Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral

Infância é uma época difícil. Tudo assusta, tudo me dá medo e qualquer coisinha traz um problema generalizado no controle intestinal. Depois, vem a adolescência, onde tudo é revolta, tudo é motivo para ficar sapateando, achando que o mundo está se importando com suas imundas existências. Então, chega a idade adulta e você percebe que o mundo é uma merda mesmo e pára de se importar com coisas ridículas (e até mesmo com acordos ortográficos).

Boa parte das pessoas (entre estas estão as chamadas "pessoas normais") passa por estes estágios numa boa, mas alguns não deixam de agir como criancinhas birrentas, onde qualquer coisinha parece ser o fim do mundo. Um exemplo disso é o vídeo da entrevista da Hebe Camargo com a Dilma, onde a Hebe fala que sente pena de ateus e de quem não tem fé. Pronto, a gurizada tá xingando muito no twitter e escrevendo um monte de besteiras por aí. Coitadinhos, chega a dar pena, mesmo.

Fico imaginando como esse pessoal encara o chamado "mundo real" (ele não existe só no filme Marix. Just saying). Os chamados AdFdS ficam irritadinhos quando vêem que outras pessoas não pensam como eles. A bem da verdade, já vi gente exaltando Stalin com um "grande estadista" só porque era ateu. O fato de ele ter mandado matar Trotsky com uma picareta é secundário. O fato de Stalin não ter sido eleito presidente também era secundário. Uma coisa eu tenho que falar sobre Stalin: ele era um democrata. Ele perseguiu e matou não só ateus, como judeus, cristãos e quem não concordava com ele (na mente dele, 99,999999999% das pessoas).

É engraçado ver esta ralé vociferar em prol da liberdade de expressão, mas ser contra qualquer manifestação que não diga "Sou Ateu, currupaco!". Isso foi bem evidenciado no caso do Cala Boca Datena, onde os TDM acharam que ficar enchendo de tags no tuíter resolve alguma coisa. Protestar contra o péssimo sistema educacional e de saúde pública, ninguém faz. Muito mais fácil fazer um PetitionOnLine e falar merda em redes sociais. Depois, não querem ser alvo de pena alheia. De minha parte, concordo. Não devem ser alvo de pena e sim de escárnio.

Muito provavelmente, algum idiota virá me criticar, como coisa que eu não esteja acostumado a ser para-raio de troll como diz a Fabiane. A questão é que não é preconceito você sentir pena de algo/alguém. É como se eu disser que tenho pena de alguém que nasceu sem um dos pés e um antro de pernetas vier me processar por racismo (atualmente, tudo é racismo). E o pior é que ainda esperavam que a tia Dilma, sei lá, bancasse a Mulher Maravilha (Deus me defenda, acabou de passar pela cabeça a Dilma usando aquele collant) e interrompesse a Hebe no momento. Só mesmo um bando de idiotas esperaria isso, pois tia Dilma sabe às custas de quem foi eleita (e nem levo em consideração se isso foi uma boa escolha, pois é irrelevante).

Fico imaginando qual o mundo que querem formar, onde todos terão a mesma opinião, todos devem pensar igual, todos deem ter a mesma visão de mundo. Não era isso que as religiões pregavam? Pensem que esta laia vota e irá querer submeter a todos ao seu pensamento. Lembro quando jogos de futebol eram mais animados, onde jogadores comemoravam com coreografias, mas isso agora é proibido, pois ofende o ouro time. Tudo é ofensivo no mundo politicamente correto. Os AdFdS não são diferentes, mas na hora de postarem algum cartoon zoando a religião, o fazem felizes da vida, mas quando alguém diz ter pena, a racinha idiota, que muito mal leu "Deus é um Delírio" (livro ruim ao que se propõe, por sinal) acha que sabe algo das religiões, mas passariam por maus bocados se tivessem que conversar comigo (normalmente, partirão para a agressão na segunda postagem)

Este é o mundo de diversidade e liberdade de pensamento que querem? Deve ser. O que eu chamo de síndrome de Voltaire às Avessas.

Você tem o direito de falar o que quiser, meu amigo, desde que concorde comigo.

Como diz o adágio: "Dentro dos tiranizados existem pequenos tiranos". Ou, no modo Nietzsche for dummies: Você –> Abismo –> Você.

Querem apostar como vai ter retardado falando mal de mim, agora?

