Veneno de cobra pode ser origem de novos analgésicos

Acredite em mim quando eu falo: você não gostaria de encontrar uma mamba-negra pela frente… nem pelos lados e muito menos por trás. Aquela criatura infernal – mais conhecida pelos cientistas como Dendroaspis polylepis – é simplesmente uma das cobras mais peçonhentas do mundo. Só não digo que é má feito o pica-pau porque não rimaria.

No entanto, cientistas pesquisam o ser infernal como sendo algo promissor na produção de analgésicos, mas sem os desagradáveis efeitos colaterais.

Tendo cerca de 4 metros de comprimento e capaz de rastejar a uma velocidade de 20 km/h, a mamba-negra justifica muitos mitos antigos que personificaram as cobras como símbolo de maldade e demoníaca. O seu nome não vem da sua cor externa – que está entre o verde-oliva e o cinza –, mas sim da cor azul escuro do interior de sua boca, a qual ela fica feliz em mostrar quando está ameaçada. Ao lado, uma foto de criança.

Elas não são  de partir para ofensiva logo de início, mas se verem que não há outro jeito, elas se empinam e há relatos que elas mordem as pessoas direto no rosto, injetando seu poderoso veneno à base de uma cardiotoxcina. Mesmo filhotes recém-nascidos são letais, pois não há antídoto 100% eficiente, e pode esquecer o folclore de cortar um pedaço da pele e chupar o local da mordida. O Discovery fez um documentário sobre a filhota de Belzebu.

A drª Sylvie Diochot-Georgi é pesquisadora do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, e tem Facebook. Ela pesquisa como fazer da mamba-dos-infernos-negra (uma genuína cobra afrodescendente) algo mais útil do que jogar dentro de calças de políticos desonestos. A pesquisa conduzida por Diochot, que mais parece a versão francesa da Marisa Orth, visa obter analgésicos tão (ou mais) eficientes do que a morfina, com a diferença que não dá barato e muito provavelmente não seria usado por médicos mau-humorados.

Tudo começa com os canais iônicos sensíveis ao ácido (também conhecidas como ASICs). São um grupo de proteínas localizados no sistema nervoso central e periférico. Essas danadinhas desempenham um papel fundamental nos estados de dor persistente ao permitirem a comunicação de nociceptores, receptor sensorial que envia sinal que causa a percepção da dor em resposta a um estímulo. Em outras palavras, é como você ligar o interruptor, mas a lâmpada não acende se o fio não estiver conectado ao bocal. O que as substâncias contidas no veneno da mamba-negra fazem é bloquear a ação dos ASICs, aliviando casos de dor intensa, já que você não estava pensando em usar isso por causa de uma do de cabeça, não é? A pesquisa foi publicada na Nature.

O que as substâncias do veneno venenoso da venenosa serpente faz é o famoso sistema chave-fechadura. As substâncias se ligam aos ASICs melhor do que as referidas proteínas fazem com os nociceptores. Impedindo que fluxos elétricos passem, a lâmpada não acende, isto é, a informação da dor não é registrada e o paciente sofre menos.

A notícia aqui mostra como uma coisa inútil como pesquisa científica pode ajudar milhões de pessoas em todo o mundo. É a pesquisa neste calibre que impede que pessoas fiquem sofrendo em leitos de hospitais, de forma que possam vltar às suas atividades diárias, ter seus empregos, levar seus filhos pros colégios e ser parcela ativa da sociedade, ao invés de morrer de dores atrozes, quando algumas simples substâncias químicas melhoram a qualidade de vida das pessoas. Madame Diochot-Georgi conseguiu ver isso e deve estar pouco se lixando se alguma ameba fica xingando por aí dizendo que seu trabalho é gasto inútil de dinheiro. La belle Sylvie sabe que mais dia, menos dia, uma criatura dessas fará uso dos frutos de seu trabalho e isso é o bastante.


Fonte: Olha, aqui tem um monte.

6 comentários em “Veneno de cobra pode ser origem de novos analgésicos

  1. O mesmo veneno que causa dores, pode ser usado para combatê-las. Por que a natureza é tão impressionante?

  2. Se esse analgésico não criar dependência será uma ótima para a medicina, mas seria bem mais legal se ela descobrisse o golpe dos cinco pontos que explodem o coração ou aquele golpe de arrancar o olho com as mãos nuas :evil:

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s