Jornaleiro que não sabe Ciência vem com besteira de estereótipo de gênero

Eu sempre digo que jornaleiro tentando falar de ciência é a mesma coisa que tartaruga tentando costurar. Eu criei o termo “jornaleiro” voltado para o pessoal de redações e que bradam “jornalista com diploma” pelo simples fato que eles criam manchetes e matérias apenas para vender cliques, como os antigos meninos que vendiam jornais nas esquinas e gritavam manchetes mentirosas, só para gerar curiosidade e o pessoal correr para comprar o jornal.

Claro, o jornaleiro da BBC não poderia deixar a lacração um minuto e tinha que vir com esta baboseira de adultos malvados incutindo o gênero nas pobres crianças ao brincar com elas com brinquedos segundo o considera para o gênero dela.

Pegando um pião e atirando na cara do jornaleiro, esta é a sua SEXTA INSANA.

Continuar lendo “Jornaleiro que não sabe Ciência vem com besteira de estereótipo de gênero”

Orangotangos sao prostituídos na Tailândia, diz jornaleiro. SQN

Vocês sabem o quanto eu adoro jornaleiros, aquelas figurinhas que existem apenas para vender jornais, inventando manchetes escabrosas e notícias que não noticiam nada. Vivem apenas para gritar manchetes e ter visualização, como uma notícia do Correio Brasiliense "denunciando" prostituição de orangotangos na Tailândia. Algo extremamente absurdo, não é mesmo? Eu concordo com o fato de prostituir animais realmente é um absurdo devido aos maus tratos com o bicho e eu queria saber quem é que teria tesão em transar com um orangotango, mas taras esquisitas é o que não falta nesse mudo de Hades.

Mas por mais que a realidade seja estronha e eskésita, sempre devemos dar uma dupla checada nas informações.

Continuar lendo “Orangotangos sao prostituídos na Tailândia, diz jornaleiro. SQN”

Físico americano diz que bombas nucleares mandaram civilização marciana pro saco

Eu adoro o History Channel… pelos motivos errados. Quando eles viraram uma Superinteressante televisiva, meu interesse por ele caiu bruscamente. Hoje são raros os programas deles que prestam, viram apenas mais um "comedy channel" sem graça. Aí, quando o site deles pega notícia do Daily Fail, piorou a bagaça toda.

Em fantástica notícia, fiquei sabendo que um físico norte-americano afirmou categoricamente que testes com armas nucleares aniquilaram uma civilização que morava em Marte. Como não levar isso com seriedade?

Continuar lendo “Físico americano diz que bombas nucleares mandaram civilização marciana pro saco”

Executivo do Google saltou de paraquedas de órbita geoestacionária, diz Jornalista

Que ciência é besteira que ninguém se importa, canso de falar. Que ela é odiada pela população média, vocês estão carecas de saber. Que jornaleiro só escreve besteiras sobre algo que não faz a menor ideia do que seja, é público e notório. Mas tem horas que estes caras exageram.

Segundo os estagiários d’O Globo, o vice-presidente sênior do Google saltou de uma altura de QUARENTA E UM MIL QUILÔMETROS!!!

Entrando na órbita da insanidade jornalística, esta é a 2ª edição da SEXTA INSANA!!

Continuar lendo “Executivo do Google saltou de paraquedas de órbita geoestacionária, diz Jornalista”

Este é meu cientista querido; e com ele estou satisfeito

Eu pensava que era regra que toda regra tem exceção, mas faltou um adendo: "É regra que toda regra tem exceção, salvo no caso de jornalistas"; e, como vocês bem sabem, jornalista falando de Ciência é a mesma coisa que tartaruga tentando costurar.

Hoje, vi uma atrocidade. Disseram que deveríamos esquecer Carl Sagan, pois na Ciência não há lugar para idolatria. Próximo passo: venerar o herói Sansão, um exemplo de amor e fé em deus, que matou mulheres e crianças de forma desvairada.

Continuar lendo “Este é meu cientista querido; e com ele estou satisfeito”

Carro atômico em breve nas ruas ou quando a galinha criar dentes

Eu não sei como a maluquice começou a tomar conta, mas ela se alastrou de vez. Jornaleiros ficam enchendo a boca que possuem diploma, o que é uma pena. Ao invés de tirarem um diploma, deveriam ter usado o tempo da faculdade para estudar coisas que prestem, como Física Básica e Lógica, por exemplo.

Em uma reportagem, o maravilhoso carro que substituirá todo o que conhecemos e ele será movido a… Tório. E nem é sexta insana ainda!

Continuar lendo “Carro atômico em breve nas ruas ou quando a galinha criar dentes”

Mãe, quando crescer quero ser divulgador de Ciência

Vi uma discussão (eu tenho que dizer que é "no bom sentido", pois para o brasileiro médio, "discussão" significa sair na porrada) sobre o papel de blogueiros de divulgação de Ciência, seu alcance e como fica em frente ao que chamamos lix… digo, sessões de ciência dos sites de notícias.

Particularmente, eu não sei como surgiu esta discussão e nem acho que isso seja relevante, enquanto discutamos (vem cá! vem pra porrada, anda!) a discussão discutida.

Continuar lendo “Mãe, quando crescer quero ser divulgador de Ciência”

X-Baratas adquirem novas capacidades contra armadilhas? Calma lá, ô!

O problema das notícias é… bem, os jornalistas. Canso de dizer que jornalista escrevendo sobre Ciência é a mesma coisa que tartaruga tentando costurar. Eu tento acompanhar tudo que sai sobre Ciência, mas fica difícil, já que eu preciso pagar as contas. Então, chego no trabalho e logo o pessoal vem me mostrar um artigo do G1 (bem, podia ser pior… podia ter sido o do Terra). Não, gente, barata não evoluiu para deixar de gostar de açúcar.

Continuar lendo “X-Baratas adquirem novas capacidades contra armadilhas? Calma lá, ô!”

Entrevistadores, empregos e jornalistas. Essa mistura não dá boa coisa

Li no G1 ontem uma pseudo-reportagem sobre entrevistas de emprego. Eu não sei bem porque eles publicaram aquilo, mas achei tão idiota que deixei para entretê-los neste domingão, já que não tenho um caminhão para levá-los para comer feijão. Tudo começa com uma consultoria de recursos humanos norte-americana relatando péssimas participações de candidatos a vagas de empregos.

Mas a realidade é sempre mais obscura e nunca está facilmente perceptível.

Continuar lendo “Entrevistadores, empregos e jornalistas. Essa mistura não dá boa coisa”

Clérigo muçulmano diz que bebês devem usar burca, diz a imprensa. Melhor estudarem.

O problema do microcosmo dos revoltados é achar que qualquer coisa que sai na Internet é alguma novidade. Nisso gera-se ondas de protestos e revolta, para depois aparecer outro tema nos trend topics da vida e a revolta mudar de cenário.

A bola da vez é um clérigo muçulmano que deixou muita gente (desocupada) em polvorosa por ter afirmado que bebês deveriam usar burcas, a fim de escaparem do assédio sexual. Pronto! Os revoltosos tuiteiros, babando peçonha, resolveram mostrar o quanto são incultos xingando o cara no Twitter. Eu, não. Pois sou culto, sábio, incrível e fantasticamente modesto o suficiente para rir dessa indignação.

Continuar lendo “Clérigo muçulmano diz que bebês devem usar burca, diz a imprensa. Melhor estudarem.”