Austrália diz que pessoal de Humanas não serve nem para arrumar emprego

O governo da Austrália anunciou nesta sexta-feira que vai dobrar as taxas de cursos de Humanas. Isso causou um alvoroço e pessoal até largou o bong para reclamar. O motivo que o governo Canguru deu foi que, de repente, os alunos se interessem por coisa que preste e que seja mais útil e relevantes para o mercado de trabalho, como os cursos de STEM, sem o A. meter o “A” é coisa de pedagogo.

Claro, o pessoal de Humanas teve um chilique com isso. Até deixaram as lanchonetes onde trabalham para irem protestar.

Continuar lendo “Austrália diz que pessoal de Humanas não serve nem para arrumar emprego”

Pesquisa sugere que alunos negros são mais punidos por serem negros, mas tem a pegadinha…

Uma das coisas que mais ocupam o tempo dos professores durante as aulas é parar para dar esporro por causa da zueira tocada pelos alunos. Isso é extremamente irritante e estressante, quando o tempo deveria ser para ensinar. No mundo real, apenas ¼ desse tempo é para efetivamente ensinar, salvo se você anda drogando seus alunos, usando de hipnotismo ou coloca uma Magnum .44 sobre a mesa e diz “Do you fell Lucky, punk? Do ya?

Uma pesquisa nos EUA resolveu tabular dados de quantas pessoas quantos alunos recebem punições por mau-comportamento. A pesquisa conclui que negros recebem mais punições por eles não serem advertidos antes várias vezes, coitadinhos.

Continuar lendo “Pesquisa sugere que alunos negros são mais punidos por serem negros, mas tem a pegadinha…”

A Caixa Preta dos periódicos de Humanas

Eu fiz um video em que perguntei a utilidade das chamadas “Ciências” Humanas. Bom, ninguém deu uma resposta objetiva (se bem que se fossem pessoas objetivas, teriam feito Exatas). Três pesquisadores resolveram testar esse lance que paper de Humanas aceita qualquer lixo. Daí, criaram artigos falsos e totalmente sem o menor sentido. Os resultados apenas comprovam o que todos sabíamos.

E sim, eu tinha escrito um artigo sobre isso. Mas vídeo também é legal, né?

Continuar lendo “A Caixa Preta dos periódicos de Humanas”

Pesquisadores montam farsa para provar que periódicos sobre “ciências” humanas são um lixo

Eu sei que vocês acham que é implicância de nós, pessoas normais, quando apontamos os desmazelos dos centros de Humanas em todas as Universidades do mundo. A verdade é que temos muitos bons embasamentos para atestar isso. Estudos de gênero, feminismo exacerbado, cultura do estupro, privilégio do homem branco cis-hétero etc. tudo isso vociferam nesses redutos de insânia. O que revelaria sobre esses centros e periódicos tidos como “científicos” recebessem trabalhos acadêmicos insanos, ridículos e totalmente fora de propósito, mas que se alinhasse com o pensamento dessa gente? Academia deveria servir para mentes pensantes debaterem sobre tudo e periódicos científicos filtrarem trabalhos e verificar se seguiram método científico, com coleta de dados bem detalhada e conclusões claras e com uma mínima relação com a realidade, certo?

Bem, o que temos é algo tão absurdo em nível mundial quanto o que se vê aqui.

Continuar lendo “Pesquisadores montam farsa para provar que periódicos sobre “ciências” humanas são um lixo”

Para que servem as ciências humanas?

Há um certo preconceito contra as chamadas “ciências humanas” e seus serguidores, também chamados “Humans of Humanas”. Eu não acho certo isso! Tanto é que eu vivo em busca de saber para que servem as áreas de Humanas. Tendo lido muito, estudado muito e observado, qual um zoólogo observando uma nova espécie de animal, eu cheguei a profundas conclusões que me permitem dizer que entendi perfeitamente para que servem esse grupo de seres vivos.

Pensando em disseminar informação e educar meus seguidores, gravei um vídeo para explicar, com muitos detalhes, para que servem as ciências humanas. Assim, você pode parar de postar bobagens e mostrar a todos este perfeito discorrer de usos dessas carreiras tão importantes.

