Sacerdote maconheiro arranca cabeça de outro maconheiro para combater coronavírus

Como eu sempre digo, nada é tão pior que a religião não coloque o dedo e estrague de uma vez, levando tudo para as raias retardadas da insânia. Um exemplo é a atual crise mundial por causa do coronavírus, ou corona vírus ou COVID-19 ou a bactéria filha da puta, este micróbio do caralho! Como lidar com isso? Quarentena? Lockdown? Cloroquina? Tem coisa mais retardada que aplicar cloroquina? Acho que não, mas os indianos disseram “segura o meu lassi”.

A solução encontrada? Pouca coisa: decapitar pessoas.

Continuar lendo “Sacerdote maconheiro arranca cabeça de outro maconheiro para combater coronavírus”

Pesquisa demonstra ligação do uso de maconha com casos de câncer. Thank you, Darwin!

A todo momento, imprensa corre para noticiar novas maravilhas dos “medicamentos à base de maconha”, que não necessariamente é da Canabis sativa, e sim outras espécies, daquelas sem altas concentrações de tetrahidrocanabinol, também conhecido como THC (a molécula que deixa doidão), de preferência focando em substâncias específicas, como as do grupo canabdiol. Não, fumar o jererê não lhe fará mais saudável, e agora vem aquela pesquisa que vão esbravejar dizendo que é financiada pela Big Pharma (a Big Pharma que pesquisa os canabdióis, tão amados pelo pessoal que odeia a Big Pharma).

Uma recente pesquisa identificou o mecanismo molecular ativado pela presença de THC na corrente sanguínea que acelera o crescimento do câncer e HPV.

Continuar lendo “Pesquisa demonstra ligação do uso de maconha com casos de câncer. Thank you, Darwin!”

Fumar maconha lhe garante um derrame e um ataque cardíaco. Vai, fuma mesmo!

Você, meu amigo fã do jererê, do cigarrinho de artista, do cigarro que passarinho não fuma. Você já tem sérios problemas (entre eles, correr para pagar o que deve ao traficante), e agora ganhou mais um de presente: fumantes frequentes de maconha têm duas vezes mais chances de sofrer um derrame em comparação com aqueles que não puxam fumo.

O Leão do Proerd aprova!

Continuar lendo “Fumar maconha lhe garante um derrame e um ataque cardíaco. Vai, fuma mesmo!”

Criado detector de gente emaconhada. Ou quase. Mas que usou, usou!

Hoje é o aniversário de criação do Programa Educacional de Resistência as Drogas, mais conhecido pela sigla PROERD. O Leão do Proerd sempre dá as suas caras ainda mais quando o papo é pessoal que faz uso de maconha, como podemos ver a imagem de estímulo aqui do lado.

Enquanto pessoal fica na discussão se libera ou não o jererê, ainda deve-se seguir as leis. Sendo assim, nada mais justo que determinar se vagabundo está doidaço na maconha, principalmente se estiver dirigindo. Para isso, dois pesquisadores criaram um bafômetro que identifica maconha. Eu chamaria de “maconhógrafo”.

Continuar lendo “Criado detector de gente emaconhada. Ou quase. Mas que usou, usou!”

Quer usar maconha e meter a cara no álcool? Tenho péssimas notícias

Pessoal está afoito com o uso de maconha medicinal. Claro que maconha medicinal não é a mesma coisa que maconha de traficante, mas vai dizer isso pra essa gente que está até falsificando receita para ter acesso ao jererê medicinal.

Eu não vou entrar no mérito do uso da maconha medicinal. O que eu irei comentar é que, como todo remédio, não deveria ser para ser usado com álcool. Bem, vagabundo acha que aquilo é apenas, você sabe, maconha, e meteu o focinho na manguaça também. E isso não está sendo nada legal, como uma pesquisa apontou.

Continuar lendo “Quer usar maconha e meter a cara no álcool? Tenho péssimas notícias”

Quem fuma maconha tem probleminhas com o esperma

Muitos países estão descriminalizando a maconha, principalmente para uso medicinal. Claro, a maior parte das vezes não é maconha, maconha. O que se libera são os canabinóides, entre eles o famoso tetrahidrocanabinol, mais famoso ainda pela suia sigla: THC. Ok, beleza. O que pesquisadores querem saber é “tá, adolescentes e grávidas podem usar o THC. Mas o que acontece em seguida?

