Fumar maconha lhe garante um derrame e um ataque cardíaco. Vai, fuma mesmo!

Você, meu amigo fã do jererê, do cigarrinho de artista, do cigarro que passarinho não fuma. Você já tem sérios problemas (entre eles, correr para pagar o que deve ao traficante), e agora ganhou mais um de presente: fumantes frequentes de maconha têm duas vezes mais chances de sofrer um derrame em comparação com aqueles que não puxam fumo.

O Leão do Proerd aprova!

O dr. Tarang Parekh é pesquisador de políticas de saúde da Universidade George Mason, em Fairfax, Virgínia. Junto com seus colaboradores, Parekh estuda os efeitos fisiológicos de fumadores de maconha, e não são nada animadores. Não só possuem maiores chances de ter um AVC, maconheiros também são mais propensos a serem hospitalizados por arritmia cardíaca, estando os batimentos do coração perigosamente irregulares.

No primeiro estudo, Tarang e seu pessoal avaliaram dados de pesquisas federais com mais de 43.000 adultos, com idades entre 18 e 44 anos, dos quais cerca de 14% relataram usar maconha nos últimos 30 dias. A análise desses resultados constatou que os não-fumantes de cigarros convencionais, mas que usam maconha mais de 10 dias por mês têm, quase 2,5 vezes mais chances de sofrer um acidente vascular cerebral do que os não usuários.

Já no segundo estudo, os pesquisadores compararam mais de 570.000 pessoas hospitalizadas com arritmia contra mais de 67 milhões de pacientes hospitalizados por outros motivos. Analisando especificamente aqueles diagnosticados com transtorno de uso da canabis, descobriram que pessoas que usam a erva mardita compulsivamente têm um risco 50% maior de serem hospitalizadas por arritmia cardíaca, de forma a estar com um pezinho num ataque cardíaco próximo.

Agora, fala pra mim que uma erva natural não pode te prejudicar. E se continua achando, sinta-se à vontade para comer urtiga e comigo-ninguém-pode

Mas, claro, meu jovem. Você não precisa acreditar em Ciência. Continue na sua maconhazinha diária. Só vai fazer um enorme favor ao pessoal que defende que o Jovem tem que acabar.

A pesquisa foi publicada no periódico Stroke

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s