CDC confirma relação do zika vírus com microcefalia

O mundo já tem problemas demais, então, por que a Seleção Natural não arruma mais alguns. Claro, não acontece isso porque todos nós somos um projeto divinamente planejado. O problema é que esqueceram de avisar Darwin. Daí o que acontece? O vírus Zika dá as suas caras e começaram a pipocar relatos que além de queda, coice. Não só se contrai Zika, como seu filho pode nascer com microcefalia.

Obviamente, algumas pessoas vão dizer que é por causa de vacinas, Jesus está vindo aí e que o Íbis ganhou do Bayern de Munique. Só que agora temos confirmação científica. Sim, vírus Zika acarreta microcefalia.

O que já era ruim com a dengue, ficou pior com esse maledetinho, porque, se antes você ficava dengoso, agora fica zikado. Claro, esta piada é uma bosta, mas a vantagem de ser o dono do site é que eu posso escrever tosqueiras assim e vocês não podem me impedir. Querem outra? Dois tomates vinham andando pela estrada…

Dá para parar com essa frescura e ir direto à noticia, seu imbecil?

Ok, ok. A drª Sonja Rasmussen, diretora da Divisão de Disseminação de Informação de Saúde Pública, e seu pessoal do jaleco branco do Centro de Controle de Doenças (CDC) em Atlanta, EUA – como vários centros de pesquisa – estuda as ocorrências de Zika Virus. Como lá eles não têm esses problemas (tem outros, mas não esta porcaria), precisavam de maiores dados sobre as ocorrências. Quem contribuiu MUITO para isso foi o Brasil, com sua política de saneamento básico nula, entre outras mazelas. Só que ao coletar várias informações, Red Sonja determinou que, mediante as informações coletadas, sim, o vírus Zika é uma causa de microcefalia e outros defeitos cerebrais fetais graves.

Não entendeu? Simples, Zikão é agente teratogênico, causando má formação dos fetos, praticamente mandando o cérebro do moleque pra vala, tá ligado? Nesse jargão está bom para você?

A pesquisadora de Hirkânia e seus colaboradores publicaram um relatório no New England Journal of Medicine. Vocês sabem, aquele periódico especializado em medicina e saúde respeitado mundialmente, mas que não é bom o suficiente para o Brasil, já que os pesquisadores da fosfoetanolamina não quiseram publicar lá para não se misturar com a gentalha.

O relatório esclarece que ao se analisar os dados isoladamente, não há o menor indício que ligue Zika à microcefalia. Entretanto, ciência não funciona assim, e pesquisadores de verdade analisam as probabilidades, para depois publicar os resultados

Entendeu,Chierice?

Assim, ao se analisar as informações coletadas em vários países, os pesquisadores do CDC conseguiram vislumbrar o que já se desconfiava: Sim, Zikão pode acarretar microcefalia no seu filho, e o ideal é ter bastante cuidado ao engravidar, apesar de muitos países pedirem para as futuras mamães esperarem um pouco para gerar o bacuri.

Apesar de todo ódio que o brasileiro médio (juntamente com o governo) tem por Ciência, ainda tem um pessoal que se recusa a aceitar isso. Por isso, o Instituto Evandro Chagas já tinha feito a ligação entre os casos de microcefalia e o Zika vírus. Ainda não se tem um tratamento contra esta porcaria, então ainda serve aquele velho conceito de não deixar água parada e patati patatá. Só falta agora o Governo tomar vergonha na cara e criar um programa decente para saneamento básico, mas sabemos muito bem que a probabilidade disso acontecer é menor que as minhas chances de um encontro romântico com a Scarlet Johanson.

Claro, você pode ignorar tudo isso e enfrentar a verdade. Zika vírus é o arauto da volta de Jesus. Mesmo porque, segundo Maria que adora um carpinteiro que pega no pau, é sinal do fim dos tempos. Uma praga que está sendo espalhada por causa dos interesses dominantes de Bill Gates. Afinal de contas, por que estes sites mentiriam?

4 comentários em “CDC confirma relação do zika vírus com microcefalia

  1. Oi André, só uma pergunta: me desculpe a ignorância, mas o CDC confirmou a Microcefalia por Zika vírus só por uma associação estatística?
    Meu inglês é bem limitado, então é só uma dúvida mesmo.
    Tem algum teste mais específico? Até onde eu havia lido, a associação havia sido feita por (a) aumento da incidência de microcefalia junto com a de casos do Zika e (b) pela presença do Zika no feto.

      1. Ah sim, claro. Não estava desmerecendo.
        É que eu queria saber se houve algum outro teste, hum… mais prático e/ou efetivo.
        Os indícios eram mesmo fortes já pelo dados coketados.
        O Atila até disse que o CDC “confirmou também pelos efeitos do vírus em experimentos e nos fetos abortados”.
        Eu vi a
        Valeu André, obrigado.

        P.S.: Era mais sobre como foi confirmado que o Zika é um agente teratogênico. Formulei mal a pergunta.

  2. GEZUIS ESTÁ VOLTANDO!

    Sinceramente, se eu fosse ele nem teria coragem de voltar…
    (se é que ele já veio algum dia)

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s