Continuar lendo “Para que servem as ciências humanas?”

A civilização moderna não diminuiu a violência, mostra estudo óbvio de antropólogo óbvio.

Eu adoro o puro lampejo do óbvio. Principalmente no tocante ao pessoal de Humanas™, que quando não está sorvendo jirombas por aí, está indo em orgias gay. Isso, em outros países, parece não ser muito diferente. Enquanto não ficam dando vazão às suas taras, pessoal da Antropologia parece se especializar no óbvio, como a pesquisa que diz que a civilização moderna não deixou de ser violenta.

Thank you, Cap’n! That’s your SEXTA INSANA!

Continuar lendo “A civilização moderna não diminuiu a violência, mostra estudo óbvio de antropólogo óbvio.”

Como ter um doutorado e verba fácil? Participe de orgia gay

Eu acho muito engraçado pessoal chilicando com o corte de verbas do Ministério de Ciência e Tecnologia. Parece até que Ciência no Brasil vivia com rios caudalosos de verba. Bem, não vive e basta você fazer uma pesquisa aqui mesmo para ver isso. Ficam “mimimi não tem verba, mimimi”, chegando ao ponto de ganhadores do prêmio Nobel mandarem uma carta pro Temer. O que esses ganhadores do prêmio Nobel não sabem é que tipo de ciência o Brasil gosta de financiar.

Pessoal dos departamentos de Antropologia das Universidades adoram usar seus gostos pessoais e serem financiados por isso. Lembra do Tedson, que caiu de boca na pesquisa? Pois é. Na Universidade Federal Fluminense, uma tese de doutorado em Antropologia veio com o magnífico e importantíssimo título: Festas de orgia para homens: territórios de intensidade e socialidade masculina. Continuar lendo “Como ter um doutorado e verba fácil? Participe de orgia gay”

Dissertação de mestrado será feita em prostíbulo

Eu sempre achei que pessoal de Humanas™ tá de sacanagem, mas alguns levam isso a sério demais. Fora aquelas maluquices de sair latindo pelo campus universitário, tem gente que cai de boca nas pesquisas (oi, Tedson!). O presente caso é de uma graduada em História que resolveu fazer a defesa de sua dissertação de mestrado num prostíbulo.

Mesmo porque, pesquisa científica no Brasil virou putaria há muito tempo!

Continuar lendo “Dissertação de mestrado será feita em prostíbulo”

Academia de Inumanas: Reforçando idiotas na área da Educação

Volta e meia me criticam porque eu “persigo” os coitadinhos dos departamentos de Humanas (não, nenhuma ciência aqui. Sorry). Afinal, eles também desenvolvem conhecimento, ajudam a melhorar o mundo, faz o ser amado voltar em 3 dias, caminha sobre as águas e cura sua espinhela caída. Entretanto, quando vemos os trabalhos, dissertações e teses, vemos o lixo pseudointelectual que produzem. Não, o Tedson, que ganhou 30 mil reais para ficar fazendo sexo oral em banheirão púbico, não é algo raro.

Me mostraram, por exemplo, uma bela dissertação de uma mestranda em Educação. O trabalho é… interessante e nos mostra como as Universidades hoje estão um lixo, e antes que você diga, não, não foi uma universidade particular, mas federal.

Continuar lendo “Academia de Inumanas: Reforçando idiotas na área da Educação”

Para pesquisador da USP, Monteiro Lobato era raciZZZzzzzzZZZzz

Sim, de novo esta chatice. mimimi Monteiro Lobato era racista e os livros dele estavam repletos de racismo. Sim, já teve gentinha querendo tirar a obra de Monteiro Lobato do currículo escolar. Aí, por falta de coisa melhor pra fazer (ou falta de banheiros públicos para pesquisas), pesquisadorzão da USP analisa a obra do Monteiro Lobato, quando muito pior é aquela tentativa de homicídio que são os livros da Clarice Lispector, que tentam de todo modo lhe matar de tédio.

Continuar lendo “Para pesquisador da USP, Monteiro Lobato era raciZZZzzzzzZZZzz”