Pesticidas orgânicos possuem maior impacto no ambiente, diz estudo

pesticida.jpgAtualmente, estamos na onda verde. Tudo é verde. Árvores, apos, algas, lagartas, lixo, pesticidas etc. Tudo muito verde, como a clorofila, que alguns tolos acham que “faz bem”. Bem, realmente dfaz, se você é um ser autotrófo, que faz sua fotossíntese todos os dias. Além disso, acham que tudo que é orgânico é mais legal. Bem, plásticos (sejam eles quais forem) são substancias orgânicas. Quem sabe se o pessoal comer isopor não ficará mais saudável?

No tocante aos pesticidas, sempre que se ouve falar em “pesticidas orgânicos”, as pessoas ignoram as bases da Química Orgânica, e o que eles chamam de “orgânicos” não são tão inofensivos assim, além de serem mais caros. Tudo pelo planeta!

Um recente estudo da Universidade de Guelph, no Canadá, revela que alguns pesticidas orgânicos podem ter um maior impacto ambiental do que pesticidas convencionais. O motivo? É que os “orgânicos” são tããããoooo eficientes que são necessárias doses maiores. E adivinhe para onde vão essas doses a mais? Pois, é. Pro ambiente! A professora Rebecca Hallett, da Faculdade de Ciências do Ambiente, e a doutoranda Christine Bahlai comparam a eficácia e o impacto ambiental que pesticidas orgânicos e convencionais causam, mediante a aplicação em culturas de sojasintéticos em culturas de soja.

Segundo Hallett, a demanda dos consumidores por produtos biológicos está aumentando, em parte devido à preocupação com o meio ambiente, mas é muito simplista dizer que porque é orgânico é melhor para o ambiente. Produtores orgânicos estão autorizados a utilizar pesticidas que são de origem natural e, em alguns casos, esses pesticidas orgânicos podem ter mais impactos ambientais do que os pesticidas sintéticos, muitas vezes, porque eles têm que ser utilizado em grandes doses.

A pesquisa foi publicada no periódico PLoS ONE, e efetuou-se testes com seis pesticidas, seguido de uma comparação o seu impacto ambiental e eficácia para matar pulgões de soja – a principal praga das lavouras de soja na América do Norte. Dessa forma, as duas belas (tá, ok, Hallett não é Miss Universo) cientistas examinaram quatro pesticidas sintéticos: dois produtos convencionais comumente utilizados pelos agricultores de soja e dois novos pesticidas de risco reduzido. Elas também examinaram um mineral de pesticidas à base de óleo orgânico que sufoca pulgões e um outro produto contendo um fungo que infecta e mata os insetos.

Os resultados foram que o pesticida orgânico de óleo mineral teve o maior impacto sobre o meio ambiente, basicamente porque ele funciona sufocando os pulgões e, portanto, requer grandes quantidades para ser aplicado às plantas. Não é muito diferente de matar uma barata com uma chinelada. Nesse caso, não é bem uma ação química, pois os pulgões são afogados no óleo.

Comparado com os pesticidas sintéticos, os produtos à base de óleo mineral e fungos foram menos eficazes, como eles também mataram joaninhas, que são importantes reguladores da população de pulgões e de crescimento. Ou seja, é a tática de jogar a água da banheira fora, só que o bebê foi junto!

Ainda segundo as pesquisadoras, os produtos orgânicos foram muito menos eficazes do que a novela e pesticidas convencionais em matar os pulgões e eles têm um impacto potencialmente maior ambientais. Assim, em termos de decisões de manejo de pragas, usar pesticidas tidos como “verdes” é muito, mas muito danoso ao ambiente, mas imagino que os eco-chatos falarão que a pesquisa é mentirosa e as duas cientistas estão recebendo propina das grandes companhias que vendem os pérfidos pesticidas azuis,m roxos, pretos ou sei lá a cor que eles designoam para algo que não seja “verde”.

6 comentários em “Pesticidas orgânicos possuem maior impacto no ambiente, diz estudo

  1. Uhum… Lembro de um episódio de globo rural no qual produtores de tomates orgânicos chegavam a despejar “pesticidas naturais” neles até mesmo durante o transporte para a central de distribuição.

    Realmente, esses pesticidas não me pereceram tão eficientes de qualquer forma, mas é bom que tenha sido feito um estudo detalhado sobre esse assunto.

  2. Ilustre André,

    Você já escreveu algum artigo sobre “Agricultura Biodinâmica”?
    É um prato cheio, viu?

    Abraços!

Deixe uma resposta para André Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s