94 comentários em “Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral

  1. È verdade , o que tem de ateu fim de semana é íncrivel, os caras se acham os paladinos da defesa da democracia e quando alguém como a Hebe no alto de sua idade , fala uma coisa simples já querem fazer aquelas campanhas bizarras tipo cala boca, agora concordo com o autor sobre o livro “Deus um Delírio” esperava algo de melhor conteúdo, ” A Grande História da Evolução” é muito interessante, portanto deixem a Hebe quieta com suas mercedes…!

  2. Ela tem pena dos ateus? Bom para ela, que demonstra ter um sentimento humano.
    É a opinião dela, e ela tem todo direto de manifestar; com certeza ela tem algum motivo para pensar desse modo – vendo como alguns ateus se comportam na internet, até concordo um pouco com ela.

    1. @Joseph K, Boa. Conheço uns que adoram caçar notícias de pedofilia, uns que formam grupinhos vegans, ecochatos, fazem listas de ateus famosos (como André falou: colocam Stalin, Lênin, Slobodan Milosevic e… Pasmem: Leonardo da Vinci e Isaac Newton :shock: ) e até anti-abortos. Bem, de fato todos tem direito a sua opinião. Mas parece que querem criar esteriótipos para gente (eu sou ateu, mas mantenho distância disso). Confesso que esse povo me envergonha.

      É para você, Daniel!

          1. @Nihil,
            Logo, ele também está sendo xingado
            Êpa! Peraí cara-pálida!
            Pelo menos NESSE caso isso não está acontecendo.
            Sei lá porque tantas pessoas resolveram me odiar, mas sou inocente agora. :mrgreen:

  3. Para-raio de troll, realmente você é um. E eu também não concordo com o acordo ortográfico, tenho pena e dó de quem foi a favor disso. Acho que estou sendo xenófoba (porque o acordo visa unificar os países que falam português, não? se eu recuso o acordo, recuso a aliança com esses países, não?), mas ó, nem ligo. Gosto muito do meu idioma português-brasileiro. E esse não é o assunto. Acho que a questão que podemos tirar do artigo é: por que, raios, os ateus e afins, se importam tanto com quem lhes julgue? Brasileiro realmente adora um bruburinho para xingar muito no twitter. E fazer comunidades no orkut, e criar páginas no facebook, e criar extensos artigos em blogs pessoais… Brasileiro é uma gracinha!

      1. @Lealcy,
        Sobre opiniões, e a liberdade de manifestá-las, você fez bem em lembrar que a sociedade brasileira não está acostumada com isso.

        É ridiculamente comum hordas se sentirem ofendidas ao menor sinal de crítica ou algo que achem ser uma crítica, são tão inseguros de si que não suportam.
        Se os Simpsons tem um episódio tirando o sarro com o Rio de Janeiro, isso já é motivo para matérias em rede nacional e ameaça de processo judicial – e o mundo inteiro tirar o sarro dos caipiras.

      2. As pessoas ainda não se acostumaram a pensar, exigir delas que ao mesmo tempo formem opiniões próprias E entendam que os outros podem pensar diferente é absolutamente inútil. É como querer que um fusca tenha um desempenho de um F1, ambos começam com ‘f’, mas e daí?

  4. Lembro-me que no auge da eleição presidencial só se via campanhas pro-Dilma nos blogs ateus. O que se vê agora é o oposto, tudo por que a presidente concordou com a Hebe. Esperavam o que? A presidente não é burra, sabe quem tem que agradar…

    E como ja havia dito antes sou defensor dos que xingam muito no twitter, a livre-expressão assegura isso, como tambem assegura a Hebe ter pena(ou qualquer outro sentimento) por quem ela quiser. Mas a pergunta que não quer calar, quando anunciaram o corte bilhonário na educação onde esse pessoal estava?

    Como bem dito no texto:”Protestar contra o péssimo sistema educacional e de saúde pública, ninguém faz.”

    1. @JJ, E os AdFdS ainda financiaram anúncios ateísta em ônibus. Eles não entendem que europeus podem perder tempo com esse tipo de presepada, mas brasileiros tem coisas mais importantes para fazer.

    2. @JJ, além de tudo esse pessoal também não entende nada sobre política (não que eu entenda!)

      a postura demonstrada pela Dilma durante a campanha é de uma questão estratégica, seja ela atéia ou não, no Brasil não se pode deixar margem para o eleitor imaginar isso, o FHC perdeu as eleições pra prefeito de SP em 85 (reza a lenda que o motivo foi esse) e não me deixa mentir sozinho

      1. @Vilii,
        a postura demonstrada pela Dilma durante a campanha é de uma questão estratégica, seja ela atéia ou não, no Brasil não se pode deixar margem para o eleitor imaginar isso,
        Na verdade é uma questão tática, não estratégica, mas é por aí mesmo.

        o FHC perdeu as eleições pra prefeito de SP em 85 (reza a lenda que o motivo foi esse)
        Pois é, perguntaram na cara dele se era ateu, e ele vacilou para responder, há quem diga que foi o prego no caixão.

        e não me deixa mentir sozinho
        Cuidado, os fanáticos de esquerda dirão que não te deixará mentir sozinho, mas mentirá junto com você. :-)

  5. André, uma dúvida. Os AdFdS são os que se declaram “humanistas seculares”? Pois acho que 99% deles ficam de chororô toda vez que um “Dantena” da vida abre a boca. :| Aliás… Esse povo anda assistindo a Hebe? Eu nem perco meu tempo vendo notícias de celebridade, mas vira e mexe tropeço em textos de “humanistas seculares”. Eles têm textos interessantes, mas em alguns adoram se fazer de coitados.

        1. @André, Encontrei. É o livro de Karen Armstrong (UAU! Atéia ex-freira :shock: Ela sim tem autoridade para escrever sobre onassunto!), né? Vou procurar esse livro de qualquer jeito que contate uma importadora. Obrigado pela dica!

          PS: nunca vi um AdFdS citar esse livro.

          1. @André, Antes de você responder tinha percebido a minha precipitação. Lembrei que tinha pesquisado na Wikipédia :P Bem, mais tarde pesquiso mais profundamente sobre ela.

    1. Ateu de Fim-de-Semana acha que todo mundo tem que ser ateu e se denominam em muitos sabores.. É engraçado vê-los se chamarem “livres pensadores”, querendo que todo mundo pense igual a eles. Contradição pouca é bobagem.

  6. Esses tipos de ateus são análogos a maioria dos jornalistas: estão sempre a aguardar por uma oportunidade de poderem iniciar um sensacionalismo em seu meio-habitat, ansiosamente. É como se fosse os seus ganha-pão. Só que nesse caso a unica coisa que ganham é sobre ter o que falar.

  7. Me responda uma coisa André: qual é a sua linha de pensamento? Teísta, agnóstico ou ateu?!! Na maioria dos textos que você coloca neste site, você tende para o ateísmo, mas quando você posta artigos como esse, você me confunde um pouco!! Afinal qual desse três você é?!!

    1. Eu sou Deus.
      Eu não só acredito que eu existo, como tenho provas.
      Logo, eu sou teísta.

      AJOELHEM-SE PERANTE MIM, ATEUS DESGRAÇADOS OU ATUREM AS CONSEQUÊNCIAS!
      MUAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  8. Dei uma fuçada em alguns blogs e sites por aí e, realmente, o pessoal tá fazendo tempestade em copo d’água. Ainda que seja faniquito impúbere, acho que também é falta de assunto… na verdade, falta de algo mais importante pra fazer. Ficar gratuitamente policiando a opinião alheia é típico de quem tem algum problema. :roll:

  9. Eh… lá vamos nós de novo. Primeiro Datena, agora Hebe, e os ateus já ficam revoltadinhos. Sério, não entendo o_O Não são eles que defendem tanto a liberdade de crença (ou não crença), de expressão? Não é o que parece, quando vemos que, assim como fanáticos religiosos, se preocupam tanto em falar mal de quem não pensa igual. :roll:

    E olha que também sou ateu… só não tenho essa estranha necessidade de querer que todos também sejam e pensem igual, reprimindo a manifestação do pensamento contrário. o_O

  10. Cara. Na verdade eu concordo que polemizar uma merda de Datena ou Hebe, é patrocinar e dar visibilidade a esse tipo de comentário. O máximo que esses camaradas merecer e serem ignorados. Agora, é foda ficar uma vida inteira explicando o princípio de um pensamento científico e recebendo absolutos de volta, como se fosse alguma argumentação lógica. Isso enche o saco, depois de toda história humana e descobertas científicas, deveríamos viver em um mundo que tivesse um pensamento mais lógico mas, ainda assim, 99% acredita no coelho da páscoa (deus). Não quero que todos pensem da mesma forma, mas puta que o pariu, se tirassemos deus da politica e universidades teríamos muito mais possibilidades de andar realmente pra frente. É uma intolerância causada pelo saco cheio mesmo.

