11 pessoas pulam de uma janela por acharem ter visto o diabo

Medo é uma excelente ferramenta. Ele nos protege de ter ideias idiotas, como chegar perto de um PM e xingá-lo. Melhor fazer pelo twitter. Também faz as pessoas agirem feito imbecis, se a notocorda entrar em surto. Foi mais ou menos isso que aconteceu em Versailles… o subúrbio e não o palácio. Quando um bando de toscos viram o que se achou ser o Diabo, Rabudão, Capeta, Tinhoso, Pé-de-Bode, Bicho-Feio, Satã ou algo parecido com a minha sogra, 11 “brilhantes” parisienses resolveram morrer a perder a alma e saltaram pela janela de um apartamento no 2º andar.

Ah, sim, ia me esquecendo: eles viram um sonolento homem negro andando pelado pelo apartamento.

De acordo com o jornal Le Figaro, o pessoal tava muito bem no apartamento, até que ouviram o som de uma criança chorando. Daí, viram um vulto negro passando (que na verdade era o pai da criança), e resolveram atacá-lo, na santa paz de Deus.Chegaram a dar uma facada na mão do homem, Para então expulsá-lo do apartamento. Só que o sujeito parece que é brasileiro e não desiste, porque ele voltou! CORRAM PRAS MONTANHAS!!! Como não tinha montanha ali perto, o pessoal entrou em pânico, pensando que ele era o capetão e pularam com mala, cuia e bebê pela janela. Somente o bebê morreu, mas ele não conta pro prêmio Darwin, pois a ideia insana não foi dele. Provavelmente, eles viram que era Bengalelê Motumbo e não quiseram ficar na frente do sujeito. Não sei e não quero saber.

De acordo com a promotoria de Versalhes, além do bebê morto, sete adultos e três crianças acabaram baixando hospital com traumatismos múltiplos. O cara que foi confundido com o Rabudão Pé-de-Bode foi em cana, juntamente com outro que caiu da janela com a filha e foi se esconder num arbusto a 2 quarteirões dali. Les Meganhas ainda não acharam nenhum cigarrinho do capeta ou talco que passarinho não cheira, mas não desdenham que algum chá de Santo Daime estava envolvido na parada.

Isso mne lembra o caso de quando eu tinha uma empregada (não, não estou inventando). Ela negra e só andava de preto (também era da Igreja Universal, mas ninguém é perfeito). Chego calmamente em casa de noite, e vou atender o telefone. Nisso, eu vejo um vulto escuro passando pela cozinha.

Crédulo: AAAAAAAARGHHHHHHHHHHHHHH, UM ISPRITU!!!!!!!!!!

André: Ô seu FDP! Sai daí agora que eu já tô com a mão no berro e vou sentar o dedo. TRÊS… DOIS…

Ela me sai da cozinha desesperada com as mãos pra cima implorando para eu não matá-la (nota: só se eu jogasse o aparelho de telefone na cabeça dela). As pessoas são capazes de qualquer coisa quando estão com medo e algum chá da lata na cabeça. No final, morreu o bebê que não tinha nada com a estupidez alheia, mas é sempre assim. Vagabundo não presta nem pra ganhar prêmio Darwin.

8 comentários em “11 pessoas pulam de uma janela por acharem ter visto o diabo

  1. Só com a anedota do andré pra transformar aquilo que parecia terrível em uma comédia a parte. Isso é, com todo respeito ao falecido bebê, que morreu em vão sem nem saber do que se tratava.

    Eu li essa notícia no tvi24, e me impressionei com o tanto de gente falando que “isso é falta de deus”, “que o mundo estava pra acabar”, “que o diabo está pra vir”. (…) O mundo está pra acabar desde a primeira Guerra Mundial, caramba! O mundo vem acabando a cada morte brutal que vem acontecendo de lá pra cá.
    Sempre que ocorre algo cruel, vem um monte de gente metido a profeta dizendo que o fim dos tempo está próximo e que a volta de jesus é breve, que devemos aceitar a jesus o quanto antes ou estaremos fudidos e que pelo contrário vamos queimar feito leitão a pururuca no inferno.

    (…) Eu tento mas não consigo entender isso.

    Será que pra essas pessoas, pensar é tão difícil assim?

    Eu fiz esse mesmo comentário lá no site e, parece que eles não gostaram e não publicaram meu comentário.

    Ainda vivemos em épocas de restrição. Lamentável.

  2. Me lembrei de uma piada preconceituosa de quando eu era pequeno, que diz que, quando deus acabou de criar adão e disse “Levanta Adão”, o diabo, atrás da moita, disse, “Levanta, negão”…

    Alia-se o medo, que é uma estratégia natural, com a crendice, que é uma falta de estratégia cultural num liquidificador, e só pode sair isso mesmo.

    O pior mesmo foi a criança, que era inocente nesta história toda.

  3. Conheçam o nosso “amigo”. Como isso aconteceu? Será que eles não estavam em algum tipo de festa e beberam demais? Estranho…

  4. Isso ai não é mais que uma simples combinação , porém mortal: alucinógenos com religiosidade fajuta Chegam a lutar com o “corpo seco” , viram que não surtiu efeito mesmo depois de uma facada precisa (sem direção), e viram que o jeito era se jogar para os braços de seu deus, aquele dragãozinho invisível, ou um bule voador.

    att.

  5. Isso aconteceu na FRANÇA? Na terra da arte, da revolução e Iluminismo? Que decepção! Se não fosse o envolvimento de crianças e a morte de um bebê seria cômico.

    Lamentável do que as crenças cretinas são capazes de fazer com as pessoas.

    PS: nem quero saber o que pensaram ser o rabo do “rabudo”…

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s