Simpsons publicam artigo em periodico cientifico

Errantes: Navegando por mares proibidos e adorando
Em Sampa, nota vermelha é nota excelente!

Eu costumo dizer que a Ciência nunca está errada. A Ciência se autocorrige. A cada erro (nossos ou dos colegas), aprendemos mais e, de preferência, se for pra cometer erros, que sejam novos. Por isso as publicações indexadas, com revisão de pares, é tão importante. Garante a lisura que algum maluco não escreveu um monte de bobagens, assinando com nome de personagem de desenho animado.

Bem, foi exatamente isso que um espírito de porco fez. Ele criou um falso artigo científico e assinou com o nome de Margareth Simpson, Edna Krabappel e Kim Jong Fun. O resultado foi o que ele esperava, mas um pouco diferente do que deveria ser.

o dr. Alex Smolyanitsky, além de fazer trollface, trabalha no Instituto Nacional de padrões e Tecnologia, algo parecido com o nosso Inmetro. Como bom sacana que é, ele resolveu testar a ideia que se escrevesse algumas bobagens, se alguém ia acreditar e, pior de tudo, aceitar seu artigo. Não satisfeito, ele escolheu os nomes da filha caçula do Homer Simpson, Maggie, e da professora Edna Krabappel. Ah, sim! E ainda colocou Kim Jong Fun, uma alusão ao Grande Líder Obeso da Melhor Coreia.

Tio Alex estava confiante que sua farsa ia passar desapercebida. Bem, ele estava certo!

Ele enviou suas bobagens pro Aperito Journal Of Nanoscience Technology e pro Journal of Computational Intelligence and Electronic Systems. O pseudoartigo pode ser lido neste link. Divirta-se!

O caso me lembrou o caso do Artigo científico fajuto que passou a perna em 157 periódicos, e é mais uma arma na eterna discussão sobre os periódicos Open Access. Talvez, a criação destes periódicos caça-níqueis seja o modo insano como publicações do calibre da Nature e Science divulgam os artigos, cobrando preços absurdamente caros. Só agora a Nature abriu seu acervo, e mesmo assim não é "clicou no link, abriu o artigo". Melhorou, mas não acabou de vez o paywall.

Isso é uma pá de cal na Ciência e seu método? Não, claro que não. Ao ponto que uma atrocidade dessa é descoberta, as pessoas passam a ver estas duas revistas de maneira mais desconfiada. Um pesquisador sério passará a evitá-las, para não ter seu nome envolvido em dúvidas sobre a lisura de sua pesquisa. Só a toscalhada que publica qualquer bosta correrá pra essas duas, pois verão que assim serão publicados, mas quando um examinador der uma olhada no currículo, isso vai ter um pesinho. Ah vai.


Fonte: Vox

Errantes: Navegando por mares proibidos e adorando
Em Sampa, nota vermelha é nota excelente!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!