    1. Isso enche o saco, depois de toda história humana e descobertas científicas, deveríamos viver em um mundo que tivesse um pensamento mais lógico mas, ainda assim, 99% acredita no coelho da páscoa (deus).

      Vc quer que eu diga onde está a enorme besteira do que vc disse opu pode achar por si só?

        1. 1º o artigo não fala sobre a existência de deus. Segundo, descobertas científicas não têm nada a ver com a existência ou não-existência de Deus.Terceiro, não superestime o número de cristãos , o que não tem nada a ver com o artigo de qq forma.

          1. @André, Primeiro, não é por não ser o assunto principal que não podemos discorrer sobre as derivações do assunto, afinal o texto é sobre determinadas ações tomadas por certos tipos de ateus. Segundo, descobertas científicas demonstram uma tendência, renegam o misticismo a lacunas cada vez menores de existência (bactérias, evolucionismo, etc). Terceiro, claro que dramatizei a porcentagem, ainda bem que talvez não seja tão grande o número de teistas (e não cristãos). Não vivemos em um mundo maniqueista então as vezes precisamos extremar os pontos de vista pra tentar expor alguma ideia que não tem uma fronteira tão definida, artifício que usou em seu próprio texto.

          2. Primeiro, não é por não ser o assunto principal que não podemos discorrer sobre as derivações do assunto, afinal o texto é sobre determinadas ações tomadas por certos tipos de ateus.

            Pronto, mais um que acha que isso aqui é Orkut.

            Segundo, descobertas científicas demonstram uma tendência, renegam o misticismo a lacunas cada vez menores de existência (bactérias, evolucionismo, etc).

            Quero ver vc me mostrar onde que isso impossibilita a existência de uma entidade supranatural (e lá vamos nós fazer gente passar vergonha).

            Terceiro, claro que dramatizei a porcentagem, ainda bem que talvez não seja tão grande o número de teistas (e não cristãos).

            Entendi, vc foi deliberadamente desonesto intelectualmente.

            Não vivemos em um mundo maniqueista

            Vc pode viver, eu não sigo o conceito preto-e-branco.

            então as vezes precisamos extremar os pontos de vista pra tentar expor alguma ideia que não tem uma fronteira tão definida, artifício que usou em seu próprio texto.

            NãO, ão usei isso em meu texto. Eu questionei algumas pessoas querendo impor seu modo de pensar aos demais. Se vc não entendeu, pó-ró-ble-ma.

            By the way, vc leu a Política de Comentários, né?

    2. @ikmaciel, Captain André, captain André, na escuta? Segundo nossos sistemas, essa espécie foi identifica como pertencente ao gênero AAA (Allied Atheist Alliance).

      Devemos tomar todas as precauções e nos prepararmos para o pior. Que nessa, deus nos ajude…

        1. @André, Perdão, não sabia que o site era apenas uma sessão de lambe sacos, pelo título achei que teria um nível melhor (ou um nível qualquer que seja) de argumentação. Aliás erro induzido pelo próprio texto “…mas passariam por maus bocados se tivessem que conversar comigo (normalmente, partirão para a agressão na segunda postagem)”. Infelizmente quem escreveu isso partiu pra agressão na primeira postagem, e parece que conversar não é muito sua praia, enfim, divirtam-se.

          1. Perdão, não sabia que o site era apenas uma sessão de lambe sacos, pelo título achei que teria um nível melhor (ou um nível qualquer que seja) de argumentação.

            Mimimimimimi

            Aliás erro induzido pelo próprio texto “…mas passariam por maus bocados se tivessem que conversar comigo (normalmente, partirão para a agressão na segunda postagem)”.

            O que ficou evidenciado logo na primeira linha de seu comentário. :mrgreen:

            Eu conheço o meu gado.

            Infelizmente quem escreveu isso partiu pra agressão na primeira postagem, e parece que conversar não é muito sua praia, enfim, divirtam-se.

            Pode deixar que eu o conduzo à saída, com bilhete impedindo a reentrada. No trolls allowed!

      1. @Fabrício L., “Segundo nossos sistemas, essa espécie foi identifica como pertencente ao gênero AAA (Allied Atheist Alliance).”

