Como as bactérias ajudam nosso sistema imunológico

bacteria_imunologico.jpgQue bactérias ajudam a impulsionar o nosso sistema imunológico é fato bem conhecido.Entretanto, pesquisadores da Loyola University Health System descobriram como as queridas bactérias conseguem esta proeza.

Em artigo publicado no periódico Journal of Immunology, a drª Katherine L. Knight – professora e chefe do Departamento de Microbiologia e Imunologia da Faculdade de Medicina da Universidade Loyola de Chicago – relata sua descoberta. Por sinal, ela fica muito bem naquele guarda-pó.

Como todos nós, que estudamos em colégios decentes, sabemos, qualquer organismo vivo é repleto de bactérias. E o ser humano não é exceção. Quem você acha que é responsável por sintetizar algumas das proteínas e vitaminas dentro do seu corpinho? Só o aparelho digestório é abriga entre 500 e 1.000 espécies de bactérias. E antes que você pense em cobrar aluguel, fique sabendo que sem elas você estaria ferrado. Ok, que depois que você morre, elas começam a atacar a você. Mas você virou defunto e ninguém vai ligar, mesmo.

Como nem tudo é lindinho na Natureza, existem as chamadas “bactérias patogênicas”, ou seja, as que causam doenças. As bactérias que vivem tranquilinhas em você são chamadas “bactérias comensais”, pois “comem conosco”.

Estudos realizados recentemente descobriram que estas bactérias comensais não só almoçam e jantam conosco, mas ajudam o nosso sistema imunológico. É meio como dar um empurrãozinho. Estudos realizados em camundongos (SIM CAMUNDONGOS!! Nós, cientistas sádicos e pervertidos, adoramos torturar aqueles bichinhos. BUAAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!) demonstram que espécimes criados em ambiente estéril, livre de germes, apresentam sistemas imunológicos pouco desenvolvidos. A pesquisa da drª Knight elucida como se dá esse mecanismo, com detalhes.

Os camundongos? Quem se importa com camundongos? Cientistas sádicos e pervertidos não pensamos nessas criaturinhas ignóbeis em nossos campos de concentração. BUAAHAHAHAHAHAHA!!

Knight e seus colaboradores descobriram que, quando as células do sistema imunológico são expostas aos esporos bacterianos, os linfócitos B começam a se reproduzir, produzindo anticorpos que combatem vírus e bactérias patogênicas. É como inocular uma forma de vírus atenuado em seu corpo, de modo que seu sistema imunológico pense que está sendo atacado e produza os anticorpos necessários para combater a ameaça, mesmo que ela seja inócua. Assim, quando você estiver exposto a uma ameaça verdadeira, seus anticorpos estarão preparados para combater os invasores. Em outras palavras, o uso de esporos de bactérias comensais funciona no mesmo molde que as vacinas que estamos acostumados, como varíola, sarampo etc.

Os resultados sugerem muitas possibilidades. Se levarmos em conta que a AIDS é basicamente uma doença que destrói seu sistema imunológico, deixando o azarado totalmente indefeso contra uma gripe, talvez esta seja uma luz sobre a possível cura, ou pelo menos uma sobrevida mais confortável. No entanto, a drª Knight adverte que a pesquisa está no início, e que ainda deve demorar alguns anos até que a técnica esteja plenamente desenvolvida e aplicável a seres humanos.

9 comentários em “Como as bactérias ajudam nosso sistema imunológico

  1. Me fez relembrar umas coisas esse artigo.
    1- que os franceses [rsrsr] nem precisam de vacina então ;)
    2- que aquela matéria, acho que da Itália,dizendo que as crianças estão com baixa imunidade pela mania de limpeza tem mesmo fundo de verdade.
    3- que virou nóia ,em certos programas de tv,o terrorismo contra as bactérias com apresentações de Drs.Bactérias da vida.Mó neura¬¬ aquilo.Fala sério!guardar pano de pia,de prato e esponja na geladeira?
    4- que minha vingança será maligna pois pretendo ser cremada e as bactérias irão juntas… :twisted: :mrgreen:

      1. @André, ahh eu sei,já vi o estrago em outras pessoas,cheias de mimimi com manias de limpeza.Haja álcool pela casa toda,mas tem muita nóia no meio.No final das matérias sempre acabam dizendo que os achados são normais,fazem parte…Ademais,se for levar ao extremo evitar bactérias,a primeira coisa a evitar é beijo na boca,haja vista ser a morada de matadoras olímpicas.A cárie é produto das mais inocentes como diz meu estimado dentista.
        Bom saber que as bac do bem podem ser ainda mais do bem,com um empurrãozinho da ciência.Pasteur bem que ficaria animadão com mais essa possibilidade.

  2. O que muitos não sabem (muitos mesmo..rs) é que apesar de nosso corpo ser formado por 100 trilhões de células, pasmem, apenas 10% disso são nossas células, ou seja, 10 trilhões. Os outros 90 trilhões são organismos vivendo de forma simbionte em nosso corpo.

    Isso me faz pensar mais uma vez nos dizeres “sabios” da bíblia sobre a criação. Já é absurdo acreditar no mito de adão e eva e a costela, imagina pensar o seguinte: se deus fez o homem do barro todo prontinho, sem evolução, ele pos também os 90 trilhões de seres em adão naquela época? rs. Quando ele tirou a costela de adão para fazer a eva, nela tinham os seres também? rs

    Como é que os crentes podem acreditar num livrinho tão limitado como esse e cheio de furos e contradições e ainda falar que é o “manual do fabricante”.

    Ridículo.

      1. @leandrosansilva, É por essas e por outras que eu curto esse site, pois além de muita informação, saber (pena que os crentes não curtem muito o saber, só o acreditar, que é mais fácil..rs), tem também o humor..rs

        “Havia muitas bactérias celestiais no barro do Javé”

        Essa foi muito engraçada e dei muitas risadas disso. O povo aqui tem muita criatividade na hora de fazer humor..rs.

        O mais interessante da parte do adão e da eva, é que se formos pensar um pouco, veremos que por causa do machismo daquele povo é que adão veio 1o, pois na lógica (se existisse uma na bíblia..rs) a mulher é que dá a luz e não o homem, então era ela que deveria ter vindo 1o e de sua costela viria adão.

        Mas se isso fosse escrito na bíblia, a mulher teria mais importância, já que viria 1o que o homem, então é claro que os homens daquela região puseram o homem 1o e ainda para humilhar a mulher, colocaram que com uma costela se faz uma eva inteirinha.

        Eu argumentei isso com uma crente e ela simplesmente disse que isso está na bíblia, então assim tem que ser, ou seja, os crentes em sua maioria não questionam nada, só aceitam. Para que uma pessoa tem 100 bilhões de neurônios então se não usa?

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s