicada, com os políticos evangélicos e católicos. Imagina lá “nas arábia”? E vem o camarada e inventa de fazer uma babaquice dessa? Aliás, várias babaquices, a começar ter se mudado para um país com leis bizarras (qualquer coisa que sai da cabeça de um religioso é bizarra).

  2. Engraçado, Jesus não é mencionado no Corão? Bem, pelo menos li na Wikimerda (que “matou” o David Guetta agora a pouco mas estou me dispersando) que ele é “um importante profeta para o Islã”. Confere?

    Se isso for verdade verei que os muçulmanos são mais paranóicos que eu imaginava, pelo menos os oriundos de países toscos como a Arábia Saudita. Turcos, egípcios e iranianos me parecem mais de boa. Bem, pelo menos os que eu conheci.

    1. Engraçado, Jesus não é mencionado no Corão?

      Quase umas 20 vezes, pelo menos.

      ele é “um importante profeta para o Islã”. Confere?

      Sim, mas há um probleminha aí. O mconceito de “profeta” não é a mesma coisa que no Cristianismo. Ademais, o Alcorão proíbe qualquer manifestação artística que represente seres vivos. Basta ver a arte islâmica e vc verá arabescos, mosaicos, figuras abstratas, mas nunca um animal ou planta. Só não sei se isso é extensivo a fungos e bactérias.

      Se isso for verdade verei que os muçulmanos são mais paranóicos que eu imaginava, pelo menos os oriundos de países toscos como a Arábia Saudita. Turcos, egípcios e iranianos me parecem mais de boa. Bem, pelo menos os que eu conheci.

      Gente tosca existe em todas as religiões e, cuidado, iranianos não são tão normais assim. O termo “xiita” nao ganhou uma conotação negativa à toa.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s