        Hahahahaha! Tão nocivos quanto os ARA. E num site como esse é mais difícil de encontrar pois eles são atraídos por sites e fóruns com títulos que tenham palavras como “ceticismo”, “céticos”, etc. Todo cuidado é pouco.

  11. o que comentar ?
    tá certo oras.
    “Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti.”
    (Nietzche)
    viva a dúvida :arrow: :?:

  12. Vou fazer uma pergunta que não tem nada a ver com o assunto e sei que corro o risco de ser banido, mas…

    André, você já foi entrevistado pelo Jô Soares?

    Sobre o texto: o ateu chorão que vem ficar de mimimi aqui é, na minha humilde opinião, bem parecido com os crentes toscos que aparecem por aqui de vez em quando.

  13. Muitas vezes falar alto é a única maneira de ser ouvido. Os ateus são uma das minorias menos influentes em nossa sociedade. Melhor mesmo é espernear.

    Tempos atrás, manifestações de inguinação como essa não eram ouvidas. Sequer aconteciam. Hoje, talvez pela velocidade de mobilização que a internet permite, já é possível demandar uma retratação. Nem que seja apenas para “Inguês ver”.

    Não pedem que sejam queimados na fogueira. Mas que respeitem uma minoria, Apenas isso.

    Hoje, dizer que um negro não tem alma é passível de prisão. Ninguem acha irrelevante ou insignificante a Hebe dizer que um homossexual é um coitado.

    Questão de tempo. Espero.

    1. Muitas vezes falar alto é a única maneira de ser ouvido. Os ateus são uma das minorias menos influentes em nossa sociedade. Melhor mesmo é espernear.

      Esperneio, pra mim, é manha. E manha se resolve com chinelo na bunda. Malcolm X e Martin Luther King não ficaram esperneando, e eram vítimas de verdadeiro preconceito. Eles provaram que negros têm seu lugar na sociedade. Pergunta: conhece alguém chamado Jesse Owens? Ele não precisou espernear.

      Tempos atrás, manifestações de inguinação como essa não eram ouvidas. Sequer aconteciam. Hoje, talvez pela velocidade de mobilização que a internet permite, já é possível demandar uma retratação. Nem que seja apenas para “Inguês ver”.

      Spam tb era uma coisa que não acontecia, mas virou tema comum na Internet. So what?

      Ninguem acha irrelevante ou insignificante a Hebe dizer que um homossexual é um coitado

      Se eu disser que tenho pena de um portador de leptospirose, eu serei processado? Se eu disser que sinto pena por quem elegeu idiotas analfabetos, eu serei processado? Se eu disser que deploro imbecis que defendem iguinações (desejo de vingança) por causa de uma opinião pessoal serei processado? Nas nações teocráticas, sim.

  14. Realmente!
    Acho uma grande bobagem e perca de tempo ficar ofendido para que os outros falam ou deixam de falar sobre “questões divinas/sobrenaturais”!
    inclusive isso acaba gerando mais preconceito contra quem não acredita em divindades…acaba se tornando uma forma de ateísmo agressivo e intolerante como fazem os cristãos fanáticos!

  15. Acredito que uma das razões dessa birra é porque eles se sentem ”perseguidos” pelos religiosos o tempo todo. E que pra contrabalancear isso eles não podem deixar passar nada, têm que o tempo todo estar afirmando sua identidade ateísta a todo custo caso contrário poderão perder essa batalha pelo reconhecimento de sua identidade.

    Tinha até gente fazendo vídeo no youtube pela Ditadura Católica e chegou ao ponto de ateus fazendo birra que o ”Deus Seja Louvado” das cédulas estaria infringindo a laicidade do estado.

  16. Por ironia do destino Deus morreu de pena… segundo Nietzsche. :twisted:

    Outra ironia são ateus acharem que são um grupo e não parte, por definição, de um conjunto disjunto em relação aos agnósticos e católicos. Ou seja, tem tanto em comum quanto não-flamengistas ou não-brasileiros…

    Outra coisa esquisita é esse “orgulho ateu”… afinal de contas voce colocaria uma camiseta com os dizeres “Não acredito em Papai Noel”? Talvez chamasse atenção apenas no jardim de infância…

    E inclusive é isso o que eu acho!
    http://www.piada.net

  17. Isso é o que eu chamo de ateu esquizofrênico, aquele que pensa que sempre alguém o persegue. Isso só serve para detonar cada vez mais a nossa imagem. Sottomaior é o mestre nisso, além de se achar o “ser humano” mais ético por ser Vegano.

