Artista expõe Jesus com ereção

Elefante doidão supera o vício em heroína
Jornal do Vaticano diz que vida não acaba com morte cerebral

Atenção, caçadores de polêmicas! Vai mais uma bomba: o artista canadense Terence Koh fez um lindo trabalho sacro em louvor ao Grão Cavaleiro do Burrico, o incrível Jóquei de Jegue! Ele, o Mega Star da Palestina. Jesus, the Man! Lindo não é? Pois é, pessoal, mas infelizmente, tem um pessoal sem-noção que tá mandando o artista pro pau, digo, pra justiça.

Eu fico irritado quando vejo uma polêmica dessas só por causa de uma escultura, ainda mais com uma figura sacra… Só por que Koh esculpiu um Jesus com o pênis ereto, estão criando problema. Isso é um saco! (algo me diz que haverá várias metáforas a respeito disso neste artigo, hehehe).

A polêmica escultura do sinhô G-zuis com o membro pronto pro ataque desencadeou um processo judicial no Reino Unido (pelo amor de Osíres, estudem um pouquinho antes de me perguntarem que país é este!). Uma mulher, um tanto irritada com a escultura resolveu mover uma ação judicial contra a galeria que exibiu a obra entre setembro de 2007 e janeiro de 2008, segundo informou o jornal El País (estou virando fã deste jornal).

Advogados da sala de exposições resolveram encostar-se na parede a fim de protegerem a retaguarda por causa dessa escultura. Eles tentam agora defender-se das acusações de atentado contra a decência pública, o que não é tão estranho. Eu sempre achei que os ingleses se reproduzem via mitose.

A briosa escultura fazia parte da mostra do Baltic Center fos Contemporany Art intitulada Gone, Yet Still, que continha outras esculturas com ereções, como Mickey Mouse e ET. Isso me lembra aquela notícia onde o Alfred Hrdlicka criou uma lindíssima versão da Santa Ceia.

Obviamente, Ceticismo.net não publicará a foto desta infâmia nem que me ameacem com hemorróidas de ouro (se for só o ouro, aí conversamos). Mas, como nós gostamos de matar a cobra tirar a vida do ofídio e mostramos o pau o pedaço de madeira, vamos deixar um link, mas NÃO CLIQUEM !!!!

Bem, vocês clicaram por seu próprio livre-arbítrio. Satã está de braços abertos esperando por vocês, seus hereges curiosos!

Emily Mapfuwa, a cristã quarentona que se sentiu ofendida com a obra de arte (e que deve estar subindo pelas paredes), afirmou ao jornal The Guardian que os responsáveis pela galeria não poderiam ter se atrevido a exibir Jesus Cristo de tal modo, como coisa que Jesus nunca bateu uma… er… levando em conta que ele tenha existido, é claro.

Só imagino que a IURD, como excelente marqueteira que é, fará um programa chamado “Falo que te escuta!”


Fonte: Terra Notícias

Elefante doidão supera o vício em heroína
Jornal do Vaticano diz que vida não acaba com morte cerebral

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας