Papa vai dar o cano no Dalai Lama em Roma

As pessoas ainda não entendem os fatos básicos do mundo: Política é o que governa o mundo e não a mão da sua babá psicopata. Enquanto algumas pessoas ficaram com cara de “Ué?”, eu entendi muito bem e concordei. Durante a solenidade com laureados do prêmio Nobel da Paz, o Dalai Lama ganhou bolo do Papa Chicão I, que não vai se encontrar que o tiozão do Tibet. Mesmo porque é melhor não ter certos embaraços, afinal, quem manda no Tibet é a China. Quem manda na China é a China. E quem vai decidir a vida dos católicos na China…. adivinhem! Sim, a China!

Atualmente, ninguém quer levantar a bandeira do Tibet livre, porque um dos principais parceiros comerciais hoje, com certeza, é a China, o lugar de onde veio seu iPhone e seu feijãozinho preto (sim, o Brasil importa feijão da China. Durma com um barulho desse!).

Continuar lendo “Papa vai dar o cano no Dalai Lama em Roma”

Vereadora de Curitiba diz que Bíblia e científica e deve ser ensinada em colégios

Eu, particularmente, sempre achei que Curitiba, terra dos coxas brancas, era uma espécie de mitocôndria: está no Brasil apenas por estar, por alguma obra e graça da Evolução Biológica, tendo seu próprio DNA. Dá até vergonha imaginar uma comparação com o Rio de Janeiro, cidade onde o prefeitosco inaugura passarelas sem que elas estejam prontas para copa, tiram os semáforos da rua e vagabundo que se dane ao atravessar as pistas, que nem no jogo do Frogger.

Então, meus espiões me avisam que uma vereadora que provavelmente torce pro Prudentópolis (vai ter gente me xingando… de novo!) andou bebendo água benta “batizada” (e não foi com o sangue de Nossinhô) e resolve que as escolas (públicas e particulares) devem ler a bíblia, pois ela tem muitos ensinamentos morais e científicos (e nem para me avisarem disso na sexta-feira!)

Continuar lendo “Vereadora de Curitiba diz que Bíblia e científica e deve ser ensinada em colégios”

Policarpo Quaresma revisitado ou “Deputado mané quer acabar com estrangeirismos”

Sabe o que me irrita muito? É quando algum idiota fala um monte de bobagens e, por mero acaso, a criatura tem o mesmo nome que eu. Não que me incomode ter um homônimo, mas sim ter um homônimo que age feito um imbecil, ainda mais quando é deputado e, além de tudo, daqueles deputados que redigem leis totalmente descabidas.

A preclaríssimo senhor deputado André Moura, do PSC de Sergipe, propôs um Projeto de Lei que pretende resguardar a soberania linguística nacional da terra de Pindorama, praticamente impedindo de se usar quaisquer estrangeirismos.

Sentindo um sabor amargo na língua-pátria, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Policarpo Quaresma revisitado ou “Deputado mané quer acabar com estrangeirismos””

Evangelismo Badass: Estado norte-americano libera uso de armas em igrejas

Se podemos contar com duas classes prontas para ferrar com a vida dos outros são políticos e religiosos doidos. Nos EUA os dois têm de sobra, mas ainda há o 3º tipo: os maníacos que não podem ficar sem ter uma arma em casa, portar uma arma ou dar uns tirinhos por aí.

Agora, os políticos do estado da Geórgia aprovaram uma lei que permite porte de armas em igrejas. O final eu já sei qual será.

Continuar lendo “Evangelismo Badass: Estado norte-americano libera uso de armas em igrejas”

Rio de Janeiro: o estado da moral, bons costumes e valores espirituais. FACEPALM!

O problema no Planeta Bíblia é que seus Uruk-Hai não descansam. Eles sentem a necessidade mega patológica de meter goela abaixo a religião deles. Mas, convenhamos, de tanto insistirem, conseguem, ainda mais num Estado Laico como o nosso que tem bancada religiosa.

O querido governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, sancionou um projeto-de-lei que visa a instituição de um "Programa de resgate de valores morais, sociais, éticos e espirituais". Show, né?

Continuar lendo “Rio de Janeiro: o estado da moral, bons costumes e valores espirituais. FACEPALM!”

Lei prevê que escolas municipais de Recife tenham obrigatoriamente bíblias

E depois das loucuras de fim de ano, sorrateiramente o fanatismo religioso tenta abocanhar escolas mais uma vez. Isso porque uma vereadora de Recife, Pernambuco, cismou que toda escola e biblioteca pública da respectiva cidade. Afinal, né, a Bíblia é legal e blábláblá.

O que seria isso senão a primeira edição do ano da sua SEXTA INSANA?

Continuar lendo “Lei prevê que escolas municipais de Recife tenham obrigatoriamente bíblias”

A luta contra segregação sexual nas universidades britânicas

Eu francamente não entendo certas coisas na política, apesar de entendê-la muito bem para que ela serve (servir de lugar para políticos existirem e retroalimentar-se). No Reino Unido não é diferente e se alguém aqui é ingênuo em pensar que governos e governantes (seja em qual esfera for) estão preocupados com o povo, sugiro que pense duas vezes. No caso, a notícia que a Inglaterra está travando uma guerra silenciosa internamente. Por quê? Por causa do elevado número de muçulmanos idiotas que insistem na discriminação de gêneros, onde alguns defendem que homens e mulheres deveriam se manter separados durante as aulas, palestras etc.

Curiosamente, parece que o governo finge não se importar, afinal é aquela velha baboseira que todos têm direito a uma opinião.

Continuar lendo “A luta contra segregação sexual nas universidades britânicas”

Quando se aborta a racionalidade em prol da política

Eu poderia começar a escrever contando uma pequena e brevíssima história sobre a Política. Isso demandaria meses ou anos e não estou com saco para tal. Platão, Aristóteles, Epicuro, Cícero, Tácito e tantos outros desocupados filósofos se empreenderam a tal. O melhor, ao meu ver, é o Commentariolum petitionis consulatus, de Quintus Tullius Cicero, o qual você poderá ler na boa flor do Lácio AQUI. Como eu sei que ler em latim é um saco, demanda conhecimento, tempo e perde-se algumas nuances se não prestar bem atenção, você poderá baixar a versão em espanhol (não encontrei em português e não tenho tempo para traduzir).

Um dos trechos é: “Você deve constituir amizades de todos os tipos: nomes ilustres, os quais conferem prestígio ao candidato; magistrados, para garantir a proteção da lei. (…) Isso requer conhecer as pessoas de nome, usar de certa bajulação.”. Você já ouviu isso antes? Quem sabe durante o horário eleitoral gratuito? Pois, é, algumas coisas não mudam com o passar dos séculos, e isso estamos vendo agora, quando da disputa presidencial, o foco dos ataques é algo tão idiota que serve para distrair o populacho para algo totalmente irrelevante; como o aborto, por exemplo.

Continuar lendo “Quando se aborta a racionalidade em prol da política”