    1. @diogofarrapo, O Daniel Sottomaior não recusa convite da Luciana Gimenez para aparecer no SuperPop da Redetv! (Como se nesse programa dessem algum valor para o pensamento lógico) Na verdade só querem ganhar audiência em cima de pseudo-informações fantásticas e escândalos, não sei porque ele insiste em querer defender o ateísmo lá, vai ver gosta de aparecer, ou porque é presidente da ATEA acha que tem um dever com os ateus do Brasil.. sei lá..

      Aliás foi ele que promoveu a campanha do ateísmo nos ônibus, uma delas comparava Hitler com Chaplin. Porra! Qual uma das principais regras dos debates que estamos acostumados na internet? Não importa o lado, nem o debate, no momento que você quer comparar Hitler para validar seu argumento, você já perdeu a discussão.

      1. @steve_br, Ia dizer isso, mas você chegou primeiro. Me resta acrescentar:

        O Daniel Sottomaior não é burro. É engenheiro civil e estuda (estudou? Sei lá. Enfim, passou por lá) física na USP e tudo. Por que ele não se ocupa mais com divulgação científica do que a pregação do ateísmo? Carl Sagan, Richard Dawkins ou mesmo brasileiros como Draúzio Varella e Marcelo Gleiser se ocupam com isso (Ah, sim. Não esqueci de você, André ;)). Se ele quer ganhar respeito e contribuir com a sociedade então que comece a usar o seu conhecimento com algo mais útil.

        1. @Nihil,

          Existe espaço para tudo. Divisão do trabalho. Alguns se dedicam mais a divulgação científicas acadêmicas, outros tentam a divulgação popular. Aposto que a segunda opção é mais eficiente para alcançar o povão. É assim a vida, nossa sociedade.

  18. @steve_br, e não está? A inscrição “Deus deja louvado” nas cédulas não possui valor histórico, portanto não podemos dizer que deve ser preservado para que a história do país seja mantida (como acontece com monumentos hisróricos como igrejas do período colonial, etc). Esta inscrição não agrega valor, seja cultural, seja econõmico, à nota, logo isso não serve como desculpa.

    Como fazer para saber se figuras religiosas ferem o princípio laico de um país (laico é quando um pais não “pende” para nenhum lado, motivos religiosos não devem interferir na tomada das decisões, e não um estado em que a religião é proibida): é a casa da moeda deixar de imprimir a frase “Deus seja louvado” por “Lúcifer seja adorado e idolatrado e devemos sacrificar nossas virgens à vontade dele”. Ok, isso dificilmente caberia na cédula :-(

    Eu particularmente me sinto incomodado em ver algo não relacionado com religião, que é a cédula de dinheiro, com uma inscrição religiosa, não que isso me irrite a ponto de não usá-la (a cédula), mas que me deixa com uma cara de “wtf isso tá fazendo escrito aqui?”.

    Sobre a notícia, eu nem fiquei sabendo deste negócio da Hebe… Se eu soubesse teria xingado muito no tuíter… hauaha até faria um tuíter pra xingar, mas não usaria palavrões, pq este serviço aceita só 140 caracteres (aliás, existe encurtador de palavrões?).

    Ainda sobre os ditos ateus de finais de semana, até entendo a crítica com relação à eles, mas tbm vejo o movimento “complementar”, que são os ateus que se gabam de ser ateus e se acham mais que os outros. “Eu sou mais ateu que você”. Frequentemente são pessoas que tiveram uma infância limitada pela repressão religiosa dos familiares, frequentaram a igreja, leram e conhecem a bíblia (mas só ela, como se fosse o único livro religioso do mundo) de cabo-a-rabo, e por isso são mais ateus do que o cara que não fez tudo isso, mas tem em mente sua crença, digo, descrença, digo (…) Se o camarada não teve a chance de ter nascido numa familia que o reprimiu por causa da religião, isso não faz dele menos ateu…. hauahuah

    “Você por acaso foi molestado por um padre quando criança?! Não? Então você não é um ateu de verdade. É um ateu de final de semana”.

