Jovem descobre de onde vem a fortuna das igrejas

Eu gosto da reação de indignação seletiva das pessoas, além da absurda ignorância de como o mundo funcionou, funciona e vai continuar funcionando. Tudo começa com o ranço contra a Universal, o que eu já adianto ser muito bem justificado. Nem eu gosto deles, mas do jeito que colocam parece que é a única religião tosca que existe.

O lance começou quando um vídeo do Edir Macedo em que ele pede que os fiéis deixem registrado que seus bens serão revertidos para a IURD no caso de seus falecimentos. Pessoal teve o costumeiro chilique, mas parece que acham que o Vaticano surgiu PLINK por encanto.

Não apenas isso, todas as grandes religiões começaram com doações de nobres, reis, imperadores etc. O Cristianismo era um bando de Zé Ruelas e só se espalhou pelo mundo quando um monte de ricaços romanos começaram a fazer celebrações e doarem espaços para se construírem templos.

A verdade constrangedora é que, se dependesse de 12 manés seguindo um hiponga perdido no meio da Palestina, o Cristianismo não seria nem uma nota no rodapé da História, assim como muitas religiões surgiram, sumiram e você sequer soube da existência delas.

Mas André, você não acha que isso…

Eu não acho nada. O cara pede, pessoal dá. Quem vai deixar bens? Não vai ser pobre. Pobre não tem bens, e se der todo o dinheiro, não é por fé. Cai na conversa mole do Evangelho da Prosperidade que prega que o que você der para a Igreja, Jesus te dará em dobro. Bem, o sujeito dá pensando em ter lucros, achando que Jesus é overnight, bitcoins, Tesouro Direto ou algum outro investimento.

Então, não tô nem aí. Pra haver uma trapaça, é preciso de dois querendo se dá bem, mas só um é o verdadeiro esperto.


Fonte: UOL

7 comentários em “Jovem descobre de onde vem a fortuna das igrejas

  1. “A verdade constrangedora é que, se dependesse de 12 manés seguindo um hiponga perdido no meio da Palestina, o Cristianismo não seria nem uma nota no rodapé da História”

    – Se os seguidores de Gilgamesh fossem mais criativos e espertos, quem sabe nós não estaríamos adorando/seguindo alguém que existiu?
    O verdadeiro criador do mito do dilúvio e do homem surgindo do barro.

    Gilgamesh, me perdoe pelos meus pecados.

  2. É por isso que cresce o movimento dos desigrejados. É inteligente não confundir Cristo com aqueles que dizem representá-lo. É um equívoco confundir templo com igreja.

    A própria bíblia fala desses cães gulosos:

    “Assim diz o Senhor DEUS, que congrega os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se lhe ajuntaram.
    Vós, todos os animais do campo, todos os animais dos bosques, vinde comer.
    Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar; andam adormecidos, estão deitados, e gostam do sono.
    E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.”
    (Isaías 56:8-11)

    Generalizar e invocar a unanimidade é burrice.

    Todo extremismo é prejudicial, tanto o ateu quanto o religioso. Existe um CAMINHO do meio a ser seguido.

    Paul William – https://evangelho.blog/

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s