A engenharia que toca o coração faz milagre novamente

Um dos grandes problemas da ciência médica é em relação a transplantes. Por um lado, não se tem doadores de órgãos em quantidade que possa atender todos na fila de espera. Por outro lado, temos os problemas de rejeições, obrigando os pacientes a tomarem imunossupressores, o que acarreta em vulnerabilidade a doenças infecto-contagiosas. Pesquisadores no mundo inteiro se perguntam: seria possível construir um coação artificial eficiente? Sim, é. O primeiro coração artificial propriamente dito foi criado em 1982, apesar de haver modelos mais, digamos, primitivos inventados na década de 1940.

Hoje, um homem carrega dentro de si a mais moderna tecnologia médica em uma prótese novinha em folha, mais eficiente e, espera-se, definitiva.

Marcello Conviti é o diretor executivo da empresa especializada em biomedicina e tecnologia médica Carmat. Ao lado da ministra da saúde da França, Conviti convidou a todos para conhecer o presente, pois sabemos que o futuro é incerto. E de presente, um homem ganhou o mais moderno coração artificial do mundo, conforme notícia da Reuters. Segundo Conviti, este coração pode durar até 5 anos e se você acha pouco, lembre-se da imensa fila de transplantes.

O paciente, que não foi identificado, está atualmente acordado na unidade de terapia intensiva e está falando com os familiares. É cedo, é claro, saber se a operação foi 100% bem-sucedida, mas ainda assim eu acho que foi um grande feito. A operação correu bem e o fluxo sanguíneo parece estar acontecendo de maneira prevista, o que dará mais tempo ao paciente encontrar um coração que finalmente possa chamar de seu.

Vegans, entretanto, devem estar achando um absurdo. O coração artificial implantado foi obtido com cortes de tecido de vacas e já ganhou a aprovação na Arábia Saudita, Eslovênia, Polônia, Bélgica e na França, que se rendeu à tecnologia empregada, dando um “dane-se” para os idiotas que forem criticar a exploração animal.

Mas… mas.. mas… ele ficará apenas para quem tem dinheiro. Pobre só se rala. esta porcaria será usada pela assassina indústria farmacêutica, quando deveria ser insitucionalizada pelo poder nacional e estatizar tudo, e declarar bem do povo, e blábláblá

No doce mundo dos sonhos, todas as inovações seriam de graça, mas devemos lembrar as milhares de horas gastas em pesquisa e desenvolvimento, coisa que não se resolve da noite pro dia. V´rios técnicos, engenheiros, médicos entre outros profissionais estavam envolvidos e isso gera custo. E, hã, convenhamos, a Carmat não é uma ONG, pois ONGs não desenvolvem coisas assim.

Se estimularmos centros de pesquisa que desenvolvam aparelhos assim, e ele sendo produzido em massa, o custo é facilmente gerenciável, podendo estar ao alcance de qualquer um, mas como vivemos num país onde um simples e ridículo frasco de xarope pode ser vendido a 60 reais, eu não tenho muita esperança que chegue aqui a um preço, digamos, decente.

Coração artificial criado pela Carmat é, sim, algo fantástico; e garantirá a sobrevida de muitas pessoas Não está acessível a boa parte da população mundial (já que custa cerca de 195 mil dólares), da mesma forma que boa parte da população mundial sequer tem água e esgoto encanados e luz elétrica. É um sonho tolo achar que resolveremos todos estes prolemas nos próximos anos, pois é uma questão além de dinheiro. Ainda assim, toda inovação deve ser respeitada e esta é mais uma.

Discutir visões mercadológicas e impactos filosóficos disso não fará as pessoas viverem melhor e mais tempo. A Ciência, se não perfeita, pelo menos faz algo de útil.

Um comentário em “A engenharia que toca o coração faz milagre novamente

  1. Que coisa mais linda este aparelho, este coração, esta máquina, isso sim é engenharia e não importa quanto custa. Tenho orgulho (às vezes) de pertencer a esta classe de profissionais.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s