Bem, o que acontece é que, segundo uma pesquisa recente, o THC pode afetar espermatozoides e, possivelmente, as crianças que eles concebem durante os períodos em que estiveram usando a droga. Na versão TL;DR: vai dar ruim pra você e seus descendentes.

Continuar lendo “Quem fuma maconha tem probleminhas com o esperma”

Canabinoides afetam a memória. Maconheiros iam reclamar mas esqueceram

Atualmente, há um grande movimento para liberar geral a maconha para tratamento médico. Claro, quem fala isso é uma besta, já que tem muita diferença entre usar canabinoides e o jererê. Alguns pacientes fumam maconha para combater a epilepsia, a esclerose múltipla e ocorrências de dores crônicas, mas em países em que isso é permitido é preciso de receituário específico. Em alguns estados norte-americanos, tratamentos com maconha são permitidos, apesar de haver lei federal criminalizando o uso. Sim, é uma bagunça, mas ter estados com leis independentes acabam nisso.

De qualquer forma, uma das alegações é que canabinoides não têm efeito colateral, mas só quem não entende um mínimo de farmacologia vai alegar isso. O problema é que pesquisas recentes estão mostrando que remédios extraídos de princípios ativos encontrados na maconha afeta a memória.

Continuar lendo “Canabinoides afetam a memória. Maconheiros iam reclamar mas esqueceram”

Academia de Inumanas: Reforçando idiotas na área da Educação

Volta e meia me criticam porque eu “persigo” os coitadinhos dos departamentos de Humanas (não, nenhuma ciência aqui. Sorry). Afinal, eles também desenvolvem conhecimento, ajudam a melhorar o mundo, faz o ser amado voltar em 3 dias, caminha sobre as águas e cura sua espinhela caída. Entretanto, quando vemos os trabalhos, dissertações e teses, vemos o lixo pseudointelectual que produzem. Não, o Tedson, que ganhou 30 mil reais para ficar fazendo sexo oral em banheirão púbico, não é algo raro.

Me mostraram, por exemplo, uma bela dissertação de uma mestranda em Educação. O trabalho é… interessante e nos mostra como as Universidades hoje estão um lixo, e antes que você diga, não, não foi uma universidade particular, mas federal.

Continuar lendo “Academia de Inumanas: Reforçando idiotas na área da Educação”

Maconha deixa seu cérebro com funcionamento anormal e QI Baixo

Em setembro deste ano aconteceu o festival de humor negro da Internet brasileira (não que isso não aconteça todos os dias). Uma distinta senhorita que assina como Cah Nabis postou no Twitter dando boa noite a todos depois de ter perdido uma perna, pois estava lindamente com a cabeça voada no jererê, fazia surf ferroviário, e quando foi pular do trem, fez alguma caca tão grande que teve que amputar a perna.

O presente artigo não tem nada a ver diretamente com a Cah, mas uma explicação do que aconteceu: Uma pesquisa mostra que o uso da maconha cada vez mais precoce resulta em função anormal do cérebro, baixo QI e, segundo informações paralelas não confirmadas, uma louca vontade de comentar em portais de notícia.

Continuar lendo “Maconha deixa seu cérebro com funcionamento anormal e QI Baixo”

Uso de cannabis aumenta o risco de internação hospitalar

O uso da cannabis como medicamento faz muito sucesso, principalmente por quem não precisa de medicamento nenhum. Claro, vão alegar aquela baboseira que é natural e não pode lhe prejudicar, mas este argumento cai por terra quando você diz para usarem urtiga ou comigo-ninguém-pode. A cannabis é usada como princípio ativo em alguns medicamentos antipsicóticos, além do pessoal que toma antipsicótico e fuma um baseado de vez em quando. Agora, saíram os resultados de uma pesquisa que têm mostrado que não só que a maconha não só não contribuem positivamente, como ainda aumenta a admissão em hospitais.

Claro, já posso imaginar os trocentos comentários dizendo que pessoal usa maconha há 30 anos, mas não são viciados, pois param quando quiserem, e já pararam umas 50 vezes. Isso aliado que a tia Hemengarda fuma maconha e nunca aconteceu nada com ela.

Continuar lendo “Uso de cannabis aumenta o risco de internação hospitalar”