Casal gay é preso no Malauí

Religiosos (como sempre) criticam nova conquista da ciência
Ex-diretor do Butantan chama acervo perdido no incêndio de "bobagem medieval"

preconceito_nao.jpgO Malauí é um lugar MA-RA-VI-LHO-SO. Qualquer um que vá morar lá sente-se como se estivesse na Suíça. Melhor! Aquele lugar incrivelmente estupendo é lar de William Kamkwamba, o garoto que domou o vento. Um lugar tão fantástico e incrível que só sendo muito sarcástico para adorar aquela pocilga, onde homossexualidade é crime previsto em lei, como um casal pôde constatar de modo muito doloroso.

Steven Monjeza e Tiwonge Chimbalanga estavam presos desde dezembro, quando celebraram uma cerimônia tradicional de noivado. Como isso é crime naquelas bandas, o casal foi condenado a 14 anos de prisão, acusados de sodomia e atentado grave ao pudor. Esta é sua SEXTA INSANA!

Aquele ridículo lugar ainda vive sob uma legislação caquética desde os tempos coloniais, já que o país (se é que podemos chamar aquilo de país) foi um protetorado do Império Britânico dentro da Federação da Rodésia. A moral e os bons costumes tipicamente – e autoritariamente – ingleses determinou que ser homossexual é ruim, pois a Rainha Vitória ficaria fula da vida com marmanjões saltitando para lá e pra cá, enquanto que moçoilas estariam com roupas masculinas, cuspindo no chão e coçando o… bem, se coçando. Pelo menos, deve ser isso que circulava nas notocordas dos hipócritas britânicos da época (e nos de atualmente, claro).

Dessa forma, com leis draconianas, o Malauí caminha para o progresso prendendo cidadãos que não oferecem riscos à segurança nacional só porque preferiram externar seu amor de forma tida como “não convencional” pelos Vigilantes do Rabo Alheio.

Em países democráticos, a liberdade individual é respeitada, salvaguardando casos em que oferece perigos aos demais membros da população. Bem, eu não consigo imaginar algum perigo que aqueles dois possam oferecer, mas o tosco do juiz que presidiu o tribunal, sim. Nas palavras do o Meritíssimo Sr. Filho da Puta, Nyakwawa Usiwa-Usiwa: “Darei uma sentença rigorosa para que o público esteja protegido de gente como vocês, para que não sejamos tentados a copiar esse exemplo horrendo”. Silas malafaia deve estar tendo orgasmos múltiplos a essa altura, enquanto vende suas Bíblias por 900 reais.

A defesa do casal tentou argumentar – em vão, como sempre, já que republiquetas estão cagando e andando pra isso – que ninguém foi prejudicado pelas ações dos jovens. O MM. Sr. FDP deu tanta atenção a isso como eu dou atenção a idiotas que vêm aqui me xingar. Michelle Kagari, vice-diretora para África da Anistia Internacional disse o casal pode ser considerado “prisioneiro de consciência”, já que estar em um relacionamento não deveria ser um crime.

Como eu falei, em republiquetas, ninguém está se importando com direitos humanos e me surpreende muito que o casal não tenha recebido pena de morte (ah, sim… Jesus não gosta). Monjeza e Chimbalanga sofreram toda espécie de abuso: físico, moral e sexual, já que foram espancados, ofendidos e submetidos a exames anais para verificarem se eles tinham consumado o casamento. WTF?Não, em republiquetas vagabundas você não tem o direito de se expressar, não tem liberdade de conduzir sua vida de forma pacífica, não tem o direito de não ser discriminado, não tem liberdade de consciência, não tem privacidade e não tem o direito de não ser torturado.

Não obstante, o casal não é rico, não nasceu em um país “chique”, não possui grandes somas de dinheiro e nem são famosos (pelo menos, a fama que receberam eu dispenso). Quem fará uma intervenção no Malauí? Só se for minha avozinha, pois o resto do mundo dirá “que pena!” e continuará com seus preconceitos, sacaneando o vizinho se ele colocou uma camisa rosa ou falando mal da vizinha do apartamento ao lado, caso ela tenha recebido a visita de dois homens durante a semana (pouco importando se são parentes dela ou não).

A Anistia Internacional vai falar, falar e falar, mas ninguém ouvirá. E mesmo que ouça, não se importará. E mesmo que se importe… bem, sempre temos que dar preferência aos pobres bebês-foca. Homossexuais? Brrr… melhor ficar longe deles. Vai que isso se transmita pelo ar?


Fonte: BBC Brasil

Religiosos (como sempre) criticam nova conquista da ciência
Ex-diretor do Butantan chama acervo perdido no incêndio de "bobagem medieval"

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!