E os textos, André?

Eu prometi a vocês e para mim mesmo que ia reescrever alguns artigos. Muitos desses temas, eu fui o primeiro na Internet brasileira a escrever sobre. Com o tempo, esses artigos foram esquecidos. Surgiram outros (não tão bons) que acabaram recebendo atenção. A chegada do YouTube Profissa ajudou a afundar os blogs, ainda que, de novo, não tenha nada similar ao que eu tinha escrito antes. Ainda assim, muitos dos textos parecem fracos…

Fracos para o meu padrão.

Fracos no sentido que depois de mais de dez anos, claro que eu teria lido mais, aprendido mais e visto que algumas coisas passaram em branco ou ficaram superficiais. Não apenas isso, a habilidade de escrever sempre vai melhorando, então, a forma como eu escrevi alguns, no tocante a construções frasais, por exemplo, eu vejo hoje que poderiam ser melhoradas, ora mais rebuscadas, ora mais simplificadas.

Estou trabalhando em alguns e, até o momento, em um ou outro eu simplesmente reescrevi quase tudo. Mais citações , mais referências, mais textos em hebraico, grego e latim, melhoria da clareza. Algumas imagens, também, claro.

Mas e aquele livro lá, que eu tinha dito que estava preparando sobre a história do Cristianismo? Bem, esses textos estarão lá, para dar forma ao próprio livro. Sendo assim, por um outro lado, eu continuo trabalhando no livro. Ele ficará pronto este ano? Sinceramente, não sei. Eu diria que não, mas nem isso eu posso ter certeza. É o próprio significado do “eu não sei”. Ficará pronto quando ficar pronto, e eu, mais uma vez, peço desculpas pelo atraso.

Outro ponto é a baixa adesão e compartilhamento. Vocês dizem que se interessam e adoram os textos, mas não compartilham. Só uma minoria o faz, esses são os leitores que realmente gostam, porque, se vocês compartilham aquele monte de lixo, só posso intuir que adoram aquilo, apesar do que tentam me convencer. Bem, eu já larguei disso e estou fazendo a reescrita por mim. Por mim e meus fiéis leitores.

Mas fiquem certos: não esqueci de nenhum de vocês, meus caros três leitores fiéis que ainda se interessam pelo que eu escrevo.

7 comentários em “E os textos, André?

  1. Pelo amor de Gilgmaesh, Jean Grey e Tempestade – TAKE YOUR TIME!

    Eu não tenho acesso às estatísticas do site e não sei quantas visualizações você tem, mas quero que saiba que se algum dia eu ganhar na loteria, eu compro o domínio [ponto com e org] do ceticismo e dou pra você (o domínio do site). Tira print, imprime e me cobra.

    A quantidade de conhecimento que consegui no teu blog supera muito periódico com alto fator de impacto.

    Graças à você conheci o Bart Ehrman e Karen Armstrong, e meu conhecimento de religião cresceu exponencialmente.

    Novamente: TAKE YOUR TIME!

  2. Eu poderia absorver ainda mais e o que compartilho de outras fontes costuma ser para mim mesmo…
    Sabemos da preciosidade daqui (e do Caderno de Informática), pena que não tenho mais vontade para loteria(s)…

  3. Graças à você conheci Isaac Asimov, Carl Sagan, Karen Armstrong, prof. Poliakoff e muito mais. Aprendi sobre as maravilhosas Leis da Termodinâmica, me apaixonei mais ainda por ciência e ingressei no curso técnico e faculdade de química. Uma vez até ganhei um concurso de melhor trabalho na semana da química, onde escolhi falar sobre acidificação oceânica, tema que aprendi aqui mesmo em alguns artigos.

    Valeu, André. ^^

Deixe uma resposta para André Germano Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s