O fantástico sistema de metrô do império romano que nunca existiu

Eu gosto de duas coisas: mapas e o Império Romano. Acho que estaríamos melhores na época dos Césares, mas não dá para voltarmos no tempo. Entretanto, é interessante saber que as estradas romanas cobriam um total de 80 mil km, e o ditado “todos os caminhos levam a Roma” não era uma figura de linguagem. Continuar lendo “O fantástico sistema de metrô do império romano que nunca existiu”

Como fazer globos terrestres

Eu adoro globos terrestres. Eles são ótimos modelos didáticos, já existindo já séculos. Uma bonita peça de decoração e educacional, tendo ajudado a muitos como entender a geografia de nosso planeta, informações cartográficas etc. Mas você sabe como um globo é feito?

Aqui vemos o depoimento de um artista fazendo um globo de modo artesanal, usando poucas ferramentas atuais, usando a mesma técnica que nossos avós usavam.

Continuar lendo “Como fazer globos terrestres”

Conhecendo o verdadeiro tamanho dos países

Vocês aprenderam a ler mapas… quer dizer, eu espero que sim. Por favor, nãosejam como os imbecis que ficam escandalizados quando a gente diz que pessoas nascidas no Oriente Médio são tão asiáticas quanto russos e chineses. O problema na leitura e representação de mapas é que estamos forçando um sistema que é tridimensional numa figura bidimensional, como é o caso da Projeção de Mercator. Esta projeção cartográfica cilíndrica foi elaborada pelo geógrafo, cartógrafo e matemático Gerhard Mercator, no século XVI, e apesar de serr a mais utilizada no mundo, tem os seus problemas.

Continuar lendo “Conhecendo o verdadeiro tamanho dos países”

O que são rios voadores? Como ensinar sobre isso?

Se você é morador de São Paulo está felicíssimo com rodízio de água e a multa por gastar demais, enquanto a SABESP jogar quilolitros de água literalmente pelo esgoto. Fica difícil para nós, professores, explicarmos sobre ciclo da água para as crianças e, em seguida, dizer que falta água. Como assim falta água? A resposta é que se desperdiça muito mais e você que se dane. Ainda assim, ficamos pensando "de onde vem esta água?". Isso somado à pergunta: "Por que as chuvas estão diminuindo?". Se estamos tão perto do oceano, as chuvas ainda deveriam estar tranquilamente inundando nossas vidas, certo? Tipo: como ensinar aos meus alunos se eles fizerem perguntas desse tipo? Ignoro e mando ficar recortando florzinha?

Todo Caderno dos Professores é um Livro dos Porquês. Peguem seus materiais, aprenderemos Geografia, Biologia, Climatogia e Física.

Continuar lendo “O que são rios voadores? Como ensinar sobre isso?”

Como a Lua pode ser tão grande nas fotos?

Esta semana me fizeram uma pergunta sobre a Super-Lua, quando a Lua encontra-se no perigeu e eu expliquei aqui o que era isso. A pergunta era "Se a Lua não fica tão grande assim, como as fotos mostram-na muito grande?"

É uma boa pergunta, que à primeira vista pode ter um quê de misterioso, mas nada é tão misterioso quando a gente sabe o porquê das coisas. Se ao menos os Porquês estivessem organizados num livro, eu o chamaria de Livro dos Porquês, com capítulo em Óptica e Fotografia.

Continuar lendo “Como a Lua pode ser tão grande nas fotos?”

USGS produz Mapa Geológico de Marte

Depois que Pedro Álvarez Cabral, fidalgo português que estudou na escola de Sagres (que sabemos nunca ter existido), chegou à Ilha de Vera Cruz, o rei, D. Manuel, o Venturoso (que título ridículo, Jisuis!), mandou organizar uma outra esquadra (já que Cabral fatalmente tirou da reta, pois de navegação e briga de galo não entendia nada) para dar uma fofocada por aqui. O sortudo foi Gaspar de Lemos, que veio pra cá na Primeira Expedição Exploradora, que durou entre 1501 e 1502.

Expedições assim eram para fazer reconhecimento do local, cartografar e descobrir as riquezas pelo lado de acá! Os caras eram macho bagarái, pois sequer tinham ideia do que iriam encontrar e o tipo de terreno.

Hoje, no século XXI, algum explorador que vá para Marte não precisará ter (muito) medo, pois nossa Ciência já é capaz de cartografar e fazer levantamentos geológicos de outros planetas, e é isso que foi feito para com o planeta vermelho!

Continuar lendo “USGS produz Mapa Geológico de Marte”

Uma voltinha pela Lua

A Lua foi um dos primeiros astros inspiradores de nosso mundo. Poetas, cientistas, loucos e lobisomens sempre se fascinaram por aquela imensa bola prateada onde mora São Jorge (eu juro que nunca consegui ver a cara do sujeito lá, mas se minhas tias dizem que está lá, é porque está lá).

A câmera do Orbitador de Reconhecimento Lunar (Reconnaissance Orbiter – LRO) é poderosa. A nave robótica que desvela os segredos da Lua custou a bagatela de 504 milhões de dólares em 2009, quando foi lançada (dinheiro desperdiçado, né? O que conta mesmo como importante é os 100 milhões de euros, valor do passe do jogador Gareth Bale), nos traz imagens, que depois de tratadas, acabaram em um filme como este a seguir:

Continuar lendo “Uma voltinha pela Lua”