Segundo pesquisa, a religião se extinguirá em 9 países desenvolvidos

26 de março e a Hora da Vergonha Alheia
Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral

Uma pesquisa publicada esta semana sugere que em 9 nações desenvolvidas há uma forte tendência de se abandonar as religiões.  Os países apontados como sendo palco de tais previsões seriam a Austrália, Áustria, Canadá, República Checa, Finlândia, Irlanda, Holanda, Nova Zelândia e Suíça. De acordo com as análises dos dados colhidos pelos censos desde o século XIX, há uma grande tendência em que haja aumento no número de pessoas que afirmam não ter religião. Mas as coisas podem não ser tão simples quando as manchetes sensacionalistas de jornais fazem crer.

A pesquisa foi chefiada pelo dr. Richard Wiener, do Research Corporation for Science Advancement e publicada no boletim da American Physical Society. O título sugestivo, e errôneo, da BBC infere que nesses países não haverá traços de religião alguma, o que é uma clara besteira per se. Mas não é isso que vai acontecer. Logo, meus caros ateuzinhos de fim-de-semana, não fiquem felizes nem abanem o rabinho, pois tio André do Cet.net vai dar más notícias para vocês (se bem que vocês normalmente não lêem o que escrevo. Azar).

O que aconteceu foi que eles traçaram gráficos indicativos relacionando o tempo com o número de pessoas que afirmavam ter religião. Isso, por si só, gera vários erros. Primeiramente, há aquela pressãozinha social, onde o sujeito acaba dizendo que tem alguma religião para não passar por maníaco psicopata (todo religioso é bonzinho e honesto. Os manos encarcerados nas penitenciárias não me deixam mentir). Assim, não se tem certeza se realmente aquele número indica o que parece indicar. É como no Brasil, onde se perguntar a alguém qual é a sua religião, fatalmente a resposta da maioria será evangélica ou católica. O fato de mal saber ler e nunca ter folheado a Bíblia é irrelevante. O fato de nunca ter ido à uma missa ou ter comungado é irrelevante. Isso quando o cara não diz “cristão”, o que pode abrir para uma imensa gama de possibilidades e aqueles que dizem “espírita”, só por ler livros da Zíbia Gasparetto (um saco, por sinal).

Sendo assim, isso diz-nos que atualmente há mais pessoas que dizem não ter religião. Ponto.

“Segundamente”, o que isso significa? Muita coisa, mas não que a religião se extinguirá nesses países, senhor jornaleiro! Uma religião não se extingue assim. Só há um único caso onde a religião pode ser extinta, extinta, apagada, zerada, formatada geral: aniquilação da civilização respectiva. Mesmo em casos de dominação, sempre há alguma forma de mistura e diluição entre as religiões, o que aconteceu com os negros escravos no Brasil. No entanto, restou apenas indícios e documentos das religiões maia e inca. Se realmente houvesse uma extinção da religião nesses países, igrejas e templos seriam retirados e seus clérigos teriam que encontrar outra freguesia, mas, pelo contrário. Podemos citar o caso da Irlanda, onde a igreja presbiteriana Sundown Free conseguiu liminar na Justiça para garantir o direito de pregar contra a sodomia numa passeata onde faziam uso de passagens do Levítico onde é dito que homossexuais são abominações (Levítico 18:22). Vai, diz que a religião está sendo extinta lá. Caso não saiba, BBC, você mesma trouxe esta notícia.

Agora, eu queria saber outra coisa. Quando eles falam em “religião”, eles incluem estas maluquices da Nova Era, numerologia, videntes, astrologia e tosqueiras afins? Não, filhotes, a religião até pode ter um recuo no número de seguidores (no Brasil, o cara diz que segue,m mas não segue de pertinho, se me entendem), e mesmo assim nas religiões organizadas. E isso acontece porque naqueles países não tem a mixórdia de religiões que há em países de tamanho maior. Com maior população, variabilidade maior. Simples assim.

De resto, a pesquisa é, ao meu ver, inútil; e a notícia publicada, apenas para despertar atenção dos leitores. Só isso, nada mais.

26 de março e a Hora da Vergonha Alheia
Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!