Simpatias, conjurações e feitiços populares

O bom de seguir algumas pessoas é o material que proporcionam. Tem muito material para ser usado em postagens, só que minha preguiça atrapalha. De qualquer forma, ao ver isso eu TINHA que escrever. Ainda mais que irei sair daqui a pouco, e muito provavelmente irei esquecer de postar, ou a preguiça vencerá de novo.

Anyway, eu vi uma postagem da Bajoriana no Twitter e pensei “hummm, é mesmo”. E tem a ver com simpatias.

Eu adoro o conceito de simpatias. A Igreja Católica normalmente não se mete muito nisso, só as evangélicas, mas igreja evangélica enche o saco até com outras religiões cristãs, principalmente a católica.

Mas, pensem bem. No caso das simpatias faz total sentido. É uma forma de algum ritual mágico tentando interceder na Realidade. Por exemplo, como no caso supracitado, a pessoa está desaparecida. Ela desaparece e se faz uma invocação para que forças místicas de outra dimensão atuem e encontre a pessoa, usando para isso outra criança como oferenda.

Sete semanas? Olhem, eu acho que se a pessoa está sumida por sete semanas, talvez seja porque ela quer sumir mesmo, talvez mais por ficar longe de gente fazendo feitiçaria. Mas todo mundo acha normal. Não pode é desenhar um pentagrama no chão para a criança chamar a outra. Pentagrama é meio over.

Mas quem sabe funciona? Preciso colocar uma criança embaixo da mesa e ficar chamando:

“Dinheiro! Vem aqui, rapaz, vem!”

Ou será que eu precisarei do pentagrama e algum sangue espirrado nas paredes dessa vez?

As pessoas ainda cultivam feitiçar… simpatias, mesmo sendo católicas e a Bíblia proibir terminantemente isso. Mas não são feitiços, são simpatias, que mal vai fazer? Bem, não sei. A própria Igreja condenou mulheres só por terem um caldeirão, uma vassoura, algumas ervas, uma toalha amarrada atrás da porta…

Mas as tradições e crenças populares se mantém e o que antes era caso de fogueira, hoje apenas é uma questão de olhar com maus olhos. “Maus olhos”, outro termo de feitiços, tipo “mau-olhado”. Nunca vi “bom-olhado”. Mas as crenças mudam, a cultura popular muda, e a não-necessidade de queimar gente rica pra ficar com seus bens, acusando-os de bruxaria, também.

O moleque embaixo da mesa ainda está chamando o dinheiro e nada. Saco, terei que sair e ir trabalhar, mesmo!

3 comentários em “Simpatias, conjurações e feitiços populares

  1. Se você soubesse das simpatias que fazem na UFMT (Federal aqui do Mato Grosso), você se perguntaria se já morreu e está no inferno.

    Por exemplo: pegar seringa, 10mL de sangue de duas pessoas, injetar no corpo um do outro, pois isso vai fortalecer a amizade, namoro e, PASMEM… aumentar o tamanho da pistola (mas só funciona se um dos indivíduos tiver uma arma maior que a do colega).

    Se você visitar o Mato Grosso e o inferno, vai preferir ficar no inferno, mesmo. Aqui, além do exposto acima, é maia quente que o núcleo da terra.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s