    André, não, não foi uma referência a vc, já que eu não te conheço. Mas o que mais vejo é ateu se gabando por seu ateu, e seu desprezo pelos outros que partilham de pensamento parecido (descrença) frequentemente é parte da origem do seu pensamento dito ateu, que é o de querer pensar diferente dos outros, ser único. Num meio familiar, isso é fácil: se meus familiares são religiosos, ser não-religioso é uma maneira de… ser diferente. Até aí tudo bem, já que é difícil encontrar outros ateus neste meio. Mas quando o camarada entra em contato com outros ateus (outros que, como ele, são únicos por pensarem da mesma forma), passa a inventar formas de se diferenciar destes: eu sou um ateu de verdade e vocês são todos ateus falsos. AdFS.

    Mas voltando – ou não – ao assunto, concordo com o caramada acima que disse que enche o saco ter que ficar calado só para não incomodar os outros. Vc vive a vida inteira com pessoas dizendo como é bom o Bom Deus, mas que se vc não acredita está condenado ao inferno (etc.,), mas quando vc, num momento de estresse manda a pessoa calar a boca e fala que este deus é uma droga, que é uma péssima invenção, é chamado de… intolerante. Isso me enche o saco ainda mais.

    1. Você se preocupa com a frase “Deus seja louvado” no dinheiro. Eu me preocupo com o capítulo da Constituição que diz que saúde, educação e segurança pública são deveres do Estado e um direito do cidadão.

      Cada um dá valor àquilo que acha mais importante.

        1. Minha mulher ADORA esta porcaria de doce de batata, que eu odeio com todas as minhas forças. Mas, a existência do doce de batata na geladeira não me faz ter piti.

          1. @André, não, mas se ela te obrigasse a comer ou deixar um pote de doce de batata ao lado da cama de vocês, aí com certeza vc daria. O pior é que mulher consegue convencer o camarada a fazer cada coisa, e provavelmente o doce continuaria lá…

            Já comeu miojo de galinha com doce de batata? fica bom pra caramba. Comi hj pela manhã e vc já pode ver o que deu… hauaha

          2. Falácia non sequitur. O simples fato de ter “Deus seja louvado” ou “Satã abalou geral” ou “Oxalá é mano velho e usa black power” escrito em cédulas não vai te fazer virar crente. Ou vai? Talvez aí esteja seu medo. Da mesma forma como crente tem medo de sua fé frágil e se recusa a ouvir falar de algo diferfente de sua religião, vc tem medo de acabar virando crente, por ter convicções frágeis.

            Resumindo, vcs precisam de um psicólogo.

      1. @André, Aquela frase nem dá para ler direito. É a famosa tempestade em copo d’água. Por mim podem imprimir até Jesus pregado de um lado e a imagem da Virgem de Aparecida do outro. Para mim dinheiro é dinheiro. Não perco tempo reparando ele.

        1. Uma vez a efígie da nota (acho que era de 200 cruzeiros) era o Tiradentes. Bem próximo de Jesus em termos de aparência (culpa do Pedro Américo).

          1. @André, Velhos tempo que o tínhamos que ficar trocando as notas. Na época em a nota de ontem não valeria hoje. Será que o real está para ficar?

          2. @André, Quem sabe daqui um tempo ele não se torna mito como Jesus :roll: Até morreu por Minas Gerais :P Resta saber como ficará a aceitação dos mineiros.

        2. @Nihil,
          Sei lá, acho que vocês estão indo pro caminho errado, tem tudo a ver, mensagem religiosa e dinheiro, talvez a IURD até use isso para algum culto, vai saber. ;-)

  19. @Nihil
    Serei opositor ferrenho! Amo essa música! Anarchy in UK idem
    LOL. Será que a rainha mãe gostou quando os Pistols usaram esse nome para a “homenagem” deles?
    Em São Paulo teve uns monges budistas que foram em um Karaoquê depois de um culto, com um pessoal do templo, e eles cantaram… Anarchy In The UK. Imagina uns carecas de roupa laranja gritando
    “I’m antichrist, I’m anarchist
    Don’t know what I want
    But I know how to get it
    I wanna destroy the passerby”
    Pena que ninguém filmou.
    PS: não sei se esse é o comportamento “normal” do budista “praticante”.

  20. Essas “manifestacoes” tem o efeito contrario. O datena, alem de ficar mais evidenciado na midia ganhou uma coluna num grande jornal. Xingar Hebe – a de vida eterrrrrrna! – por ter d’o de ateu s’o vai aumentar o interesse da veiarada em assistir seu programa.
    E pq diabos transformaram tiradentes no j’esus dos queijos?

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s