Pesquisa polêmica estuda se Darwin está de acordo com mamilos

Vacinação atinge pior nível em anos
Uma pílula de insulina no capricho para os dependentes químicos

A Ciência não tem medo. Ela investiga os assuntos mais delicados; não importa o quanto o assunto seja polêmico. A Ciência enfrenta a polêmica e, sendo assim, ela se preocupa em saber sobre o tamanho dos polêmicos, pois são muito mamilos. Mamilos de mulheres são mais polêmicos que os de homens, já que mamilos femininos variam muito de tamanho, enquanto que os mamilos masculinos não têm tanta variação de forma e tamanho. Sim, pesquisadores andaram medindo mamilos por aí para fazer a sua pesquisa. Será um IgNobel polêmico também.

Ashleigh Kelly (saúde!) é bacharel em Psicologia pela Universidade de Queensland, Austrália, lugar qe mamilos devem ser venenosos também. Estudando a biologia evolutiva e fundamentos psicológicos de comportamento, ficou a pergunta: por que os mamilos das mulheres têm tanta diferença entre si do que os mamilos masculinos. Teria Darwin alguma coisa a ver com isso?

O senso comum diz que Evolução se dá por seleção do mais forte, o que nunca foi dito em trabalhos sobre Evolução. Alguns acham que so porque algo está imutável por milênios é sinal que está na sua forma final. O que nem sempre é assim, pois uma brusca mudança do ambiente e a criatura entra numa sinuca evolutiva e se extingue. A verdade é que não existe propósito definido. As coisas são o que são, e se este “ser o que é” dá uma vantagem adicional, isso faz com que aquele ser vivo viva até gerar mais descendentes. Mas pode ser que a mudança não faça nem mal nem bem. Ficará ali, enquanto a espécie ainda estiver.

Para entender alguns desses mecanismos evolutivo, Kelly e seus colaboradores resolveram então ver os peitinhos dos humanos, para dar uma checada a quantas ficam os mamilos nessa conversa toda.

Para princípio de conversa, mamilo sem homens é uma mostra de algo que não faz a menor diferença, mas ainda está lá, como uma decoração. Afinal, homens não dão de mamar (sim, eu sei que a quinta-série no interior de vocês está dando risadinhas). Mulheres, como amamentam, acabam tendo mais tamanhos. Isso sem falar que desde o alvorecer dos seres humanos, eles (os mamilos) são ótimos para selecionar qual mulher daria uma excelente mãe para os filhinhos de Gronk.

Kelly e seu pessoal, resolveram então dar uma olhadinha nos mamilos alheios, estudando os peitinhos de 63 universitários de ambos os sexos. Com o melhor da tecnologia do século XXI, aquele festival de peitinhos foi escaneado e tiradas medidas de cada um, com o máximo de precisão possível. Os pesquisadores também mediram características como altura e circunferência do peito dos participantes.

Depois das medições, os pesquisadores determinaram que os mamilos masculinos tinham em média 36% do tamanho dos mamilos femininos. Houve também uma maior variação no tamanho da área mamilar das mulheres, mesmo depois de levar em conta a diferença de tamanho.

A conclusão final é que se algo tem ampla variação morfológica não implica que este determinado órgão provém de uma mutação inócua. Sim, mamilos femininos variam muito de tamanho. Sim, esses mamilos são altamente úteis (para ambos os casos). Já homem não. É mais uma coisa em homem que não serve pra nada, além de ficar o domingo com copo de cerveja na mão, avaliando programas de auditório e moças de mamilos de diferentes formatos.

Escrever um paper só vendo peitinhos. Nada mau. (pensando aqui se achariam ruim de eu convidar a minha audiência feminina a participar deste tipo de pesquisa. Errr… nah, melhor não. Não tô afim de um processinho)

A pesquisa foi publicada no periódico Adaptive Human Behavior and Physiology

Vacinação atinge pior nível em anos
Uma pílula de insulina no capricho para os dependentes químicos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!